A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/02/2015 19:04

Mulher se fere ao ultrapassar pela direita e ser atingida por caminhão

Alan Diógenes
Motocicleta ficou a parte traseira destruída. (Foto: Marcelo Calazans)Motocicleta ficou a parte traseira destruída. (Foto: Marcelo Calazans)
Colisão envolveu caminhão basculante. (Foto: Marcelo Calazans)Colisão envolveu caminhão basculante. (Foto: Marcelo Calazans)

Uma mulher ficou ferida em um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta e um caminhão basculante, na tarde desta segunda-feira (9), no cruzamento da Avenida Júlio de Castilhos com a Tamandaré, em Campo Grande. A condutora tentou fazer uma ultrapassagem pela direita quando foi atingida pelo veículo.

Veja Mais
Família morta em colisão na BR-163 será enterrada nesta tarde na Capital
Empresário morto em colisão casou dia 17 e usou moto para entrar na festa

A vendedora autônoma Orlinda Cardoso, de 65 anos, conduzia uma Honda Biz 125 cilindradas, de cor azul, quando o acidente aconteceu. A parte traseiro da motocicleta ficou destruída e ela teve escoriações pelo corpo e uma fratura de fêmur. Devido aos ferimentos, teve que ser encaminhada pelo Corpo de Bombeiros para o posto de saúde da Vila Almeida.

A advogada Dayana Rosa, 26 anos, filha da vítima, foi até o local prestar apoio à mãe. Ela estava indo para uma igreja no Centro da Capital, quando ficou sabendo do fato. “Fiquei muito assustada e vim correndo saber o que tinha acontecido. Ainda bem que não foi nada muito grave, agora vou fazer a liberação da motocicleta”, comentou.

O condutor do caminhão, Ademir Sipriano da Silva, 41 anos, fazia o transporte de cerâmicas para uma empresa quando a colisão aconteceu. Ele explicou como foi o acidente.

“Eu seguida pela Tamandaré e ela seguida atrás de mim. De repente dei a seta para entrar na Júlio de Castilhos e e escutei o barulho do impacto. Não consegui ver ela por conta do ponto sego. Depois eu parei e prestei assistência até a chegada só socorro”, finalizou Ademir.

A condutora tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a documentação da motocicleta estava em dia. Uma viatura e dois homens do Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito).

Para atender a ocorrência, Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) foi acionado. (Foto: Marcelo Calazans)Para atender a ocorrência, Bptran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) foi acionado. (Foto: Marcelo Calazans)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions