A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

31/05/2012 13:20

Mesmo apresentando forte cheiro de álcool, estudante diz que não bebeu

Luciana Brazil
Estudante diz, em depoimento, que não ingeriu bebida alcóolica.(Foto:Minamar Júnior)Estudante diz, em depoimento, que não ingeriu bebida alcóolica.(Foto:Minamar Júnior)

Depois de atropelar e matar o segurança Davi Del Vale Antunes, 31 anos, na madrugada desta quinta-feira, o estudante Richard Ildivan Gomide Lima, 21 anos, negou ter ingerido bebida alcoólica antes do acidente. A declaração de Richard aconteceu depois da assinatura do Termo de Embriaguês, assinado pelos policiais militares que atenderam a ocorrência. Segundo os PM’s, o autor apresentava forte odor de álcool, além da voz pastosa e embargada, sintoma de quem consumiu bebida alcoólica. “Ele não aguentava nem ficar em pé”, disse um dos policias.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Durante depoimento na Depac (Delegacia de Pronto-Atendimento Comunitário), o estudante, que se negou a fazer o teste do bafômetro, afirmou que há dias não bebe. “Ele disse que bebeu a última vez há duas semanas”, contou o delegado Divino Furtado Mendonça.

“Nós entendemos que em razão da extrema violência da batida, o autor assumiu o risco do resultado”, disse Mendonça. O veículo não estava a menos de 120 km/h no momento da colisão, segundo os policiais militares que viram o carro passando pela avenida Afonso Pena momentos antes do acidente.

O estudante disse em depoimento que na noite de quarta-feira (30) estava em casa assistindo ao jogo de futebol da seleção brasileira. “Ele disse ter assado um carneiro, na casa dele, como um tio e dois amigos. Segundo ele, cada um deveria levar a bebida que ia consumir, mas ainda assim, ele negou ter bebido”. O estudante disse ainda que voltava para casa no momento do acidente, já que havia saído para levar um amigo. “A casa dele é para outro lado e não no rumo que ele estava”, afirmou Mendonça.

Richard será indiciado por homicídio doloso na direção de veículo automotor e omissão de socorro. A polícia entendeu que o autor assumiu o risco de matar, já que dirigia em alta velocidade, além de estar embriagado. Devido a isso, o crime é caracterizado como dolo eventual.

Delegado afirma que Richard assumiu o risco de matar. (Foto:Minamar Júnior)Delegado afirma que Richard assumiu o risco de matar. (Foto:Minamar Júnior)

O caso será encaminhado para a 3° Delegacia de Polícia, no bairro Carandá. Duas testemunhas serão ouvidas pelo delegado da área, uma delas é o frentista do posto de gasolina que fica em frente ao local do acidente.

Richard, que já tinha passagem pela policia quando menor, por dirigir sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação), cursava direito na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e segundo o delegado, também já havia feito ciências contábeis.

Acidente - A vítima estava parada no semáforo que possui radar de velocidade. De acordo com Janine de Lima Bruno, diretor de transporte da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), os semáforos com radar registram durante 24 horas o excesso de velocidade nos locais. Porém, no período que vai das 20 horas até às 6 horas da manhã, o motorista que avançar o sinal, respeitando o limite de velocidade, não é multado.

“O limite de velocidade é registrado durante todo o dia, mas o avanço de sinal não”. Segundo a Agetran, é uma forma de evitar que as pessoas sejam assaltadas no período em que as ruas estão com menor movimento. Mas a polícia orienta para que os condutores só avancem o sinal em caso de necessidade e quando isso for feito, que seja feito com atenção e prudência.




O acidente provocado por Richard é nada mais do que o resultado da falta de princípios familiares, além da fragilidade do sistema educacional nas escolas públicas e na maior parte das particulares. Os pais de classe média, na maioria das vezes, pensam apenas em ganhar dinheiro e abandonam os filhos. E os professores não possuem o respeito da sociedade e dos governos e por isso não tem como ajudar.
 
ANA CARLA FERRAZ em 06/06/2012 10:24:19
Sou conterrânea de David, pois moro em Jardim, mas morei seis anos em Campo Grande em razão da faculdade e só posso dizer uma coisa: Amo Campo Grande, mas a realidade é que a maiorida dos campograndenses são mal-educados, imprudentes e intolerantes no trânsito, e isso é fato. Esse papo de culpar as autoridades de trânsito e políticas de trânsito é balela e ignorância. Devemos pensar nisso.
 
Kamilla Trindade em 04/06/2012 09:34:31
Ele assumiu o risco de matar alguem quando dirigia em alta velocidade!! a lei precisa ser severa para poupar vidas e punir os culpados urgentemente!!
 
daniela rodrigues em 01/06/2012 12:30:58
Renato e Neusa, vcs deviam ter vergonha de escrever oq escreveram, mas é fácil "falar" atrás de uma monitor. O motociclista não é culpado e sr. Renato, caso fosse seu pai, irmão, mãe ou filho, vc pensaria da mesma forma? "Aconteceu, pronto, virem a página". Isso são palavras de uma pessoa covarde e hipócrita, sem sentimentos, sem respeito e sem honra, tal qual o assassino do eu amigo.
 
Aline Vilela em 01/06/2012 12:16:38
Aos colegas indiguinados a cima sugiro que não se expressem apenas aqui nesses comentários, as eleições estão ai, amanha pode ser um filho dos senhores a ser morto por pessoas como esse cidadão. Tantos casos de vidas ceifadas em nossa cidade por motorista embriagados de posse de um veículo, até quando? Familiares dessas vitimas onde estão vocês?faixas pela cidade cade? gust_menezes@hotmail.com
 
GUSTAVO ARRUDA em 01/06/2012 01:44:08
Gostaria que essa lei de CNH de 18 anos fosse para pelo menos para 25 anos,esses nossos jovens de hoje,não tem um pingo de responsabilidade para com a própria vida,quem dirá com a dos outros.
Acontecendo mto acidentes com esses jovenzinhos,futuros doutores,imagina só!!!
 
Léia Campos em 01/06/2012 01:41:04
eu conhecia a vitima, ele era um otimo " pai, amigo,esposo,trabalhador".
imagino a indole de quem cria e educa um ser humano como esse, capaz de mentir e querer manipular a historia de forma tao mesquinha, e nao ter ninguem para dizer" cara assume o que vc fez seja homem e encare as consequencias ".... mas nao, o dinheiro do pai vai dizer "vou pagar vc vai sair e faz de novo "
indignadissima!!!!!
 
jaice mara martins de oliveira em 01/06/2012 01:17:10
Trabalho de madrugada e sei das coisas que vejo de errado no trânsito e principalmente a falta de ação da Ciptran e Agetran nesse período. Nunca vi uma blitz na minha rota.
E que Deus abençoe e conforte o coração da família. É uma pena, criança só de um ano e já perdeu o pai. E para os que falam que a consciência pesa, lembrem-se que o tal Anderson matou um antes de matar a Mayana. Cadeia nesse...
 
Jean K. Santos em 31/05/2012 08:26:17
Neusa Maria, o rapaz estava parado no semáforo, vem outro, bebado, correndo e atropela o cara e a culpa é do cara da moto?? Faz o favor.
Se for no sentido de "se tivesse de carro não teria morrido". Talvez. E se tivesse a pé, de bicicleta? O certo então é dar um blindado para cada um e salve-se quem puder? Se eu puder dar um veículo para minha filha, se eu desejo ela segura, dou um caminhão então?
 
Jean K. Santos em 31/05/2012 08:20:43
Esse negócio de negar tudo é papo de advogado. Se não tivesse advogado o culpado assumiria.
 
Josenildo Lima em 31/05/2012 08:14:21
o governo teria que rever a situaçao de circulaçao do montante de motos que tem em campo grande e todas cidades do pais ,pois as motos matam mais do que uma guerra civil, entao porque o risco ..sera que é o ir e vir compensa...sair e nao voltar..eu acho que as leis deveriam ser revista..pois esta acontecendo uma guerra civil com tantas mortes no transito com vitimas de motos e todos so olham
 
neusa maria em 31/05/2012 06:28:36
A justiça dos homens pode não punir. Provavelmente é isso que vai acontecer, mas é certo, a justiça de Deus se fara presente de alguma forma... entre elas, o desconforto da consciência que o acompanhara pelo resto da vida se Deus quiser! Que Deus conforte a familia da vitima.
 
Ana Cristina Ferreira em 31/05/2012 05:47:21
VC CONHECE O CARATER DE UMA PESSOA QUANDO A MESMA ESTA NA DIREÇAO VEICULAR EM TODOS OS SENTIDOS QUE DEUA POSSA CONFORTAR ESSA FAMILIA PORQUE ESSE FILHO DE DEUS JA DESCANÇOU MAS A JUSTIÇA DE DEUS NAO PASSA EM BRANCO MEUS AMIGOS
 
MARCOS RIBEIRO em 31/05/2012 05:19:37
entao os policiais militares que chegaram na hora do acidente estao faltando com a verdade ao declarar que o sujeito estava em estado visivel de embriaguez, so falta os policiais ser denunciado pelo advogado do autor por calumia e difamaçao. cadeia nesse cidadao ate o processo ser julgado por um juiz de direito.
 
nilton sabinojrjr em 31/05/2012 05:09:00
O PROBLEMA DOS ACIDENTES NÃO E A BEBIDA E SIM A VELOCIDADE, UMA PESSOA Q BEBE E DIRIGE DESDE Q NÃO CORRA E MUITO DIFÍCIL CAUSAR UM ACIDENTE
 
Leo zamban em 31/05/2012 05:00:25
O RADAR pode identificar a velocidade do veículo, no momento da colisão.
Essa de estar assustado é conversa pra "boi dormir".
Este criminoso deve pagar uma pensão, ao menor órfão, até que o mesmo complete 18 anos de idade.

DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Luciano Silgueiros em 31/05/2012 04:00:40
Han... é o feito da bebida... de "2 semanas atrás". Coitadinho....
 
Margarida Rodrigues em 31/05/2012 03:57:26
É sacanagem mesmo isso, agora vem o advogado falando que esta "assustado", pensa o estado que esta família se encontra, agora o bacana com advogado, deve ficar uns dias prestando esclarecimentos e nada mais, só perde a família da vitima, essa é nossa realidade, a justiça sempre a favor do "assustado"
 
Edivaldo Andre em 31/05/2012 03:30:37
Se ele não estava embriagado na hr do acidente, papai noel existe...
 
Alex Macedo em 31/05/2012 03:24:00
Aconteceu, o jovem já esta detido, após a instrução do inquérito, espero que o jovem responta o processo em liberdade até o seu transito em
Julgado!
 
Renato Rata em 31/05/2012 02:45:38
Coitadinho, não bebeu nada, estava voltando para casa no sentido contrario porque? nem estava correndo muito, irresponsável e mentiroso, cadê a consciência desse sujeito? e ainda quer ser advogado, imagino a qualidade dos seus serviços! Deus tenha misericordia... tanta enrolação!
 
Rosidelma tavares em 31/05/2012 02:05:00
ESSA HISTORIA VAI ACABAR EM PIZZA! O CULPADO É O MORTO!
 
necime peres em 31/05/2012 02:04:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions