A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/06/2012 12:41

Nas ruas, pedestres e condutores dividem medo da violência sob rodas

Mariana Lopes

Para população, falta de consciência é principal motivo de acidentes

Nas ruas, população anda com insegurança (Foto: Minamar Júnior)Nas ruas, população anda com insegurança (Foto: Minamar Júnior)

A onda de acidentes ocorridos no trânsito de Campo Grande nas últimas semanas, muitos com mortes, tem deixado motoristas, pilotos e pedestres com receio de andar ou trafegar pelas ruas. E para a população, a violência que chega sob rodas tem uma origem única: a falta de consciência e prudência.

Em uma semana foram cinco mortes provocadas por acidentes envolvendo carros, motos e pedestres. Na maioria dos casos, provocados pelo desrespeito à sinalização. O impacto desses números, além das perdas que abalaram famílias e destruíram sonhos, é a insegurança nas ruas.

A dona de casa Alzira Izidório Alves, 61 anos, quase entrou na estatística. Ela conta que na semana passada por pouco não foi vítima de atropelamento. “Eu estava atravessando na faixa e o carro furou o sinal vermelho, quase em pegou”, lembra.

O medo que dona Alzira já tinha em andar pelas ruas, principalmente no centro da Capital, aumentou depois do episódio. “Os motoristas andam em alta velocidade, não param. Eu tenho problema de coluna, não posso correr, como é que faço para atravessar a rua, se eles não respeitam a gente?”, pontua dona Alzira.

Acostumada a atravessar todos os dias a avenida Afonso Pena, palco de muitos acidentes, a operadora de caixa Silvana Candido, 27 anos, concorda que falta mais conscientização dos motoristas, mas também destaca a falta de fiscalização. “É muito difícil ter policiamento de trânsito nas ruas, e isso acaba gerando insegurança, principalmente na nas conversões, que nunca dá para saber de quem é a vez de passar”, observa a jovem.

Na expressão de dona Alzíra o medo de atravessar as ruas depois de quase ter sido vítima de atropelamento (Foto: Minamar Júnior)Na expressão de dona Alzíra o medo de atravessar as ruas depois de quase ter sido vítima de atropelamento (Foto: Minamar Júnior)
Jair alerta que educação, inclusiva a no trânsito, vem de berço (Foto: Minamar Júnior)Jair alerta que educação, inclusiva a no trânsito, vem de berço (Foto: Minamar Júnior)

Já o taxista Ricardo Alexandre Bortoleto, 35 anos, rasga o verbo e chama a atenção para a falta de fiscalização durante a madrugada, em saída de baladas. “Muitos acidentes são causados por bebedeira de gente que saí de bares depois de encher a cara. Cadê a polícia nessa hora? Já que sabem que isso acontece... Só servem para multar”, opina.

Em cada cidadão, é perceptível o misto de apreensão e revolta que a violência no trânsito tem causado. “No trânsito, é preciso cuidar de si e dos outros, infelizmente falta educação, e isso vem de berço”, diz o auxiliar de escritório Jair Carvalho, 36 anos, que, segundo ele, desde cedo orienta os filhos, um de 12 e outro de 14 anos, a como se comportarem no trânsito.

Segundo o comandante da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), tenente-coronel Alírio Vilassanti, 50% doa acidentes são provocados por jovens condutores de 18 a 30 anos.

“A maior causa é realmente o desrespeito à sinalização, o fator de risco alia velocidade à alcoolemia”, pontua Vilassanti. De acordo com dados passados pelo comandante, no ano passado foram 750 acidentes com pessoas embriagadas ao volante.

Sobre a fiscalização, Vilassanti garante que há policiamento nas ruas em todos os horários. “O problema é que dirigir após ingerir bebida alcoólica é um comportamento cultural, é preciso uma mudança de mentalidade”, diz.




O que gera acidentes de transito, é além da imprudencia e falta de educação por parte de muitos condutores, é a total omissão do ESTADO na FISCALIZAÇÃO.
A policia de transito tem que ter uma atuação enérgica e uma participação mais efetiva no controle e orientação do transito. A presença do policial de transito, atuando com rigor nas ruas, com certesa inibe a atuação dos transgressores.
 
Francisco Braz em 05/06/2012 12:14:22
Todos Temos Culpa no Transito, Tanto Pedestre Quanto Condutor. Mas o Maior Culpado Por Tantos Desastres no Transito é a Impunidade. Tem Muita Gente Que Mata e Aleja Outros Aí No Transito e Vão Responder em Libertdade Dirigindo e Recebendo Na Boa.
 
Gilberto Bras em 05/06/2012 11:03:43
Concordo que muitos acidentes são causados por motoristas embriagados. Mas são só esses que vão pra mídia. A grande maioria é causada por motoristas mau educados mesmo, sóbrios e que não respeitam as leis. São os piores, pois estão conscientes de que estão fazendo errado e mesmo assim o fazem.
 
Bruno Nodes em 05/06/2012 09:58:23
ENQUANTO NOSSO GOVERNANTE SE PREOCUPAR COM POLUIÇÃO VISUAL FAZER JARDIM BONITO E O TRANSITO E A SAUDE ENTREGUE AS TRAÇAS .. VERGONHA DESSES POLITICOS CADE VEZ MAIS FAZENDO O POVO DE BOBO . GENTE ACORDA PRA REALIDADE
 
RANDOLFO GOMES em 05/06/2012 08:53:00
Existem certos condutores de motos e carros que em uma reta de 100 metros querem atingir uma velocidade superior a 100 km/h, é aí que mora o perigo pois quem anda em alta velocidade tem menor chance de desviar de algum obstáculo que estiver à frente, por isso sou a favor de veículos elétricos ou de baixa potencia que desempenhe baixa velocidade, se quiser correr vai ao autódromo.
 
Humberto José em 05/06/2012 08:48:44
Esses pedestres agora acham que a faixa branca é isenta o sinal vermelho. Senhores eng. E transito da agetran (se é que existe em c gde.) expliquem para os pedestres, eduquem sobre o uso da faixa de pedestre. Essas faixas na esquina após o sinal nao tem sentido. Ela é uma ratoeira. Ainda mais sem ensinar a usar.
Estou falando aqui de brasilia onde existe faixa e funciona, é sinalizada...
 
Fabiano pontes em 05/06/2012 07:57:09
Enquanto essa turminha de agetran ficar andando nas calçadas, em dupla (para usar mais o contingente) apenas fiscalizando os carros parados que nao acionaram o temporizador do flexpark vai continuar isso. CARRO PARADO NAO PROVOCA ACIDENTE.
ELES TEM QUE ASSUMIR A RESPONSABILIDADES NO TRANSITO EM MOVIMENTO.
 
Fabiano pontes em 05/06/2012 07:52:21
OLHA EU NÃO ACHEI NEM UM POUCO DE INTERESSE NAS FAIXAS PARA PEDESTRE SE ATE EM SEMAFARO ESTÃO MORRENDO IMAGINA NESSAS FAIXAS EU ACHAVA MELHOR COLOCAR POLICIA AI SIM MAS SENÃO É MELHOR TIRAR. EU PASSO TODO OS DIAS NA FAIXA EM FRENTE AO SHOPPING CAMPO GRANDE MAS OS CARROS NÃO PARA PARA A GENTE PASSAR. ESSES DIAS O CARA BATEU NA TRASEIRA DO CARRO QUE PAROU PRA GENTE PASSAR. EU NÃO CONFIO NESSA FAIXAS
 
ANDREIA PRISCILA em 05/06/2012 01:31:33
É infelismente a desordem ta sendo uma via de mão dupla, de um lado estão alguns pedestres que não sabem o que é lei de transito e acham que sempre tem direito ate quando é preferencial dos veiculos e do outro os motoristas imprudentes que nem parece que fizeram auto escola, não dao seta quando vao fazer alguma utrapassagem ou vao entrar em algum ponto, furam sinal vermelho ou ficam intimudando
 
maria helena saviolli em 04/06/2012 10:54:03
continuando o comentário.... o governador disse"cadeia para quem bebe e dirige"para começar deveria ser lei federal não vender bebida alcoolica nos postos de combustiveis,mai rigor nas penalidades,fiscalização,conscientização da população,multas severas e muitas carteiras canceladas,policias nas ruas,de dia,de noite e nas madrugadas e muita conversa dos pais com filhos sobre a bebida e puniçao já.
 
sandra rojas de oliveira em 04/06/2012 08:59:52

concordo com muitos comentários acima.eu mesma fui multada entre a quatorze e a barão,por que o sinal estava aberta para o carro(eu dirigia) e os pedestres mal informados e mal educados começam a atravessar a faixa quando esta aberta para o carro..atras de mim muitos buzinavam e também fis o mesmo,e teve gente que ainda disse.passa por cima.é um absurdo..estao interpretando errado essa atravessi
 
sandra rojas de oliveira em 04/06/2012 08:56:28
Concordo com vc suelem. No sábado a tarde eu trafegava pela Candido mariano e esquina com a 14 de julho uma pedestre simplismente entrou na faixa eu estava a 40km freei e, se tivesse vindo um carro atras e batido em mim? Ah! o sinal estava VERDE pra carro. Fiquei tão nervosa que meti buzina. Sabe o que a pedestre fez? Riu de mim e mandou que eu passasse por cima.
 
Marisangela Gama em 04/06/2012 07:03:29
Campo Grande já passou da hora de providenciar sincronização nos semáforos da área central e adjacências, facilitando a tráfego de pedestres e veículos. Muitas cidades bem menores do que a nossa têm. Tudo bem estamos vendo obras, mas são verbas do PAC. E o dinheiro do IPTU para essas pequenas benfeitorias?
 
Ezio José em 04/06/2012 06:02:32
Falta de consciência, educação, bebedeira, aliada à falta de policiamento nas ruas; a mídia poderia ser um aliado muito forte do Estado e principalmente da população, se percorressem algumas avenidas, como por exemplo, a norte sul, em ambos os sentidos, divulgando as filmagens e cobrando posições firmes das autoridades. o que que motoristas e motociclistas fazem naquela avenida é de arrepiar.
 
Douglas de Deus em 04/06/2012 05:36:47
Realmente a situação tá muito crítica e fora de controle. Falta tudo nos motoristas daqui, consicência, respeito, precaução, amor a vida, educação, etc....E por falar em educação, com certeza demorou pra ser tornar uma disciplina nas escolas, Educação no Trânsito, quem sabe as futuras gerações teriam um pouco mais de segurança para se locomover. Enquanto isso não aconteçe, só rezando mesmo.!
 
Márcia Silva em 04/06/2012 05:27:15
Concordo com vc, Nehemias, tem gente que abusa da velocidade e aí que vem o problema. Mas o argumento que usei de "abusado" foi porque exatamente eu estava devagar, esperei o fulano passar bonitão sendo que o sinal estava verde pra mim, e não é na esquina de lá, onde existe a possibilidade de conversão, ou seja, ali nesse local o povo tem que esperar fechar o sinal SIM! A lei vale pros dois!
 
Suellen Kemp em 04/06/2012 05:09:31
Tá impossível atravessar uma rua central sem quase ser atropelado, todo dia. O pessoal sai atrasado pra ir pra onde tem q ir, aí tenta compensar isso dirigindo muito mais rápido. Isso sempre acontece. Falar que tem pedestre "abusado" as vezes não é o melhor argumento, se um carro estiver em altíssima velocidade. A Afonso Pena virou pista de corrida depois do recapeamento. A vida vale mais q isso.
 
Nehemias Lili em 04/06/2012 04:56:56
Campo grande sempre foi conhecida por suas ruas largas e de alta velocidade. O que esta acontecendo de errado em outras capitais o trânsito funciona! E muitas vezes com uma frota maior. Acho que o que falta é competência técnica.
 
Juarez Goncalves em 04/06/2012 04:25:07
Mas vou te falar, tem pedestre ABUSADO TAMBÉM. Esses dias, eu estava passando na esquina da Afonso Pena com a 14, no sentido shopping, ou seja, nem era por conta da conversão, e tinha pedestre tranquilão passando no sinal verde pra mim. Ainda bem que eu sempre ando devagar, ainda deu tempo de eu chamar a atenção do cara e o cidadão bateu a mão na traseira do meu carro!
 
Suellen Kemp em 04/06/2012 04:19:00
Olha para quem está na calçada, como pedestre, deve ficar atento, pois a qualquer momento um bêbado ou um descuidado pode te atropelar. Se você está dirigindo e para no semáforo, fica de olho no retrovisor, pois algum doido pode bater na sua traseira, ou seja, saiu de casa, olha até pro céu para se precaver. Talvez assim você consiga ir para o trabalho e retornar inteiro.
 
Lúcio Xarão em 04/06/2012 03:27:29
UM ABSURDO...o que mais tem que inventar para o ser humano ter conciência no trânsito??...semáforo...quebra-molas...tacógrafos...lombadas fixas...lombadas eletrônicas...multas...cnh...blitz...enfim...entre outros metodos ,mas nada disso resolve se nao tiver educação que começa em casa e segue no transito,conciência.O amor pela vidas dos outros já se perdeu!!!
 
PAULO COELHO em 04/06/2012 02:58:42
Para acabar com isso, só conscientização. Eu acho que o governo deveria investir em programas de educação. Não só isso, mas anunciar aos quatro cantos os perigos de andar nas ruas sem os devidos cuidados. Isso pode trazer bons resultados para a cidade. Só assim poderemos transitar, todos, em perfeita harmonia.
 
Fernando Basso em 04/06/2012 02:56:54
UMA BOA DOSE DE EDUCAÇÃO E CONSCIENCIA, AMOR A VIDA SERIA SUFICIENTES, TODOS TEM PRESSA, OS SENHORES CONDUTORES DE MOTO VEM COSTURANDO ELES QUE SÃO AS VITIMAS MAIORES POIS O CORPO DELES FUNCIONA COMO PARACHOQUE, NÃO A MINIMA CONSCIENCIA, E NOS BAIRROS É PIOR ENQUANTO NÃO ACONTECE COM A GENTE NÃO APRENDE, E EDUCAÇÃO E CALMA GENTE SE NÃO E MORTE MESMO
 
jane fernandes souza em 04/06/2012 02:44:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions