A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

07/02/2014 08:23

Problema comum na volta às aulas, fila dupla é alvo de operação

Aliny Mary Dias
Na Rua Iria Loureiro, filas se formam desde às 6h30  (Foto: Aliny Mary Dias)Na Rua Iria Loureiro, filas se formam desde às 6h30 (Foto: Aliny Mary Dias)

Comuns, principalmente, no início do ano letivo, as filas duplas em frente às escolas são alvo da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) e BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito). Em alguns locais como em frente ao colégio Mace, localizado na Rua 26 de Agosto, os motoristas demoram até 15 minutos para sair seguir o percurso.

Veja Mais
Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular

Como o colégio também tem uma entrada na Avenida Fernando Corrêa da Costa, a Rua Iria Loureiro Viana é usada pelos pais para deixar os alunos em frente à escola. O congestionamento no local começa por volta das 6h30 e às 7 horas a fila é grande.

O problema na rua é maior porque a via é estreita e há possibilidade de estacionar dos dois lados. Apesar do problema, a maioria dos pais não se incomoda e afirma que a situação não atrapalha o trânsito no local.

“Só entra nessa rua quem vai deixar os filhos na escola, não atrapalha porque ninguém vira aqui para ter acesso à Rua 26 de Agosto. A gente fica no máximo 15 minutos aqui, mas é aceitável”, explica Jonathan Alves dos Santos, pai de uma aluna de 10 anos e motorista frequente no local.

De acordo com a Agetran, uma operação com objetivo de acabar com as filas duplas e fazer o tráfego fluir com mais rapidez está sendo feita desde a quarta-feira (5). As ações vão até o dia 15 deste mês.

A operação Volta às Aulas é feita em parceria com o BPTran, que tem policiais atuando em frente das escolas Dom Bosco, Mace e Nova Geração. As escolas de responsabilidade dos agentes são a Alexander Fleming, Caic Rafaela Abrão, Nagem Jorge Saad, General Osório, Instituto Harmonia, Montessóri, UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), Professor Zezão e Sesc Horto.

Todos os locais contam com um ou dois agentes que orientam os motoristas e ainda ajudam na travessia de alunos nas faixas de pedestres.

Em frente ao colégio Dom Bosco, situação foi amenizada com entrada criada na 13 de Maio (Foto:  Aliny Mary Dias)Em frente ao colégio Dom Bosco, situação foi amenizada com entrada criada na 13 de Maio (Foto: Aliny Mary Dias)

Deu certo – Uma das escolas que conseguiu reduzir as filas duplas com as ações que vem sendo desenvolvidas há anos é o Dom Bosco, na Avenida Mato Grosso.

O policial Pedro Luis atua no controle do tráfego nos horários de entrada e saída dos estudantes há 13 anos. Ele conta que as filas diminuíram depois que a escola criou uma entrada para os pais motoristas pela Rua 13 de Maio. Dessa forma, as crianças são deixadas dentro do colégio e não atrapalham o fluxo.

No entanto, muitos pais deixam os filhos na Avenida Mato Grosso, mas como em frente à escola não é permitido estacionar, o meio fio é usado apenas para desembarque das crianças. “Eles param por poucos minutos e só deixam as crianças, assim as filas duplas não se formam. E nós orientamos a travessia dos alunos também”, explica o policial.

As ações que seguem até o dia 15 de fevereiro começam sempre às 6h30, voltam às 11h, às 13h e depois às 17 horas.

Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
O flagrante na BR-163 foi enviado por uma leitora através do canal Direto das Ruas. A TV News esteve no local e constatou diversas irregularidades....
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Rapaz de 16 anos ficou ferido ao furar um sinal vermelho e bater em um caminhão na manhã desta terça-feira....



será que esses problema de trânsito nunca será solucionado
 
Larissa Medeiros em 11/02/2014 13:13:32
eita é duro agradar esse povo, uns querem que multa, outros não, outros acham que ir na escola de rico é errado, esse maximiliano mesmo fez o comentário mais idiota, vai lá na agetran pra ver a quantidade de multas de fila dupla que tem, o problema é que todo mundo quer trânsito decente mais ninguém quer fazer sua parte, é fácil por culpa na agetran e nos agentes.
 
NOEL OLIVEIRA em 10/02/2014 16:38:36
Não existe meio de fazer com que "devidamente credenciados" veículos cruzem e façam carga ou descarga pela área interna da escola ???
 
Suzi da Costa em 07/02/2014 13:35:29
Cadê a Agetran pra multar, é impressionante como os agentes de trânsito tem medo das mães na porta da escola, chega a ser ridículo.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 07/02/2014 12:52:57
bem observado Alex Andre de Souza, sobre a 14....aogra Rafael Santos, vc deve ser um desses folgados que acham que as ruas são particulares, o transito é por gente como você, que pensa que as pessoas devem mudar seus trajetos PORQUE É INVIAVEL LEVANTAR O TRASEIRO DO BANCO DO CARRO E CAMINHAR ALGUNS METROS PRA PEGAR O FILHO...o transito é pra todos, afinal todos pagam os mesmos impostos que voce....NÃO TENHO QUE EVITAR ESSAS RUAS. ESSAS PESSOAS É QUE DEVEM TER EDUCAÇÃO E BOM SENSO...
 
Jose Mario em 07/02/2014 12:32:35
no sábado de manha o centro da cidade estava um caos, principalmente a 14. não havia nenhum agente de trânsito tentando acabar com a bagunça, já no domingo que estava tudo tranquilo tinha pessoal da agetran e do BPTran. estranho né
 
Alex André de Souza em 07/02/2014 11:36:31
a agetran só quer multar, porque nunca vemos eles nas ruas para outras situações. Não tem jeito, em escola tem que haver fila dupla na entra e saída, afinal, como os pais farão? parar os carros quadras antes, descer e buscar o filho? isso é inviável. Não custa nada por 20 min, no máximo, na entrada e saída, as pessoas terem paciência. Eu mesmo sei os locais que tem fila dupla e evito nesses horários. Como disse a pessoa na reportagem, só entra nessas ruas quem vai buscar o filho. A agetran deveria trabalhar melhor.
 
rafael santos em 07/02/2014 11:21:20
Na Rua São Paulo entre a Bahia e a Rio Grande do Sul já tem fila tripla. No horário de almoço é que o bicho pega.
 
Frederico Kochhann dos Santos em 07/02/2014 10:43:46
será que essas criaturas não pode andar algumas quadras a pé??? no meu tempo andavamos quilometros pra ir pra escola....e ai de voce se buzinar pra esses folgados, eles te xingam como se fossem donos das ruas...alem de não ter fiscalização, as escolas tbm não estão nem aí, pra fazr alguma coisa.
 
José Mario em 07/02/2014 09:37:52
Na frente da escola de ricos até ajudam atravessar a rua. Vão fazer isso em escolas estaduais ou lá no Sesc.
 
Fabricio Weber em 07/02/2014 09:03:57
O problema não é só fila dupla. É não tem faixa de pedestre suficiente em frete as escola. Um exemplo o Sesc do Horto. Como os pais deixam os filhos lá? Como podem atravessar a rua. Cuidar de fila dupla é fácil. Mais zelar pelo bem estar dos nosso filhos aí é complicado.
 
Fabricio Weber em 07/02/2014 09:02:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions