A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

18/12/2012 19:52

Operação é lançada para diminuir número de acidentes

Gabriel Neris e Nadyenka Castro
Operação em conjunto iniciou nesta terça-feira na rodovia BR-163, em Campo Grande (Foto: Rodrigo Pazinato)Operação em conjunto iniciou nesta terça-feira na rodovia BR-163, em Campo Grande (Foto: Rodrigo Pazinato)

Com o objetivo de reduzir o número de acidentes de trânsito nas cidades e nas rodovias, foi lançada nesta terça-feira (18) a operação “Rodovida”, em parceria da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Ministério da Justiça, Ministério das Cidades e Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

O período da operação iniciou hoje e vai até a semana de encerramento do Carnaval, épocas festivas que aumentam o número de carros nas rodovias e também nas cidades.

Com o slogan “Parada: Pacto Nacional pela Redução de Acidentes – Um Pacto pela Vida”, folders serão entregues com os 10 mandamentos do motorista. Entre as dicas estão usar o cindo de segurança, respeitar o código de trânsito, respeitar os limites de velocidade, verificar os pneus, proteger os filhos e usar capacete.

A operação acontecerá com a atuação em conjunto da PRF, Polícia Militar Rodoviária, e o órgão de trânsito local, em Campo Grande, caberá a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). As fiscalizações serão simultâneas em todo o Brasil e em locais próximos.

Hoje, por exemplo, os motoristas que estavam no minianel rodoviário da BR-163, em Campo Grande, e tentaram escapar da fiscalização pelo Jardim Itamaracá, se depararam com a mesma blitz no bairro sendo cuidada pela Agetran. De acordo com o superintendente da PRF/MS, Ciro Vieira Ferreira, serão abordados os motoristas que apresentarem atitudes e características suspeitas. “É mais um esforço para reduzir o número de mortos e feridos em acidentes”.

As fiscalizações ocorrerão de quatro a seis horas e a própria Polícia controlará o trânsito para que o fluxo de veículos não seja prejudicado. O empresário Willian Xavier, de 27 anos, conta que viaja de forma constante e o mais percebe nas rodovias são as ultrapassagens em locais proibidos e excesso de velocidade. “É boa a fiscalização e é sempre bom coibir”, comenta.

“O objetivo é um só, a redução de acidentes com ou sem vítimas”, destaca Carlos Guarini, chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito da Agetran.

De acordo com a PRF, em 2009 foram 647 acidentes no país inteiro com 32 vítimas fatais. Em 2010 houve redução de acidentes 622, mas com o número de mortes saltando para 33. No ano passado, foram 616 acidentes e 28 pessoas mortas. Em Mato Grosso do Sul, do mês de janeiro até agora, foram 3.107 acidentes com 167 mortes. No ano passado, 218 pessoas morreram em 3.499 acidentes.




estao de parabens,essas blitzes tem que ser feitas nos bairros tambem,pois tem muitos irreponsaveis dirigindo e pilotando motos sem cnh.
 
sergio gomes em 19/12/2012 12:09:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions