A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

12/07/2014 11:39

Motorista comete os pecados no trânsito que só enxerga no outro

Filipe Prado
Trânsito na Capital é palco de brigas diárias e estresse dos motoristas (Foto: Marcelo Victor0Trânsito na Capital é palco de brigas diárias e estresse dos motoristas (Foto: Marcelo Victor0

A cena é comum: motoristas estressados, criticando os erros dos outros condutores e que, muitas vezes, não percebem que estão praticando as mesmas infrações de trânsito. De acordo com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), a maioria dos motoristas que reclama de infrações praticadas pelos colegas ao lado, mas comete os mesmo erros.

Veja Mais
Olarte cobra ações para tornar trânsito mais seguro após 58 mortes
Mortes no trânsito da Capital este ano superam 7 primeiros meses de 2013

O motoboy Célio Cardoso, 32 anos, tem “100% de certeza” que muitos motoristas cometem as mesmas infrações que reclamam. Na profissão há 15 anos, ele confessou que muitas vezes errou no trânsito da Capital. “Eu acabei de fazer uma infração. Não liguei a seta ao virar, o que reclamo dos outros”, revelou.

Com uma frota de mais de 450 mil veículos em Campo Grande, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2012, Carlos Alberto da Costa, 45, garantiu que não há como acertar sempre no trânsito.

 

Com os erros, Carlos Alberto justificou dizendo que todos erram (Foto: Marcelo Victor)Com os erros, Carlos Alberto justificou dizendo que todos erram (Foto: Marcelo Victor)

Ele relatou que muitas vezes reclamou de outros motoristas, que não ligam a seta ao virar, mas acabou cometendo a mesma infração. “Todos erram. Quando estamos no trânsito esquecemos”, justificou Carlos Alberto.

O Chefe da Divisão de Operações de Trânsito, José Arruda, admitiu que muitos motoristas avisam a Agetran sobre erros no trânsito da Capital, mas quando vão verificar percebem que eles cometeram as mesmas infrações. “A maioria das reclamações tem fundamento, mas ao verificar constatamos que eles também cometem as mesmas infrações”.

Claudionor Miranda Bueno, 41, é um destes motoristas. Ele constatou que os condutores, quando estão com pressa, realizam muitas infrações, o que o incomoda, mas quando ele precisa chegar rápido em alguns lugar, comete os mesmo erros. “Isso acontece bastante”, disse.

Arruda apontou que a maioria das infrações realizadas pelos motoristas é de para em fila dupla e trafegar em velocidade acima da média permitida em bairros da Capital. “Agora nós estamos flagrando vários motoristas que estão dirigindo e usando o celular e também sem o cinto de segurança”, observou.




Sinceramente, falta educação e atenção no trânsito de Campo Grande, não usam a seta, dão seta depois que fez a curva, motociclista ultrapassando pela esquerda, e por ai vai, como sempre digo, tem que educar desde a infância, aprender a ser pedestre, ciclista e ai por diante, quem sabe assim melhore!!
 
Carlos Alberto Barbosa Corrêa em 13/07/2014 17:18:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions