A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

04/10/2012 16:26

Motociclista morto no Jardim Canguru foi atropelado por policial de trânsito

Viviane Oliveira

O veículo que atropelou e matou o motociclista Jefferson de Souza Pereira, 23 anos, por volta das 19h30 na rua Catiguá, no Jardim Canguru, era conduzido por um policial militar da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito).

Veja Mais
Motociclista de 23 anos morre em acidente no Jardim Canguru
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

Marcos Antônio dos Santos, 43 anos, conduzia um Golf, de cor prata, quando colidiu de frente com a vítima, que pilotava uma moto Titan 125, de cor azul. Ele foi encaminhado para o Prontomed, com dores no peito. O carro dele ficou com a frente destruída.

De acordo com o boletim de ocorrência, o acidente aconteceu próximo da ponte que divide os bairros Jardim Colibri e Canguru. Com o impacto, o motociclista sofreu ferimentos e morreu antes da chegada do resgate.

O comandante da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), tenente-coronel Alírio Vilassanti, disse que o Policial Militar foi afastado das funções para receber tratamento psicológico. O militar estava fardado indo para o trabalho quando se envolveu no acidente.

Ainda de acordo com o tenente-coronel, foi realizado teste de alcoolemia na frente de duas testemunhas que não são da instituição. O resultado deu negativo.

O caso foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga como homicídio culposo na direção do veículo automotor.  




qual vai ser a punição para esse policial? ou será que ele não vai receber punição alguma, será que a vida desse rapaz vai se equivaler a de cachorro sem dono? fica a pergunta... se alguem souber por favor responda!
 
francisco braga em 26/12/2012 13:19:49
eu acho isso uma vergonha, o cara é policial mata um jovem, e tem que fica recebendo tratamento psicologico, e a familia do rapaz? ninguem sabe o tamanho da dor dos familiares quem merece tratamento é os familiares nao esse infrator, só pq ele é policial ele nao vai fica detido? nao vai cumprir as penas? isso é o cumulo, se fosse outra pessoa qualquer estaria pagando, estaria atras das grades! isso é mudança? esse policial, tem que ficar atras das grades, pagar pelo que fez! todos queremos justiça. E que deus possa confortar o coração dos parentes dele.
 
Jessica Gomes em 10/10/2012 11:43:15
É parece que agora se você é um policial militar você tem que prever o futuro , vocês deveriam se informar direito ao invés de sair por ai falando o que não sabem, pois o policial não estava errado, e segundo a pericia estava a 50 km por hora sendo que o velocímetro da moto travou no exato momento da colisão nos 100 km por hora, isso poderia acontecer com qualquer um de vocês não é só porque uma pessoa é medico, advogado, policial militar que ela esta livre de sofrer um fatalidade, se o motorista da moto estivesse na velocidade permitida no perímetro urbano que é de no máximo 60 km por hora talvez a situação fosse diferente. A policia militar da o exemplo sim, mas são humanos como vocês que ainda não são capazes de prever o futuro.
 
Mayla Alexia em 06/10/2012 14:38:54
Tadinho, desse nobre senhor, foi afastado, agora vai ficar recebendo o salário em casa....
Faz a cagada, depois vem chorar....
 
Carlos Moura em 05/10/2012 08:34:13
Para que serve as campanhas para diminuir os acidentes de transito, se o exemplo contrario é dado por quem tem por obrigação fiscalizar. Para um cidadão não tem tratamento psicológico e sim processo, cadeia e ainda tem que indenizar a familia. Aposto que esse policial já apareceu na mídia diversas vezes dando orientações de como se comportar no transito. Porque não as usa para si?
 
Claudio Cunha em 05/10/2012 08:21:32
Até quando vamos presenciar isto, até quem deveria dar exemplo faz barbaries no transito, temos que reciclar tudo que esta nas ruas dirigindo, as ruas de bairros nao sao pista de corrida, mas as pessoas continuam correndo e matando até quando??????
 
joao de souza em 05/10/2012 07:49:30
Quem viu o acidente sabia que ele é policial de trânsito e vem divulgar somente hoje. Porque será? E como a própria reportagem diz ele atropelou, pois foi ultrapassar onde não pode. E agora como fica a família do rapaz que faleceu, pois quem tinha que dar o EXEMPLO cometeu uma infração e com isso tirou a vida desse rapaz.
 
Grayce Nunes em 04/10/2012 23:39:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions