A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

17/08/2014 08:45

Motoristas usam menos o celular, mas aceleram e furam mais o sinal

Aliny Mary Dias
Aumento de carros e de tempo nas ruas é apontado por especialista como motivo de aumento de infrações (Foto: Marcelo Victor)Aumento de carros e de tempo nas ruas é apontado por especialista como motivo de aumento de infrações (Foto: Marcelo Victor)

A reclamação constante de quem dirige ou pilota pelas ruas de Campo Grande, o uso do celular, foi menos registrado, pelo menos em dados oficiais, nos primeiros sete meses desse ano em relação ao mesmo período do ano passado. As multas por dirigir e falar ao celular caíram 6% esse ano, mas por outro lado dirigir acima da velocidade permitida e furar sinal vermelho teve aumento de 21% e 47%, respectivamente.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Os números do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) assustam. De janeiro a julho desse ano, 19.374 mil multas foram registradas no sistema do órgão por furar o sinal vermelho, no mesmo período do ano passado o número chegou a 13.166 mil.

Outro aumento sensível nas estatísticas é o registro por transitar em velocidade superior a máxima permitida. Nos primeiros sete meses do ano passado, foram 82.382 mil registros e esse ano o número já saltou para 100.267 mil.

A boa notícia fica por conta do uso do celular ao volante. De janeiro a julho desse ano foram multados 7.679 mil condutores contra 8.225 mil no ano passado.

Outros números que também aumentaram são aqueles referente a dirigir sem possuir a carteira de habilitação. Esse ano, 2.569 mil pessoas foram multadas pela infração e nos primeiros sete meses de
2013 foram 2.133 mil registros.

O que mudou? - Para o professor do curso de Engenharia e Trânsito da Uniderp-Anhanguera e especialista no assunto, Jorge Monson, a redução nos registros de celular ao volante ocorreu principalmente em razão da mudança de postura dos jovens.

“Os projetos que vêm sendo feito em cima dos jovens tem feito com que a conscientização mude. Esses jovens são células que acabam não cometendo os erros dos pais”, explica.

Já o aumento dos registros envolvendo furar o sinal vermelho e dirigir acima da velocidade da via é reflexo da nova realidade do trânsito de Campo Grande. Para o professor, sem conscientização, não há como mudar o cenário.

“O trânsito da Capitall sofreu uma metamorfose pelo aumento de veículos e do tempo nas ruas. Com isso, o motorista fica mais estressado e acaba cometendo as infrações. É preciso ser implantados projetos de conscientização com foco nesses problemas”, diz.

Motoristas usam menos o celular, mas aceleram e furam mais o sinal



Eu acho que tá meio errado, não observei diminuição de quem fala no celular dirigindo, ando de moto e a gente vê bem quem tá falando no telefone e dirigindo, geralmente são as pessoas que fecham, diminuem bruscamente a velocidade ou mudam de pista com se só houvesse ele na rua...
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 18/08/2014 08:25:20
Só tem que ver como anda a fiscalização disso aí. Excesso de velocidade e furar sinal vermelho são fiscalizados por uma máquina. Já usar o telefone não.
 
Ronaldo Castor em 18/08/2014 08:10:30
Outro problema que causa irritação no trânsito, são esses lerdões que insistem em andarem em baixa velocidade na faixa da esquerda, aí você vem um pouco mais rápido pede passagem e o sujeito super educado faz sinal pra passar por cima, bem que dá vontade mesmo, vamo acorda gente, faixa da esquerda não é pra passear, é pra ultrapassagem, se você tá devagar vai pra esquerda, não manda o cara de trás passar por cima se não uma hora alguém passa mesmo!
 
Oswaldo Ferreira em 17/08/2014 12:14:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions