A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

02/07/2012 14:40

Negada liberdade a motorista que matou motociclista no Vida Nova

Nadyenka Castro

Decisão do TJMS em caráter liminar mantém o condutor do Gol na cadeia

Motocicleta parou entre muro e ponto de ônibus e corpo de rapaz aproximadamente 5m depois. (Foto: Mariana Lopes)Motocicleta parou entre muro e ponto de ônibus e corpo de rapaz aproximadamente 5m depois. (Foto: Mariana Lopes)

Decisão do desembargador Francisco Gerado de Souza, da 1ª Câmara Criminal do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), mantém na prisão Rubinho Silva de Souza, de 24 anos, que atropelou e matou Luiz André Gonzales dos Santos, de 19 anos, no dia 10 de junho no bairro Vida Nova, em Campo Grande.

A decisão em resposta ao pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Rubinho é em caráter liminar. O desembargador-relator pediu mais informações sobre o caso.

Agora, o pedido de habeas corpus será analisado pelos demais desembargadores da 1ª Turma, os quais podem manter Rubinho na prisão ou determinar a soltura dele.

Rubinho está preso desde o dia do acidente. Dois dias depois o flagrante foi convertido em prisão preventiva e a defesa dele pediu a revogação.

No pedido de revogação da prisão preventiva, a defesa alegou que Rubinho é réu primário, tem residência fixa e ocupação lícita. O MPE (Ministério Público Estadual) não aceitou o pedido.

O juiz Alexandre Ito manteve a preventiva, alegando que não houve alteração das circunstâncias que respaldaram a conversão da prisão, especialmente porque os fatos foram recentes.

A defesa de Rubinho então recorreu ao TJMS, cuja liminar foi indeferida nesta segunda-feira.

O acidente - Luiz André conduzia uma moto Suzuki, quando foi atingido na traseira pelo Gol, conduzido por Rubinho Silva de Souza.

Com o impacto da batida, a motocicleta foi parar entre um muro e o ponto de ônibus. O corpo de Luiz foi arremessado a cinco metros. A vítima morreu no local do acidente.

Segundo a Polícia, o motorista do carro, Rubinho, apresenta sinais visíveis de embriaguez e tentou fugir do local do acidente, mas foi pego cinco quadras depois.

Na motocicleta além de Luiz André estava também Tainara Antônio de Oliveira, 17 anos. A adolescente foi socorrida pelos bombeiros e levada para a Santa Casa com ferimentos leves.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions