A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

11/08/2014 17:10

Motoristas e pedestres travam "guerra" sobre preferência na faixa

Filipe Prado
Motoristas e pedestres ainda disputam a preferência (Foto: Marcelo Victor)Motoristas e pedestres ainda disputam a preferência (Foto: Marcelo Victor)

Pedestres e motoristas ainda disputam a preferência em ruas e avenidas de Campo Grande. Quem dirige afirma que o pedestre não avisa nem espera para fazer a travessia. Por outro lado, quem anda a pé contra-ataca e relata que o condutor não respeita a faixa.

Veja Mais
Veículo sobre faixa de pedestre bloqueia passagem de pessoas no centro
Idosa de 82 anos é atropelada por moto ao passar na faixa de pedestres

Na Rua da Paz, em frente ao Fórum, a faixa de pedestres é localizada antes do semáforo. Nos horários de pico, eles sofrem para atravessarem a rua. “Nem sempre é ruim, mas na hora da saída do trabalho é difícil”, comenta Rafaela Gonçalves, 21 anos.

Como no ponto há um fluxo grande de veículos, os pedestres precisam sinalizar para atravessar, mas não é o que acontece normalmente. “Eu trabalho há dois anos pelo centro e percebi que o pedestre não sinaliza, ele somente entra em frente ao carro”, comenta o motorista Antônio Ferraz, 64.

Ele conta que alguns pedestres sinalizam e atravessam a via mesmo com o sinal aberto para os condutores. Mas Suely Benites, 21, afirma que o motorista não está certo. “Falta educação, respeito do motorista”, acusa.

 

Silvio afirmou que a falta de respeito é de todo o brasileiro (Foto: Marcelo Victor)Silvio afirmou que a falta de respeito é de todo o brasileiro (Foto: Marcelo Victor)

A Avenida Afonso Pena também possui pontos onde a faixa de pedestres não fica próxima a um semáforo, como em frente à Morada dos Baís. O carpinteiro Alex Arguelho Alves, 26, cobrou mais atenção dos pedestres no local. “Alguns param, mas a maioria não respeita, com isso temos que frear bruscamente para não passar por cima”, aponta.

No meio desta guerra, Silvio Garcia, 51, não diz quem está errado, mas culpa a população em geral. “Isso é a falta de educação do povo brasileiro”, avalia. Para ele, o comportamento fora do Brasil é diferente, “em menor proporção”.

O que normalmente se vê em Campo Grande são pedestres que atravessam a rua fora da faixa, mesmo estando há poucos metros da sinalização. "Isso é complicado, é em quase todo lugar", comenta Alex.

A manicure Patrícia Blini, 42, defende os motoristas. Ela diz que normalmente eles respeitam, mesmo que contrariados, mas observa que nas faixas onde há semáforos os condutores têm mais dificuldades. “O sinal abre, eles fazem a conversão, mas não respeitam os pedestres que estão na faixa”, observa.

Conforme a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), até julho deste ano, nove pedestres morreram no trânsito de Campo Grande. Número 30% menor, se comparado com o mesmo período de ano passado, quando morreram 13 pessoas.

Segundo Ivanise Rotta, chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran, os campo-grandenses precisam de uma mudança de cultura. Os motoristas acabam confiando excessivamente nos carros e na própria habilidade para dirigir.

Ela relatou que atualmente as principais causas de acidentes em Campo Grande são a velocidade excessiva, a embriaguez ao volante e avançar o sinal vermelho.

Nove pedestres morreram no trânsito da Capital (Foto: Marcelo Victor)Nove pedestres morreram no trânsito da Capital (Foto: Marcelo Victor)



Me desculpem mas a lei não é clara coisa nenhuma, se o simples fato da pessoa estar sobre a faixa fosse motivo para que o transito parasse imediatamente, não seria necessário haver semáforo de pedestre concordam? A campanha do pedestre aqui em Campo Grande foi muito, mas muito mal feita, ela serviu mais para confundir do que para esclarecer, o pedestre hoje, tem o mesmo pensamento do Luiz Pereira, ele acha que ao pisar na faixa o mundo vai parar para ele passar, as nuvens abrirão sobre sua cabeça, o sol o iluminará durante a travessia e uma música celestial começará a tocar. Não é bem assim, onde há semáforo para o pedestre, ele deve respeitar a ordem do sinal, se estiver fechado pra ele, infelizmente ele tem que esperar abrir ou o som que ele ouvirá será de freada ou de alguém xingando.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 12/08/2014 08:25:16
Existem dois problemas.
Um é a falta de educação de ambos, sou motorista e pedestre, quando estou de carro sempre dou preferencia, agora quando estou a pé, tenho dificuldades em determinadas situações, outro problema é a falta de projeto adequado em grande parte das faixas, simplesmente nos deparamos com muitas delas sem a marcação da retenção, aquela faixa branca antes a faixa de pedestres como podemos ver ma foto.
Agora só um recado pro amigo Luiz Pereira, o pedestre é sim obrigado a sinalizar, ou você é do tipo que não usa seta pra fazer uma conversão?
Nossa responsabilidade não é apenas não sofrer acidentes, mais também não causar acidentes, tem vias que podemos andar um pouco mais rápido e não somos obrigados a adivinhar quando alguém vai atravessar, questão de lógica e inteligência.
 
Oswaldo Ferreira em 11/08/2014 23:06:44
A lei é clara: na faixa, a preferência é do pedestre!!! Cabe ao motorista frear, nem que seja bruscamente (o que não vai acontecer se ele estiver dirigindo na velocidade compatível e com atenção). O PEDESTRE NÃO É OBRIGADO A SINALIZAR A TRAVESSIA. Em que artigo do CTB isso está escrito, meu caro repórter?
 
Luiz Pereira em 11/08/2014 17:43:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions