A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

13/08/2012 16:31

Quatro ficam feridos em mais um acidente na Lúdio Coelho com rodovia

Nadyenka Castro e Luciana Brazil

Colisão foi entre carreta Scania e caminhão baú. Neste último havia três pessoas

Colisão entre carreta Scania e caminhão baú foi mais um acidente no cruzamento da avenida Lúdio Martins Coelho com rodovia. (Foto: Rodrigo Pazinato)Colisão entre carreta Scania e caminhão baú foi mais um acidente no cruzamento da avenida Lúdio Martins Coelho com rodovia. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O cruzamento da avenida Lúdio Martins Coelho com o anel viário da BR-262, em Campo Grande, foi mais uma vez cenário de acidente. Na tarde desta segunda-feira, a colisão entre dois veículos no local deixou quatro pessoas feridas.

Três das vítimas estavam no caminhão baú dirigido por Cervólo Julião, 46 anos, que seguia pela Lúdio Martins Coelho e colidiu com a carreta Scania que trafegava pela rodovia, sentido Indubrasil.

O acidente aconteceu quando o caminhão fazia o retorno, para voltar à Lúdio Coelho. A parada obrigatória era para ele.

Cervólo foi parar debaixo do veículo e foi socorrido consciente, mas, agitado, e levado para a Santa Casa. O motorista da carreta, José Antônio Ferreira Costa, 49 anos, foi levado à unidade de saúde do bairro Coophavilla.

Os outros dois ocupantes do caminhão baú são: Aparecido Julian Ramão, 22 anos, e Silvio Misrael, 30 anos. Um deles foi levado para a Santa Casa. O socorro foi feito pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O caminhão pertence à Igreja Palavra de Cristo e, segundo a pastora Sheila Fátima, 29 anos, estava carregado com móveis doados que seriam deixados no Centro de Recuperação Casa do Garoto, para dependentes químicos.

O local- O cruzamento é cenário constante de acidentes. Levantamento feito pelo delegado responsável por investigações na região, Valmir Moura Fé, da 6ª Delegacia de Polícia Civil, desde 22 de dezembro do ano passado três pessoas morreram no local, sendo que todas foram atingidas do lado esquerdo, quando cruzavam a rodovia.

Diante da quantidade de acidentes fatais e não fatais, o delegado encaminhou ofícios para o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), PRF (Policia Rodoviária Federal) e Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), pedindo providências.

Segundo a PRF, os acidentes acontecem por falta de atenção dos motoristas e desrespeito à sinalização.




QUANDO ACONTECE UMA VEZ, PODE SER DISTRAÇÃO; QUANDO ACONTECE VÁRIAS VEZES, ALGO ESTÁ ERRADO. Quase aconteceu também comigo na primeira vez que fiz esse trecho. Parece que não, mas é perigoso SIM. Fiz questão de alertar meus colegas. ALGO TEM QUE SER FEITO.
 
Claudio Duarte em 14/08/2012 11:50:08
Falta de atenção é realmente o principal motivo. Agora, não precisa ser engenheiro de tráfego para entender que ali teria que ser contruído uma rotatória e não trevo. Podem ter certeza que, infelizmente esta não foi a última colisão, enquanto isso lá se vão as vidas!!!!! Bom, trevo dever ser mais barato que rotatória!!!!!!
 
Eduardo Dionizio em 14/08/2012 10:55:08
Isso tudo é falta de atenção, só isso....
 
gualter eugenio em 14/08/2012 10:21:56
o negocio que essa rodovia ficou muito confusa, ja passei por la e vc fica sem saber por onde seguir e onde é a preferencial. Ja vi varios veículos tomando rumo errado nesse trecho .
é onde acontece os acidentes.
 
viviane pereirA em 14/08/2012 09:35:27
Parece que o Poder Público só faz alguma coisa depois que bastante gente morre e a imprensa cobra providências. Até quando o Estado vai continuar sendo inerte?!
 
Anita Ramos em 14/08/2012 09:06:24
Gustavo Ribeiro..DIRIGINDO UM CAMINHÃO, EM HORARIOS QUE O TRAFEGO É MAIS INTENSO (com muitos camihões e carretas), FICA MUITO PERIGOSO A TRAVESSIA NESTE TRECHO, "MESMO COM MUITA ATENÇÃO" ! TEM QUE HAVER UMA MUDANÇA NAQUELE LOCAL. OU VAMOS ESPERAR PERDER A VIDA DE UM FAMILIAR ALI NAQUELE CRUZAMENTO PARA FICAR INDIGNADO. SE TEM ESPAÇO FISICO E VERBA PARA FAZER COISA MELHOR, JÁ DEVIAM TER FEITO
 
JOSE DA SILVA em 14/08/2012 08:19:18
realmente tem que tomar providencias urgente, ja passei nesta rotatoria ficou horivel com pouca visibilidade; tem que arumar urgente "estamos de olho".
 
jose marques em 14/08/2012 08:10:46
Gustavo, e depois vai pedir colocar uma tartaruga no BR, né? Vai dar uma olhada em São Paulo, na BR 300 por exemplo, ou em qualquer pais do mundo. Rodovia com velocidade alta permitida não pode ter cruzamento NUNCA. Isso se chama "construir de modo inherentemente seguro". Quantos segundos vc acha que um bitrem parado precisa para entrar na BR? 30 segundos? Não dá para ver se ta livre...
 
Marcos da Silva em 13/08/2012 11:31:27
Eu nao sei aonde esses nossos engenheiros forao formados para fazer caca daquela em uma rodovia ainda mais cheio de coqueiros
 
andre martelis em 13/08/2012 10:32:56
Nada que dois quebra-molas não resolvessem. Um antes e outro depois desse cruzamento. Eu passo por esse local toda semana. Seria fácil, barato e rápido de se fazer, à semelhança da passagem da BR 163 durante sua passagem pelo município de Nova Alvorada do Sul. Ninguém passa correndo naquele trecho; simplesmente, não dá para passar correndo. Mas, até uma solução, muitos acidentes ainda ocorrerão.
 
Mário Katayama em 13/08/2012 08:21:29
Passo naquele trecho diariamente e não vejo qualquer dificuldade em atravessar a rodovia. É só seguir o que se aprende para tirar a CNH, ou seja, fazer como o Gustavo disse.
 
Wilson O Silva em 13/08/2012 07:32:18
Marcos da Silva, dá sim, é só parar, olhar para um lado e para o outro, AGUARDAR NÃO TER TRÂNSITO, e, aí sim, cruzar a rodovia, sem pressa e com respeito à preferencial alheia, igualzinho a mãezinha ensina uma criança a atravessar uma rua.
 
Gustavo Ribeiro em 13/08/2012 06:56:50
realmente,mesmo prestando muita atençao é muito perigoso,precisa ser feito um viaduto,campo grande ta deixando a desejar,na questao do transito por partes dos projetistas.
 
felix do socorro em 13/08/2012 06:36:30
Justamente. E se não me engano o projeto previa um viaduto, mas foi modificado e fizeram essa gambiarra no lugar. Rodovia não pode ter um cruzamento simples assim com uma via urbana.
 
Murilo Delmondes em 13/08/2012 05:44:06
"os acidentes acontecem por falta de atenção dos motoristas e desrespeito à sinalização" Não é bem assim. Os acidentes ocorrem porque não tem como cruzar com segurança uma rodovia onde a velocidade regular é de 80 km/h. Ou deve ser construido um rotatória grande (como na Gunter Hans), ou deve ser feito um viaduto com alças, como na saida para Tres Lagoas e como perto da residencial Damha. Só isso!
 
Marcos da Silva em 13/08/2012 05:27:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions