A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

25/07/2012 12:04

Novidades para os ônibus prevêem até aplicativo que facilita locomoção de cegos

Paula Vitorino e Aline dos Santos
Rudel diz que inovações pretendem informatizar transporte da Capital. (Foto: Mariana Lopes)Rudel diz que inovações pretendem informatizar transporte da Capital. (Foto: Mariana Lopes)

Nos próximos meses o transporte coletivo de Campo Grande deve ser turbinado com novas tecnologias, com direito até a aplicativo no celular para facilitar a locomoção de deficientes visuais.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

São três principais inovações que serão lançadas, além de assinatura de ordens de serviços para modernização semafórica e implantação do Centro de Controle Operacional dos semáforos.

De acordo com o diretor da Agetran, Rudel Trindade, o objetivo do pacote lançado em comemoração ao aniversário de Campo Grande é a informatização e modernização do transporte na Capital.

O primeiro lançamento será no dia 2 de agosto, com a implantação da rede de internet sem fio em todos os terminais de ônibus. Os cerca de 40 mil usuários que passam diariamente por cada terminal da Capital poderão acessar a rede wireless gratuita enquanto esperam o ônibus.

A mais inovadora novidade, com aplicativo do transporte coletivo para o celular de deficientes visuais, será lançado no dia 30 de agosto. O sistema vai permitir a consulta de itinerário e horário dos ônibus por meio do aplicativo gratuito.

O sistema foi desenvolvido após mapeamento dos pontos e dos ônibus utilizados pelos integrantes do Ismac (Instituto Sul Matogrossense para Cegos Florivaldo Vargas).

Rudel explica que o usuário vai poder saber o horário do próximo ônibus e depois que estiver no veículo ser informado sobre por quais pontos está passando.

A tecnologia poderá ser utilizada por cegos, mas Rudel anuncia que este já é um “embrião” para a ampliação do serviço a toda a população. A proposta é disponibilizar em seguida para cadeirantes e depois estender a todos os usuários do transporte público.

O terceiro lançamento tecnológico também tem o objetivo de facilitar a vida do usuário de transporte coletivo. O sistema de recarga dos créditos dos cartões de ônibus será online para que os créditos sejam contabilizados instantaneamente.

“O cidadão que compra R$ 50 de crédito, então a informação vai para uma antena para creditar, o que pode ter uma defasagem de minutos ou horas, mas agora com o sistema online esse espaço de tempo vai acabar”, explica Rudel.

Segundo ele, a demora para creditar o saldo podia demorar entre 2 minutos e 2 horas.




Com o valor do vale transporte (absurdos R$ 2,85) isso não é nada perto do que a prefeitura tem a Obrigação de fazer! Como se não bastassem os pontos de ônibus pífios (e horríveis) que gastaram dinheiro público (nosso) para fazer, acham que estão descobrindo a roda com essas "tecnologias"!. Abre o olho minha gente
 
Ricardo Franco em 25/07/2012 12:50:00
ENQUANTO ISTO, SE EU NÃO TIVER CARTÃO NÃO SOU TRANSPORTADO, NO MEU BAIRRO MESMO TENHO QUE ANDAR 6 QUADRAS PARA COMPRAR CARTÃO
 
Adrielle Santos Goes em 25/07/2012 12:48:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions