A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

04/11/2012 08:40

Motorista é preso por dirigir embriagado após capotagem

Foram dois casos de condutores embriagados entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo

Nadyenka Castro

Motorista de um Fiat Uno, rapaz de 25 anos acabou preso por embriaguez após acidente no Jardim Caiobá, em Campo Grande, na noite desse sábado. O carro bateu em outros dois estacionados e também capotou.

O jovem teve algumas escoriações e foi autuado em flagrante por dirigir embriagado. Aproximadamente quatro horas depois, um motociclista foi preso pelo mesmo crime, na avenida Manoel da Costa Lima.

De acordo com registro policial, o Fiat Uno trafegava pela rua Cachoeira do Campo e próximo à rua Jeromita Maria de Souza o motorista perdeu o controle da direção, bateu em uma picape Pampa, capotou e depois colidiu em um Fiat Siena. Ambos os veículos estavam estacionados.

A PM (Polícia Militar) foi acionada e os militares verificaram que o condutor do Uno exalava odor etílico. Ele, que teve apenas algumas escoriações, fez exame de alcoolemia, sendo constatada a embriaguez e foi autuado em flagrante.

Cerca de quatro horas depois, um motociclista de 30 anos também foi preso por dirigir embriagado. Equipe da PM flagrou o piloto ‘furar’ o sinal vermelho, empinar a moto e sair em alta velocidade.

Os policiais deram ordem de parada, mas ele desobedeceu e houve perseguição. Depois de algumas quadras, o motociclista parou e foi verificado que exalava odor etílico.

Exame de alcoolemia apontou 0,58 miligramas de álcool por litro de ar expelido e ele foi autuado em flagrante por dirigir embriagado.

Os dois autuados por embriaguez tiveram a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) recolhida, terão que pagar multas e já pagaram fiança de R$ 1.240 cada um, para sair da cadeia.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves




Já pagaram fiança de R$ 1.240 cada um, para sair da cadeia! Eo prejuízo aos donos dos outros veículos? Além de fiança os mesmo deveriam pagar pelos estragos e só ser liberados assim que os consertos estirem prontos. Já que agora os mesmos estão passeando nas ruas e aqueles que não tiveram nada a ver ficam em casa e assumindo o prejuízo! se fosse eu, processaria o acusados eo juíz que deu alvará de soltura aos mesmos por associação ao crime (pois foi crime de depedração de patrimônio particular) e cobraria danos morais (pela impugnação dos acusados) e materiais (pelo prejuízo) tando dos acusados como do juíz que os libertou.
 
Alexandre de Souza em 04/11/2012 12:27:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions