A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

08/12/2013 08:11

Nos últimos dez anos, acidentes aumentam 170,7% em Campo Grande

Lidiane Kober
Em 10 meses, juizado de trânsito atendeu 3.641 acidentes em 2013 (Foto: Cleber Gellio)Em 10 meses, juizado de trânsito atendeu 3.641 acidentes em 2013 (Foto: Cleber Gellio)

De 2003 para 2013, o número de acidentes com apenas danos materiais aumentou 170,7% em Campo Grande. De acordo com o Juizado de Trânsito, há 10 anos foram 1.345 ocorrências, de janeiro a outubro, contra 3.641 no mesmo período de 2013.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

No ano passado, o número de acidentes bateu recorde, com 4.450 registros nos 10 primeiros meses. De janeiro a outubro de 2010, foram 3.785 casos contra 3.603, em 2011; 3.450, em 2009 e 1.412, em 2004. “Na medida que aumenta a frota de veículos, aumentam os acidentes”, explicou o chefe do juizado de trânsito, Nélson Ávila da Rosa.

A equipe atende, das 7h às 22h, apenas acidentes sem vítimas. O trabalho é maior nos horário de pico e na sexta-feira. “Acho que o pessoal está cansado e sai distraído e com pressa do serviço e o resultado são mais ocorrências”, avaliou a conciliadora do juizado, Débora Camila da Silva Lira, 28 anos.




e só vai piorar a cada dia..
 
Paulo Henrique em 08/12/2013 22:12:19
NÃO SEI PORQUE FISCALIZAÇÃO,SE O CONDUTOR SABE QUE NÃO PODE BEBER E DIRIGIR E AI A CULPA É DO AGENTE DE TRÂNSITO COMO EU QUE TEM QUE FICAR NAS ESQUINAS PARA DIZER A ELE QUE ISSO NÃO É PERMITIDO,FALA SÉRIO.A COMUNIDADE TEM QUE PEDIR NA VERDADE UMA DELEGACIA ESPECIALIZADA EM TRÂNSITO( POIS OS DELEGADOS COM MAIS MISSÃO NÃO INTERAGEM SÓ COM TRÂNSITO) E MUDANÇA NA LEI DE FIANÇA QUE SE PAGA E SAI, PEGA O CARRO E FAZ MAIS BESTEIRAS,TEM QUE CUMPRIR UMA PENA PARA PUNIR
OS CONDUTORES QUE INSISTEM EM FAZER DO CARRO UMA ARMA.
 
Luiz Carlos em 08/12/2013 19:37:30
Podemos somar a esses números os acidentes com vítimas atendido pela Bptran, é um estado de calamidade pública, e nem tem como culpar as vias que são amplas, sem muitos desníveis, bem sinalizadas, a malha asfáltica deixa muito a desejar, mas analisando grosseiramente, a vias são boas, a frota de veículos de Campo Grande esta entre as mais novas do País, isso me leva a seguinte conclusão: A educação no trânsito é o grande culpado dessa Calamidade.
 
Gilson Carvalho em 08/12/2013 18:14:43
Blitz,blith,blith, senao nao vai diminuir os acidentes.
 
santos filho em 08/12/2013 15:20:07
O resultado não poderia ser outro: o número de carros e motos cresceu muito em 10 anos, e A FISCALIZAÇÃO DESAPARECEU!!! Onde está a PM e a Agetran? Onde estão os bafômetros, radares e agentes? Os guardas só aparecem DEPOIS dos acidentes. As pessoas já nem se dão ao trabalho de tirar habilitação (a quantidade de acidentes com motoristas não habilitados mostra isso), e dirigem sem ser incomodadas. Em nenhum lugar do mundo o respeito às leis é baseado apenas na cultura e civilidade: a fiscalização é necessária.
 
Eloy Marques em 08/12/2013 12:50:06
É cultural. A sociedade campograndense, não sei porque. é formada por cidadãos prepotentes e provalecidos. Agregado ao estresse da vida moderna, o cidadão está no fio da navalha emocionalmente, deixando-o imprudente e negligente, pois a cabeça está nas contas a pagar, nos chefes e patrões abusivos, problemas familiares, enfim, o homem atual não sabe para qual lado olhar, e acaba causando acidentes,(metáfora). A lei diz: não fale ao celular dirigindo, aí que o cara fala (prepotente, provalecido). Não dirija se beber, aí que o cara bebe (prepotente, provalecido). Respeite os sinais de trânsito, ai que o cara passa no vermelho (prepotente, provalecido). Ame ao próximo como a si mesmo, ai que o cara machuca, aleja, mata, atropela, bate, furta, rouba, engana, ofende (prepotente e provalecidos).
 
Alexandre Moraes em 08/12/2013 11:28:06
Como não poderia acontecer tantos e tantos acidentes?
1ª Avenidas com uma só pista como exemplo a Júlio de Castilho depois de revitalizada ficou pior, ninguém está olhando a calamidade que a mesma está a proporcionar.
Cadê o corredor de ônibus?
2º Campo Grande não expande os Governantes não dão incentivo para que o Comércio pesado saia do Centro
3º Já é tempo de Construir viadutos e túneis nos principais cruzamentos etc.
Em resumo os Governantes de Campo Grande não olham para nada em consequência está ahí a calamidade, a cidade não desenvolve, fica tudo tumultuado, Então é lógico que tem de aumentar os acidentes
 
José Ferreira Rosa em 08/12/2013 11:08:38
Não há mecanismos por parte das instituições que regulam e fiscalizam o trânsito em Campo Grande para coibir as inobservância das precauções necessárias na condução, v.g., ninguém vê agentes de trânsito no princípio da manhã, após às 19:00 horas e nos finais de semana, momentos esses onde se constata as imprudências nas vias, logo a sensação de impunidade é que alimenta motoristas e motociclistas irresponsáveis.
 
Marcelo Mendes em 08/12/2013 10:09:10
E SE NAO HOUVER FISCALIZAÇÃO INTENSA, ATUANTE DIARIAMENTE, BLITZ, DIA, TARDE E NOITE, ACOMPANHAR BAILES, FESTAS COM BEBIBAS LIVRES, TEREMOS UM CAOS DE ACIDENTES EM BREVE.
 
LUCIANO MARQUES em 08/12/2013 09:27:37
transporte publico de má qualidade ( lotado - demora - caro - até 23 horas - etc...)
logo então:
carros + motos = ACIDENTES
 
Andreia Pereira em 08/12/2013 08:46:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions