A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

16/08/2014 09:26

Motorista boliviano teme assalto, atropela e mata pedestre na BR-262

Lidiane Kober

Alegando temer assalto, Julio Antonio Romero, 48 anos e de nacionalidade boliviana, atropelou, não prestou socorro e acabou matando Juliano Gildo Ferreira, 28 anos, na noite de ontem (15), na BR-262, na região urbana de Terenos, a 25 quilômetros da Capital.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A ocorrência foi atendida por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Com base em depoimentos de testemunhas, eles apuraram que o boliviano conduzia um ônibus da empresa La Preferida, no sentido Corumbá/Campo Grande.

No local, ele teria atropelado Juliano e seguido viagem, sem prestar socorro. Localizado mais tarde por agentes da Polícia Militar, próximo ao trevo do anel rodoviário, o boliviano disse que avistou dois homens seguindo à pé.

De repente, ainda segundo o motorista do ônibus, um deles se virou bruscamente e levantou um dos braços, atingido pelo retrovisor do veículo. Juliano teria caído, mesmo assim, o boliviano não parou por temer se tratar de um assalto.

Ainda em depoimento a PRF, o motorista relatou que o veículo que conduzia não passou por cima da vítima. Para ele, Juliano foi atropelado por um caminhão que seguia atrás do ônibus. Teste de teor alcoólico apontou que o boliviano não ingeriu bebida.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions