A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/12/2014 11:34

Para conter abusos, PM fecha o cerco contra condutores embriagados

Renan Nucci
Comandante do BPtran diz que a unidade faz operações específicas para combater casos de embriaguez ao volante. (Foto: Marcelo Calazans)Comandante do BPtran diz que a unidade faz operações específicas para combater casos de embriaguez ao volante. (Foto: Marcelo Calazans)
Motoristas precisam respeitar a legislação, diz comandante do BPtran. (Foto: Arquivo\Campo Grande News)Motoristas precisam respeitar a legislação, diz comandante do BPtran. (Foto: Arquivo\Campo Grande News)

O Batalhão de Trânsito (BPtran) da Polícia Militar de Campo Grande fecha o cerco contra os condutores embriagados. Durante o período de festividades de final de ano, quando abusos deste tipo são mais comuns, operações específicas buscam tirar de circulação condutores que oferecem risco à segurança. De janeiro a novembro deste ano, a combinação entre álcool e direção já resultou em 203 acidentes com 98 vítimas, sendo uma delas fatal.

Veja Mais
Trânsito de veículos pesados é liberado, mas obra em ponte continua
Mortes no trânsito caem, mas Agetran alerta sobre período de festas e férias

Segundo o tenente-coronel Jonildo Theodoro, comandante do BPtran, a corporação está atenta quanto ao movimento neste período que, no âmbito das operações preventivas e ostensivas, se assemelha muito ao carnaval. “É uma época de festas, cheia de confraternizações e por isso, muitas pessoas acabam ignorando a legislação e se arriscam dirigindo mesmo sob efeito de álcool. Estamos atentos”, explica.

Somente em 2014, até novembro, 366 pessoas foram detidas por embriaguez ao volante, e 268 delas foram autuadas em flagrante. Neste mês de dezembro, este cenário deve ser mantido. Em cerca de 30 horas no segundo final de semana de dezembro, foram 20 casos registrados entre às 2h da manhã do sábado (13) e 8h15 da manhã de domingo (14).

“Estamos com operações itinerantes em várias regiões. Fica o alerta para o condutor, se beber não dirija, pois se fiz isso, corre grande risco de ser flagrado pela equipe do BPtran” disse o tenente-coronel, lembrando que a multa hoje é de R$ 1.915,40, e se o condutor for reincidente dentro de um ano, o valor dobra. “Tem que doer no bolso para haver conscientização”, completou.

Legislação - A multa por dirigir embriagado ocorre quando o condutor apresente qualquer concentração de álcool por litro de sangue, ou medida igual ou superior a 0,05 mg de ar alveolar, ou sinais de alteração na capacidade psicomotora. Se for constatado quantidade acima de 0,34 mg de ar alveolar, o motorista é preso em flagrante pelo crime de trânsito, sujeito à pena de seis meses a três anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions