A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/07/2012 12:46

Motociclista sofre fratura exposta após colisão na Costa e Silva

Nicholas Vasconcelos e Elverson Cardozo

Kelvin Wesley sofreu fraturas na perna e no braço na avenida Costa e Silva. (Foto: Minamar Junior)Kelvin Wesley sofreu fraturas na perna e no braço na avenida Costa e Silva. (Foto: Minamar Junior)

Kelvin Wesley, 21 anos, sofreu fratura exposta na perna direita e fraturou o braço esquerdo após colidir a motocicleta que conduzia contra um caminhão na avenida Costa e Silva, próximo ao viaduto da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

De acordo com testemunhas, Kelvin tentou ultrapassar o caminhão quando um carro veio na pista contraria e ele teve de retornar. Ao retornar para a faixa em que estava, acabou atingindo o para-choque do caminhão, que ficou amassado.

Segundo o chefe de Kelvin, Edmilson Santos Pereira, 25 anos, ele trabalha em uma empresa de cestas básicas e seguia para uma cobrança.

Hermes Almeida Rosa, 30 anos, que conduzia o caminhão disse que só ouviu o barulho da colisão. Ele disse que seguia a 20 km/h no momento do acidente.

O transito ficou tumultuado no local e a Ciptran (Companhia Independente de Trânsito) não compareceu ao local.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Tá dificil dirigir em campo grande, os caminhoes tem muitos pontos cegos, e os motociclistas não respeitam, entram mesmo na frente dos lados, não estão nem um puco preocupados se o motorista os visualizou. Mas o motoqueiro tendo razão ou não sempre vai levar a pior. Muito cuidado ao trafegar perto de veículos de carga, eles precisam de espaço para virar, pra parar etc. Nunca confie. Fica a dica.
 
José Ferreira em 21/07/2012 03:06:45
Puxa vida! mais dois jovens envolvidos em acidentes. São mais dados para compor as estatisticas de acidentes ou vamos refletir que nossos jovens precisam de ajuda para ser mais responsaveis com a vida deles e as dos outros? No momento de tirar a carteira a validade deve ser o contrario. de 2 em 2 anos até os 26 anos, a partir daì amplia o prazo para 5 anos.
 
jesus ribeiro em 21/07/2012 02:19:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions