A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/10/2011 12:50

Obras na Afonso Pena deixam trânsito tumultuado; condutores devem ficar atentos

Paula Vitorino

Trechos interditados mudam diariamente e motoristas devem ficar atentos para evitar problemas com o fluxo lento na região

Trecho entre Rui Barbosa e Padre João Crippa está interditado. (Fotos: Pedro Peralta)Trecho entre Rui Barbosa e Padre João Crippa está interditado. (Fotos: Pedro Peralta)
Trânsito fica lento e tumultuado com interdições. Trânsito fica lento e tumultuado com interdições.

Os motoristas que precisam passar pela Avenida Afonso Pena, uma das vias de maior fluxo de Campo Grande, têm de ter tempo e paciência. O trânsito na região está lento e tumultuado devido às obras de recapeamento, que agora chegam ao trecho mais movimentado, no Centro.

Na manhã desta sexta-feira (14), o trajeto no trecho entre a Rui Barbosa e a Padre João Crippa, sentido bairro-centro, foi interditado para as obras. Com isso, o trânsito das ruas ao redor ficou abarrotado.

“Você perde uns 10 minutos em cada semáforo. Está horrível”, diz o motociclista Paulo Cesar Cilles, de 35 anos.

Ele ressalta que outras avenidas precisavam mais de recapeamento e que a melhor melhoria para a Afonso Pena será quando a quarta pista for concluída. “Aí sim vai melhorar o trânsito aqui”, diz.

O motorista Lindomar Paixão Neto, de 40 anos, também reclama e sugeri que o trabalho de recapeamento fosse feito à noite e nos fins de semana. “Está péssimo. Eles podiam fazer o trabalho fora do horário de pico”, diz.

Os dois condutores sabiam das obras na via, mas afirmam que não tiveram como fugir da avenida, já que precisavam ir em estabelecimentos ao longo da Afonso Pena.

Já o taxista Paulo Celso Massuro, de 47 anos, frisa que as obras são “um mal necessário” e avalia que considerando os trabalhos no local o trânsito está bom.

“Quem está reclamando é porque não entendi a necessidade das obras. O asfalto da Afonso Pena estava horrível”, diz.

Ele trabalha em ponto de táxi na avenida, mas diz que durante as obras sempre que pode desvia da via para evitar o trânsito tumultuado.

Próximas interdições - Para evitar maiores transtornos, os motoristas devem estar atentos aos trechos de interdições e optar por vias alternativas. A obra está em ritmo de 200 a 300 metros por dia, então, os trechos interditados mudam constantemente.

A Agetran divulga diariamente a interdição que acontecerá no dia seguinte pelo site www.noticias.ms.gov.br.

A revitalização da avenida inclui também a retirada dos estacionamentos 45º graus dos canteiros centrais da avenida. No local, está sendo construída uma quarta pista, com o objetivo de dar mais rapidez ao escoamento do trânsito. A previsão é que o recapeamento seja totalmente concluído dentro de seis meses, com investimentos de R$ 7 milhões.

Neste sábado (15), a Agetran informa que continuará interditado o trecho da via entre a Rua Rui Barbosa e Padre João Crippa, no sentido centro-shopping.

A opção de acesso para os motoristas que precisam trafegar na via é seguir pela Rua Sete de Setembro - Rua Joaquim Murtinho - Rua Barão do Rio Branco e Rua Cândido Mariano.

No domingo (16) será interditado o mesmo trecho da Avenida Afonso Pena, mas no sentido centro-aeroporto.

A opção viária para os motoristas que trafegam no sentido Aeroporto é seguir pela Rua XV de Novembro - Rua Joaquim Murtinho - Rua Dom Aquino e Rua Maracaju.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions