A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

18/10/2011 11:48

Com Capital perto de recorde positivo no trânsito, ciclista morre na Santa Casa

Ângela Kempfer

Depois de 8 dias sem mortes no trânsito, Campo Grande voltou a zerar o placar da vida.

Aposentado de 63 anos morreu ontem na Santa Casa, depois de duas semanas internado.

Ele teve traumatismo craniano ao sofrer acidente no dia 3 de outubro, no cruzamento da Rui Barbosa com a rua Amazonas, no bairro São Francisco.

Segundo a Agetran (Agência de Transporte e Trânsito de Campo Grande), o aposentado caiu da bicicleta sozinho, sem colidir com qualquer outro veículo.




Ora!Ora! Se o cidadão teve um mal súbito e veio a bater com a cabeça no meio fio, não há acidente de trânsito neste fato, assim como uma bala perdida que acerte um motorista e cause um acidente. Acidente de transito tem características próprias:agente(motorista) e vítima(pessoas, animais) ou objeto(poste, árvore,muros, etc.)
 
Almerindo de Oliveira em 18/10/2011 12:14:20
Mas galera, isto não foi uma morte causada por imprudência, violência, e a bicicleta não é um veículo auto motor, embora faça parte do trânsito, não deveria computar no placar na vida. Não houve culpado, foi uma fatalidade!!!
 
Gustavo Cesar Capilé Gonçalves em 18/10/2011 12:01:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions