A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

23/10/2012 08:29

Motorista se tranca em caminhão e Polícia tem que arrombar vidros

Paula Maciulevicius

O motorista de um caminhão que vinha do Mato Grosso teve uma crise nervosa na noite desta segunda-feira em Campo Grande. Ao ser abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), Luiz Henrique Vassi Pedrão disse estar em pânico, com medo de ser assaltado e se trancou na cabine. Ele ficou preso por 3h até que os bombeiros arrombaram o vidro e o retiraram. Ele foi levado para o posto de saúde do bairro Universitário.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Segundo a PRF, por volta das 19h, a empresa que faz o monitoramento do caminhão entrou em contato com a Polícia informando que o condutor que transportava grãos, estaria alterado. Os policiais esperaram o veículo passar pelo macroanel rodoviário.

Quando o caminhão passou, o motorista foi abordado na BR-163, próximo ao Posto Locatelli. Ele entrou no pátio do posto e quando os policiais pediram a documentação, o motorista jogou pela janela. Mesmo com a PRF dizendo que era a Polícia, ele falou que estava em pânico, não respondeu mais às perguntas e fechou as portas e vidros.

Luiz Henrique permaneceu com o caminhão ligado e para evitar que ele saísse com o veículo, funcionários de uma borracharia próxima ‘calçaram’ o caminhão para que ele não conseguisse sair dali.

Ainda assim o motorista se recusou a falar com a Polícia e abrir as portas. Outros caminhoneiros que estavam no local mexeram no filtro de ar, fazendo com que o caminhão apagasse.

Depois de várias tentativas, a PRF acionou os bombeiros. A esposa do caminhoneiro também compareceu ao local e tentou fazer contato com o marido. Eles chegaram a se falar pelo celular, mas a bateria acabou e ela não conseguiu fazer com que ele saísse do caminhão.

Representantes da empresa foram até o posto e autorizaram os bombeiros a quebrar o vidro da cabine para retirar o rapaz.

Segundo os bombeiros, Luiz Henrique estava deitado na cabine, com as mãos no peito e um corte superficial no tórax, em uma das mãos ele segurava uma faca. No veículo foram encontrados também 2 litros de bebida alcoólica, mas aparentemente intactos, segundo a PRF.

O motorista foi levado para o posto de saúde do bairro Universitário e a Polícia agora aguarda o laudo médico para verificar o que teria causado essa reação no condutor. A documentação do veículo e do motorista estava toda em dia. Luiz Henrique não tinha passagens pela Polícia e a carga que transportava também não tinha nada de irregular.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions