A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/01/2012 15:38

Polícia pede prisão preventiva de rapaz que atropelou cinco em calçada

Nadyenka Castro

Para a Policia Civil, Rafael Freitas Silva, de 18 anos, assumiu o risco de causar o acidente ao dirigir embriagado, sem CNH e em alta velocidade

Fiat Uno dirigido por Rafael quase derrubou poste. (Foto: Simão Nogueira)Fiat Uno dirigido por Rafael quase derrubou poste. (Foto: Simão Nogueira)

A Polícia Civil pediu nesta terça-feira à Justiça a prisão preventiva de Rafael Freitas Silva, de 18 anos, pelo crime de tentativa de homicídio. O jovem atropelou cinco pessoas que estavam na calçada de uma lanchonete, na rua Brilhante, em Campo Grande, na madrugada do último 31 dezembro.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Valmir Messias de Moura Fé, Rafael assumiu o risco de provocar o acidente ao dirigir veículo sem ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação), embriagado e ainda em alta velocidade. “Ele atropelou cinco pessoas que estavam na calçada”, diz o delegado.

O pedido de prisão será analisado pelo MPE (Ministério Público Estadual) e pela Justiça.Se for decretada, Rafael poderá ser preso a qualquer momento.

No dia do acidente, o jovem foi levado à delegacia de Polícia Civil e confessou que havia ingerido bebidas alcoólicas e que não tem CNH. Ferido, ele foi liberado para responder ao inquérito em liberdade.

Das cinco pessoas atropeladas, a que teve ferimentos mais graves foi Adrieli Hevi de Melo Vaz, 19 anos. Ela quebrou as duas pernas e já passou por vários cirurgias e deverá ser submetida a outros procedimentos.

Já Edilson Quadro Leite, 44 anos, sofreu uma fratura na face e nesta terça-feira é submetido a uma cirurgia.

A Polícia Civil continua a ouvir testemunhas do acidente e aguarda laudos da perícia.




Não brinca é só agora viram isso, no dia o sujeito foi ouvido bêbado, sem carteira e foi liberado, 200 anos depois vão pedir prisão PREVENTIVA, é uma piada depois da outra esse "justiça brasileira " em, se tivesse matado o filho de um político o cara ja teria julgamento marcado.
 
Oswldo Benites em 10/01/2012 04:19:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions