A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

22/09/2011 15:47

Pai e filho batem carro em poste e invadem dois terrenos

Ana Paula Carvalho e Nadyenka Castro
Carro bateu em poste e invadiu terreno. (Foto: Simão Nogueira)Carro bateu em poste e invadiu terreno. (Foto: Simão Nogueira)
Pai e filho aparentavam estar embriagados. (Foto: Simão Nogueira)Pai e filho aparentavam estar embriagados. (Foto: Simão Nogueira)

Por volta das 14h desta quinta-feira (22) pai e filho bateram um veículo Logus em um poste na rua Tereza Garces Paim, no bairro Cristo Redentor, em Campo Grande.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

De acordo com testemunhas o carro era conduzido pelo pai ao lado direito da via, em determinado momento ele perdeu o controle do veículo e atravessou a rua no sentido contrário, invadiu um terreno baldio e bateu a parte traseira esquerda em um poste.

Com o impacto, o carro mudou de sentido e entrou em outro terreno. Ao parar, ficou com a parte dianteira virada para a rua, quase esquina com a Altair Saraiva Fernandes.

Adalton Golçalves, de 34 anos, conta que estava dormindo quando a filha falou do acidente. Ele levantou e foi ver, quando chegou lá, o jovem estava inconsciente e o homem estava fora do carro. Ele estava com escoriações pelo corpo.

Os dois foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados a UPA do bairro Coronel Antonino. Eles não estavam com documentos e por isso não foram identificados.

De acordo com testemunhas, aparentavam estar embriagados. Moradores da região relataram que os dois são vistos constantemente em bares do bairro.

Perigo - Eva Nogueira de Souza, de 60 anos, mora no Cristo Redentor há 14. De acordo com ela, tanto de dia quanto a noite é comum motoristas fazerem cavalinhos de pau nas ruas, porque elas não são asfaltadas e são largas. “Isso é muito perigoso porque sempre tem crianças brincando em frente às casas. Muitas nem tem portão”, diz.

Rolo - Enquanto acontecia toda a movimentação, Rogério Leme, de 23 anos, se aproximou muito irritado. Ele relatou que fez rolo no carro ontem (21) enquanto tomava cerveja com os dois homens envolvidos no acidente.

Ele disse que pagou R$ 800 pelo carro e R$ 400 para regularizar o documento e que ficou de pegar o Logus que esta em estado precário hoje, pintado. Ele não sabe o nome dos homens com que fez “rolo”.

De acordo com policiais que estiveram no local, o carro está com a documentação atrasada por isso foi guinchado e levado ao pátio do Detran.

Sem luz- Por conta do impacto o poste onde o carro bateu terá que ser trocado. O serviço já foi solicitado à Enersul. Assim que o novo poste chegar, moradores ficarão uma hora sem energia, tempo que será gasto para fazer a troca.




Engraçado!o Rogerio pagou 800 ( será R$?)no carro e 400 nos documentos,total 1200,e documentos que estão atrasados. com esse preço, esse carro é sucata,ou voce é muito inocente cara!acho que voce dançou!
 
Lucas da Silva em 23/09/2011 10:01:25
Esse acidente demonstra como é inexistente a fiscalização nos bairros: o motorista nem se preocupou em sair de casa com seus documentos e os do carro estão atrasados. Se não fosse o acidente, ele possivelmente nunca seria detido.
 
Luiz Pereira em 22/09/2011 10:09:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions