A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

09/04/2012 17:26

Mulher fica gravemente ferida após se jogar em frente a ônibus

Elverson Cardozo
Mulher se jogou em frente a ônibus que seguia pela avenida Gury Marques. (Foto: Marlon Ganassin)Mulher se jogou em frente a ônibus que seguia pela avenida Gury Marques. (Foto: Marlon Ganassin)

Uma mulher de aproximadamente 30 anos ficou gravemente ferida após se jogar em frente a um ônibus de viagem, na tarde desta segunda-feira (9), por volta das 14h30, na região das Moreninhas, em Campo Grande.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A tentativa de suicídio ocorreu porque a vítima, identificada apenas como Elizete, tentou fugir do amante, com quem mantinha um relacionamento a cerca de dois anos.

No local do acidente, o companheiro, Aldo Borges da Costa, explicou que a mulher é casada, mas disse a ele que, embora morasse na mesma casa com o esposo, não tinha mais qualquer envolvimento com ele.

O problema é que, além do amante, Elizete mantinha outros relacionamentos extraconjugais. “Descobri que ela ficava com um monte por aí”, disse, acrescentando que discutiu com a mulher.

Com medo, Elizete tentou se matar. Aldo conta que a amante atravessou correndo a avenida e se atirou na frente do ônibus. A mulher foi socorrida por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário). Ela sofreu suspeita de fratura no braço direito e traumatismo craniano grave.

Amante (no meio) tenta se entender com esposo da vítima. (Foto: Marlon Ganassin)Amante (no meio) tenta se entender com esposo da vítima. (Foto: Marlon Ganassin)

Revelação - Sem muita alternativa, Aldo Borges – que afirmou ser funcionário de uma emissora de TV em Campo Grande - resolveu avisar o marido da amante sobre o acidente e aproveitou para revelar o caso extraconjugal.

“Mais vale a minha vida aqui agora do que essa história”, disse à imprensa, momentos antes de entrar na viatura da PM (Polícia Militar) e seguir para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Ainda dentro do carro, o amante tentou fazer uma ligação, mas foi impedido por um dos policiais. “Eu queria falar com a minha mãe...” revelou.

O esposo de Elizete foi ao local e, diante dos militares, conversou com Aldo. Ele não quis falar com a imprensa.




Comíco se não fosse trágico,mas se a moda pega, vai ter que mudar a rodoviária para outro local.
 
paulo henrique em 09/04/2012 09:37:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions