A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

10/09/2014 08:28

Mudanças de vias em mão única causam confusão na Rua Ceará

Alan Diógenes
Avenidas viraram sentido única e áreas de estacionamento foram criadas. (Foto: Marcelo Calazans)Avenidas viraram sentido única e áreas de estacionamento foram criadas. (Foto: Marcelo Calazans)

O reordenamento viário na Vila Célia e no Bairro São Francisco tem dividido opiniões entre os motoristas que passam pelo local. De um lado estão aqueles que aprovaram a transformação de ruas em mão única e do outro estão os que acreditam que a mudança está gerando uma confusão no trânsito. A maior discórdia ocorre na Rua Ceará, que foi atingida pelas mudanças nas ruas transversais.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A atendente Jociele Barros Lima, 32 anos, que trabalha em uma empresa localizada na rua Abrão Júlio Rahe que agora tem sentido único da avenida Ceará até a rua 13 de maio, falou que os acidentes são constantes no local por que muitos ainda não sabem da mudança. “Batidas entre veículos é comum aqui, que para nós já é algo natural”, comentou.

Condutores que trafegam pela Rua Ceará não podem mais fazer conversão à esquerda na Abrão Júlio Rahe, sentido Shopping Campo Grande, trecho que ainda é de mão dupla. Segundo Jociele, os motoristas não respeitam a proibição. “É por isso que acontece acidente, por que mesmo que a conversão à esquerda nesse local seja uma infração, o povo não respeita a lei de trânsito”, explicou.

Já a empresária Sarah Sleiman, 25, acredita que a mudança da rua em mão única ajudou a acabar com o congestionamento na região. “Antes existia muito tumulto aqui. Quem precisava tirar o carro do estacionamento ficava horas esperando por que o movimento era muito grande. Fora que a pessoa tinha que ficar olhando para os dois lados para ver se vinha carro para poder sair. Agora não a gente cuida um lado só. Ficou mais fácil”, destacou.

Outra via que se tornou mão única foi a José Antônio. Com a mudança áreas de estacionamento foram criadas nos dois lados da rua e o grande número de veículos que ficam estacionados no local está atrapalhando a visão dos motoristas. “As pessoas precisam parar no meio da rua para poder enxergar os carros que estão descendo pela rua Pernambuco, por exemplo. O fato tem aumentado causado acidentes”, apontou a empresária Joana Barbosa, 34.

O operador de caixa Franklin Nunes, 25, afirmou que houve pouca divulgação do reordenamento viário realizado pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), por isso os motoristas ainda confundem o sentido das ruas. “Eles ainda confundem muito. Acredito que deveria ter mais divulgação sobre as mudanças que aconteceram. Aqui o que se mais ouvem são buzinadas e reclamações por parte dos motoristas”, salientou.

Outras mudanças - Rua Amazonas: sentido único a partir da av.Ceará/rua 13 de maio (bairro-centro);
Rua Pernambuco: sentido único rua 13 de maio/Ceará (centro-bairro); Rua Eduardo Santos Pereira: sentido único total av.Ceará/rua 13 de maio (bairro-centro); Rua das Garças: sentido único rua 13 de maio /Ceará (centro-bairro); Rua Abrão Júlio Rahe: sentido único da av.Ceará/ rua 13 de maio. (bairro-centro).

Ruas Transversais - Rua Espírito Santo: sentido único av.Mato Grosso/Amazonas; Rua Alagoas: sentido único rua Amazonas/Mato Grosso.

Apesar de reforço na sinalização, condutores não respeitam lei de trânsito. (Foto: Marcelo Calazans)Apesar de reforço na sinalização, condutores não respeitam lei de trânsito. (Foto: Marcelo Calazans)
Sarah acredita que mudança evitou grande fluxo de veículos. (Foto: Marcelo Calazans)Sarah acredita que mudança evitou grande fluxo de veículos. (Foto: Marcelo Calazans)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions