A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

03/06/2011 10:05

Placa encoberta causa acidente entre van e veículo onde estava bebê de 15 dias

Marta Ferreira

Uma placa de Pare encoberta pela vegetação foi apontada esta manhã como a causa de um acidente envolvendo uma van de transporte escolar e um Honda Civic, na Vila Nasser.

Quatro pessoas que ocupavam os veículos foram levadas para o Pronto Med, com escoriações, entre elas um bebê de 15 dias.

Bombeiros e testemunhas informaram que o acidente ocorreu quando a van, de placas HPV-4600, trafegava pela rua Colombo, no cruzamento com a rua Itubirdes de Almeida, por onde passava o Honda Civic, placas HSJ-1401. Os dois veículos estavam no sentido bairro-centro.

A van, conforme o relato das pessoas no local, não respeitou o Pare e atingiu o Civic, que só parou em uma montanha de terra em um terreno à margem da rua.

Estavam no Honda a motorista Elidiane Simplício Sobrinho, de 29 anos, a mãe dela, Maria Euda Simplício, e o filho de Elidiane Flávio, de 15 dias, que estava no banco de trás, na cadeirinha para bebê. Todos foram levados para o Pronto Med. As duas mulhres tinham escoriações e o neném, segundo informaram os socorristas, saiu ileso.

A motorista da van, que não teve o nome informado, também foi levada para o hospital, sem ferimentos graves. Ela relatou aos bombeiros, segundo informaram, que não teve como ver a placa de Pare, por estar encoberta por galhos de uma árvore.

Carro só parou ao deparar com monte de terra. (Fotos: Pedro Peralta)Carro só parou ao deparar com monte de terra. (Fotos: Pedro Peralta)
Placa está encoberta por árvore na rua Colombo, no cruzamento com a Itubirdes de Almeida.Placa está encoberta por árvore na rua Colombo, no cruzamento com a Itubirdes de Almeida.

Problema corriqueiro-Morador na vizinhança, o professor Willian da Silva, de 27 anos, disse que acidentes provocados pela falta de sinalização na região são comuns. Segundo ele, nem todos os cruzamentos tem placa ou pintura de Pare no asfalto.

No cruzamento onde ocorreu o acidente, por exemplo, só existe a placa, e está encoberto.

O professor comentou que existe a sinalização de forma descontínua. Segundo ele, em um cruzamento próximo dali, só foi colocada a placa após um acidente com morte.




Se cada um que joga pedra fizesse sua parte não existiria acidentes, afinal todo carro na verdade deveria ser conduzido por pessoa habilitada, ou seja capacitada exercer aquela função. Mas se os sabe tudo de trânsito querem mesmo ajudar poder começar a não dar palpite do que não sabem.
 
carlos lopes em 07/06/2011 09:53:15
Por isso que digo que, a nossa cidade vai virar uma constelação, não adianta fazer blitz educativo, se o maior responsável ñ faz a sua parte, que é: manutenção das sinalizações tanto horizontal como vertiacal, isso ocorre normalmente nos bairros, pois a mais de 5 anos s/ manutenção e se fosse uma moto c/ certeza seria mais uma estrela.
 
Felipe Salinas em 04/06/2011 09:27:03
Caros "colegas" que deixaram os comentários acima, se todos os motoristas pudessem prever que ali aconteceria um acidente não seria acidente, a própria palavra diz..Ou voçês estão pensando que ela arriscaria a própia vida destruindo também um bem material adquirido, apenas por negligência? ou porque não fez questão nenhuma de observar.Pelo contrário do que informam , ela estava em velocidade mínima, e o que deu para observar na foto, que o carrro que foi arremessado em uma distancia enorme foi a van que é um carro bem maior, a obrigação dela era parar ,mas então deixaremos nossa vida nas mãos das pessoas?
 
Brenda Pacheco em 04/06/2011 06:37:52
Enquanto tudo acontece nesta cidade , a indústria de multas ,taxas , contribuição de melhoria , vai indo bem obrigado ! segundo as vozes roucas do povo que habita nesta capital , parece que esta cidade não tem prefeito etc... e tal ................................
 
Paulo Roberto Marques Pereira em 03/06/2011 12:52:07
Pura falta de atenção e irresponsabilidade.
Se não dava para ver a placa,porque não reduziu a velocidade com atenção.
Quem passou por uma auto escola,obrigatoriamente deve saber o que fazer, quando não há sinalização horizontal ou vertical. Portanto não cola, essa de falta de sinalização.
E para completar, dá para visualizar parte do suporte da placa(madeira branca).Desde que não esteje em alta velocidade.
 
neyde de oliveira em 03/06/2011 11:46:39
Aproveitando essa notícia e sabendo que o senhor Rudel Trindade lê essas matérias... Pra que não aconteça outro acidente igual a esse, amigos da AGETRAN ou SEMUR que dizem importarem com a população... No cruzamento da rua Alegrete com rua Rosário no Bairro Cruzeiro a VEGETAÇÃO também tampou parte do semáforo deixando os condutores em risco. E agora vcs vão resolver ou não??? Ou vai deixar acontecer coisa pior???
 
Eder Granja em 03/06/2011 11:26:00
E só porque não tem placa de Pare quer dizer que devemos passar direto, sem olhar?
 
Athaíde Romero em 03/06/2011 10:50:45
Essa desculpa é inaceitável, pois um "Transporte Escolar" tem a obrigação, o dever e a responsabilidade de parar no cruzamento que não possui sinalização, principalmente em bairros. Estamos lidando com vidas humanas, e cada vez mais fico horrorizada com a displicência de nossos motoristas campograndenses.
 
Ana Rosalva em 03/06/2011 10:43:40
Caro condutor Cade sua direção defensiva; Claro que tú é um motorista de uma vãn escolar: ou não?
 
Valdecir/ Campo Grande em 03/06/2011 10:33:29
Parece? Sr. Paulo Roberto... parece?
Não tem é faz teeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeemmmmmmmmmpo.
Pelo jeito nem tinha nascido quando tivemos o último.
De lá prá cá, só temos tido os : fala-que-cortará-ponto-de-médico-e-não-corta;
o vamos-cobrar-asfalto-do-povo; o vamos-lançar-obras-com-continuação-do-número-da-gestão-passada; entre outros tipos.
 
Orlando Lero em 03/06/2011 05:39:04
CONCORDO PLENAMENTE COM OS COLEGAS AQUI, AQUELA PLACA NÃO É DESCULPA PRA FALTA DE DIREÇÃO DEFENSIVA DE QUEM TRANSPORTA CRIANÇAS.
 
katiuscia batista em 03/06/2011 05:36:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions