A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

31/08/2012 09:10

Motorista avança cruzamento e bate em carro na esquina da rua da Paz com a Goiás

Paula Maciulevicius
Agetran passava pelas proximidades quando viram o acidente, atenderam a ocorrência e controlaram o fluxo de veículos até que os carros fossem removidos. (Foto: Minamar Júnior)Agetran passava pelas proximidades quando viram o acidente, atenderam a ocorrência e controlaram o fluxo de veículos até que os carros fossem removidos. (Foto: Minamar Júnior)

Dois carros se envolveram em um acidente entre as ruas da Paz com a Goiás, às 8h30 da manhã desta sexta-feira. O condutor de uma Tucson prata, avançou a preferencial e acertou um Astra preto, que seguia pela rua da Paz.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Agentes da Agetran passavam pelas proximidades quando viram o acidente, atenderam a ocorrência e controlaram o fluxo de veículos até que os carros fossem removidos.

O motorista do Astra, Antônio Matheus Scherer, 24 anos, contou que vinha pela rua da Paz, sentido avenida Ceará, quando a Tucson atravessou.

“Tentei frear, desviar, mas não deu”, disse.

O condutor que dirigia a Tucson, Pedro Ricardo, 40 anos, alegou que não viu nenhum carro e que ao avançar no cruzamento, não teve mais como parar. “Ele já entrou em mim, não teve o que fazer. Mas faz parte, acidente tem na cidade inteira”, comenta.

Em janeiro deste ano, uma quadra para frente, na rua da Paz, esquina com a Alagoas, após várias solicitações de moradores e comerciantes na região, a Agetran instalou semáforo. O cruzamento era considerado perigoso. Um dos problemas do local é que os carros que vem da Alagoas, para cruzar a rua da Paz, precisam avançar sobre a área destinada à travessia de pedestres, que até então, não era sinalizada.

A Agetran informou que sugestões e demandas de trânsito podem ser informadas pelo número 118 ou por meio de carta protocolada na sede da Agetran (avenida Gury Marques, 2395 - bairro Universitário).




bom ai foi falta de atença mas na verdade todos nos precisamos ter respeito
no transito, qualquer coisa já e motivo para xingar
buzinar com o intuito de intimidar,
precisamos ter respeito um ao outro.
 
josias matias em 31/08/2012 10:53:58
Pois é Pedro Ricardo, vc não viu o carro por falta de atenção na condução do seu veículo, mas ele estava ali, seguindo pela rua da paz, bem a sua frente. Se tivesse mais atenção e respeito ao conduzir o veículo, teria evitado o acidente. Por existirem pessoas como vc é que isso "faz parte e tem acidentes na cidade inteira".
 
jorge oliveira em 31/08/2012 10:08:44
PESSOAL, LIGAR NO 118 FUNCIONA EU LIGUEI E FIZ UMA SOLICITAÇAO PARA INSTALAREM UM SEMAFORO, E UNS 04 MESES DEPOIS JÁ COLOCARAM EM UM DOS CRUZAMENTOS NA PADRE JOAO CRIPPA, APÓS A IGREJA UNIVERSAL..... O RESTO É CUIDAR E TER O MAXIMO DE ATENÇAO....
 
salvador fernandes em 31/08/2012 10:05:14
O problema de Campo Grande é que poucos obedecem a velocidade máxima permitida. E são chamados de murrinhas. O outro problema é o pessoal que estaciona nas esquinas dificultando a visualização de quem quer cruzar as vias. Aí vem um descendo a 80km/h e POW! Dor de cabeça, chateação e mais um pra estatística...
 
Lucio Moura em 31/08/2012 09:48:12
Verdade sr Pedro acidente tem na cidade inteira,Campo Grande vai bater record desse tipo de acidente. Falta de : atenção,respeito a sinalização. Passar no sinal vermelho é moda em Campo Grande.Campograndenews deveria fazer uma campanha para os visitante da nossa cidade "Cuidado aqui ninguém respeita sinal vermelho,faz parte da cultura local".
 
Sueli Pinheiro em 31/08/2012 09:46:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions