A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

02/01/2014 15:12

Novo presidente da Agetran quer rever radar com velocidade de 30k/h

Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos
Jean Saliba, que foi presidente do Crea, quer dar maior fluidez ao trânsito (Foto: Marcos Ermínio)Jean Saliba, que foi presidente do Crea, quer dar maior fluidez ao trânsito (Foto: Marcos Ermínio)

O novo diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), engenheiro civil Jean Saliba, anunciou que vai rever os radares com velocidade máxima de 30 quilômetros por hora. O objetivo é adotar medidas para dar maior fluidez ao trânsito.

Veja Mais
Agetran recua, de novo, e limite em radares volta a velocidade de 50 km/h
Radares de algumas ruas terão nova velocidade; na Mato Grosso já mudou

“Acho que 50 km/h é uma velocidade boa”, afirmou o dirigente, que foi empossado na segunda-feira passada. Ele assume a vaga de Kátia Castilho, que deixou o cargo após o prefeito Alcides Bernal (PP) entregá-lo ao PTB.

“Precisamos também rever onde, de fato, precisa ser de 30 km/h. Em alguns locais, o 30 km/h pode ser um pouco exagerado. Mas precisa fazer essa análise um a um”, explicou o novo chefe da Agetran, que deve concluir os estudos em dois meses.

Um dos locais que pode ter mudança é o Parque dos Poderes, onde os radares estão com o limite máximo de 30 km/h. “Pode ser feita uma graduação que possa dar fluidez ao trânsito”, explicou. No entanto, no local, os equipamentos são controlados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Vai e vem – Esta não é a primeira vez que a Agetran tenta mudar o limite de velocidade de algumas vias em Campo Grande. No início do segundo semestre do ano passado, o órgão chegou a cogitar elevar a velocidade de 50 km/h para 60 km/h.

No entanto, a medida causou polêmica e a agência decidiu manter os limites de velocidade estabelecidos. Contudo, a expectativa era mudar apenas nas saídas, como nas avenidas Duque de Caxias, na saída para Aquidauana, e Gury Marques, na saída para São Paulo.

A justificativa para a mudança foi a mesma adotada por Saliba, dar maior fluidez ao tráfego de veículos na Capital. Na época, na avenida Mato Grosso, em frente ao Pavilhão Albano Franco, a placa de sinalização foi trocada.

“Voltamos atrás com essa posição porque é de consenso e mais lógico de acordo com a campanha educativa. Em 2013, o foco foi o alcoolismo. Para 2014, o tema será a velocidade. Do que adianta a campanha educativa se a sinalização não tem eficácia”, justificou a ex-diretora-presidente da Agetran, Kátia Moraes Castilho.




Eu não entendo por que não pode dirigir falando ao celular! Ah já sei perde a atençao no transito.
E motorista de onibus tem que dirigir e cobrar a passagem , tambem não perde a tenção no transito?
 
Pedro Joaquim da silva em 07/01/2014 22:14:20
Para resolver a questão do transito, só com multa pesada, educar crianças para um transito
futuro eu sou a favor, agora sair pelas ruas entregando panfletos para educar motoristas marmanjos, é uma palhaçada, pois eles estudou nas auto escolas e sabe tudo de transito,
quando eles for multado com uma multa bem pesada ai ele lembra da lei e regras de transito.
Cade a lei seca?
 
Pedro Joaquim em 07/01/2014 22:09:18
Engenheiro Jean Saliba, agora sim, Campo Grande agora vai ter uma pessoa altamente competente, conhece os problemas do transito de nossa cidade e com certeza vai resolve-los. Parabéns Jean... Sucesso!!
 
Razuk Jorge Neto em 03/01/2014 09:17:38
Estamos sendo obrigados a pagar pra ver o que será do futuro de nosso trânsito. As nossas autoridades teimam em fazer vista grossa para as reais causas do estado caótico que é culpa da somatória de 3 fatores: Transporte coletivo péssimo + aumento descontrolado da frota + extrema imperícia dos condutores. É o cachorro correndo atrás do rabo, pois um problema puxa o outro.
 
Adercio Barbuio Junior em 03/01/2014 08:56:15
se aumentar a velocidade acho que ficara melhor, o motorista que anda a 30km é um absurdo, se quer andar a 30 vai de bicicleta, alguns não sabem nem dirigir direito e querem ser dono da verdade, os veiculos de hoje tem toda estrutura e segurança, ta certo que algumas estradas estao ruins. mas na minha opiniao tem que ser aumentado a velocidade inclusive nas estradas se um carro esta a 99km , como voce vai conseguir ultrapassar a 100km? isso sim causa acidentes.
 
tarcisio m senuma em 03/01/2014 08:40:47
Tem que melhor é o centro adotar as faixas da direta e esquerda como pista nos horários de pico, ou seja em determinado horário não pode mais estacionar na faixa da direita, pois a mesma passa a ser via de circulação....engraçado que na 13 e na 14 existe faixa de estacionamento dos dois lados que atrapalha muito o fluxo, pois se alguém vai estacionar em ambos os lados fecha as duas faixas, isso em nenhuma capital adota mais faixa de estacionamento de ambos os lados, nem existindo mais a faixa de estacionamento, logo a prefeitura e alguém ligado a ela ganha com o flex parc.
 
Fernando Oliveira em 03/01/2014 08:37:11
Até que enfim alguém de bom senso entrando no comando! Quem é à favor de radares de 30km por hora na CAPITAL do estado deve ser a mesma pessoa que continua dirigindo a 30 por hora na PISTA DA ESQUERDA! Ora gente, vamos ter bom senso! Estamos em uma cidade de quase um milhão de habitantes! Há muito tempo Campo Grande não é mais uma cidade pequena de interior! Só a mentalidade de muita gente continua "interiorana"! Pra capital ser uma fazenda asfaltada, além da mentalidade "matuta" de muitas pessoas, só faltam trocar os carros por charretes! E não esqueçam: a velocidade dos radares, até então, é de TRINTA por hora e não de QUINZE, VINTE! E por favor: ninguém está te obrigando a correr, mas se for andar devagar, fique na pista da DIREITAAAA! POR FAVOR!
 
Ricardo Boretti em 03/01/2014 00:29:11
E SÓ MULTAR AS TARTARUGA QUE ANDAM PELA ESQUERDA, E OS 60% SEM CNH DESSA CIDADE.
 
amanda keity em 02/01/2014 22:11:43
Na Costa e Silva com a Fábio Zahran não se mexe devido a tubulação de gás que passa por ali...
 
Filipe Alberto em 02/01/2014 21:32:00
“Acho que 50 km/h é uma velocidade boa”, afirmou o dirigente, ... Aumentar a velocidade para dar maior fluidez?... fala sério!!!... Tira esses agentes da AGETRAN da gaveta (fiscais de parquimetros), e coloca-os para fiscalizar o trânsito, pois temos esses agentes só de enfeite. Assegure melhor sinalização nas ruas, e maior fiscalização, agora se não trabalhar bem... RUA!
 
Eduardo Semir em 02/01/2014 19:40:53
A questão não é radar de 30 ou 50 km/h. O problema que é que por medo de multa o motorista exagera e passa a 10 ou 12 km/h travando o trânsito. Nos radares de 50 km/h é a mesma coisa, sem contar os que estão instalados em locais absolutamente desnecessários, como os dois na Duque de Caxias. Deveriam se preocupar em por mais semáforos, vejam os caos da entrada do bairro Serradinho e a indecência entre o Mercadão e o camelódromo.
 
adelar francisco taffarel em 02/01/2014 18:27:37
Seria importante numerar os semaforos colocando o numero de telefone para que os motorista possa entra em contato com agetran para informar quando apresentam defeitos assim evitaria que semaforo permeneca com defeito por varios dias como ocorre atualmente.
 
antonio carlos em 02/01/2014 18:23:40
Este engenheiro precisa pensar antes de falar. O trânsito de CG esta ficando problemático, pois, por ter vias largas, as velocidades são altas, sem chances para os pedestres. É preciso adotar medidas para melhorar a segurança, não causar mais desconfiança e medo. Não sei nem quem era, mas tenho muitas "saudades" do Engenheiro de Tráfego que existia na época do mandato do André na capital. Esta pessoa ajustou nosso trânsito. No mandato do Nelsinho a pessoa deixava à desejar. Construíram várias vias expressas com "gargalos" ou "afunilamentos". Vejam o caso da Costa e Silva em frente ao Atacadão; Via Morena c/ Salgado Filho; Orla Morena c/ Júlio de Castilho; Costa e Silva trevo da Coca-Cola. O que este Engenheiro precisa pensar em parceria com o pessoal da Seintrha, é em como desafogar nestes
 
Douglas de Rezende em 02/01/2014 17:32:00
Muito bom colocar os radar de 30 por hora, mas vamos ter que pagar por eles de novo.
Onde sera que entrou os radar de 30 por hora sera que jogarão no lixo, pessoal vamos rever isso, esses radar quem pagou por eles foi nos?
 
jose souza em 02/01/2014 17:22:16
Vai aí uma dica tambem para rever esse tempo dos semáforos tem semáforo que demora até 45 segundos, aí gera uma longa fila voce fica dois tempos para efetuar alguns cruzamentos, tempo menor menos trafego.
 
joão braz em 02/01/2014 17:09:50
Exagerado? Exagerado é radar de 60 km/h na BR-163. E uns fica bem no final da decida... Radar é importante? Sim... mas 60km/h já sacaneou legal... Tenta estar na frente de uma carreta na decida e tente reduzir pra ver o que da... Quem viaja sabe...
 
Frank William em 02/01/2014 17:02:06
Então, os radares do Parque dá medo de passar por ali, é muito escuro, é perigoso demais!Se ficar alguém na espreita consegue abordar as pessoas tranquilamente, pois temos que diminuir, quase parar...um local propício para alguém sofrer um assalto!Onde realmente necessita, locais onde tem motoristas que fazem pista de corrida, ali não tem radar, estranho isso...
 
helena Centurião em 02/01/2014 16:58:50
Aleluia!!!! Bom senso nunca é demais!!!!
 
Everton Rocha em 02/01/2014 16:50:48
Sr. Diretor da AGETRAN, ficar discutindo se a velocidade deve ser 30 ou 50 Km é perder tempo com coisa pequena! O trânsito de nossa Capital está caótico, abandonado pela antiga diretora. Temos que pensar em melhorar a fluidez com viadutos(urgente na Via Parque/Mato Grosso e Gury Marques/Fábrica Coca-cola), sincronização dos sinaleiros e aumento da "onda verde", reforço na sinalização(horizontal e vertical), principalmente nos bairros, e proibição de se virar á esquerda em avenidas de grande tráfego, como na Ceará e Joaquim Murtinho. E boa sorte para o senhor! A população espera por trabalho.
 
MARCELLO MENDES em 02/01/2014 16:43:14
QUERO VER SE VC É CAPAZ DE FAZER UM CRUZAMENTO NA FÁBIO ZAHRAN COM COSTA E SILVA POIS , É INSUPORTÁVEL FAZER O CONTORNO Á QUALQUER HORA DO DIA , ACHO QUE ALGUÉM LUCRA COM AQUELE TRECHO ,JUSTO NAS OFERTAS DO ATACADÃO... VOU AGUARDAR E VOU COBRA-LO ...........
 
frederico zeolla em 02/01/2014 16:28:58
TANTA COISA MAIS IMPORTANTE PRA MUDAR E O CARA QUER MEXER EM RADAR, FALA SÉRIO.
 
JUNIOR PEREIRA em 02/01/2014 16:24:31
O que emperra o transito de Campo Grande, não é a velocidade das lombadas e sim a "maldita" mania dos motoristas Campo-grandenses de dirigir a baixa velocidade pela faixa da esquerda, e não adianta reclamar, buzinar, dar sinal de luz, porque ai é que o sujeito diminui a velocidade...
 
Marco Aurélio em 02/01/2014 16:23:21
O radar do Parque dos poderes a 30 Km/h não atrapalha fluidez de transito nenhum, pelo contrário evita que ali vire pista de corrida de filhinho de papai no final de semana e atropela os "quatis", ciclista e as pessoas que caminham com segurança agora. O que não pode é limitar avenidas de fluxo rápido a menos de 60 Km/h, tenha santa paciencia.
 
SIDNEI ARIOZA em 02/01/2014 15:54:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions