A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

28/09/2012 16:24

Recurso adia júri popular de estudante acusado de morte na Afonso Pena

Gabriel Neris e Nadyenka Castro
Júri popular de Richard Ildivan Gomide Lima estava marcado para o dia 5 de outubro (Foto: Minamar Júnior)Júri popular de Richard Ildivan Gomide Lima estava marcado para o dia 5 de outubro (Foto: Minamar Júnior)

Foi adiado o júri popular de Richard Ildivan Gomide Lima, de 21 anos, marcado para 5 de outubro. Richard atropelou e matou o segurança David Del Vale Antunes na avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas aderem a protesto e se unem contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

A defesa recorreu da sentença de pronúncia, que mandou Richard a júri, por não concordar com a acusação de homicídio com dolo eventual. A defesa de Richard pede desclassificação para homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Nesta situação, não haveria júri popular.

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) vai analisar e julgar o recurso. O TJ poderá manter a sentença de pronúncia, decisão que mandou Richard a júri, ou atender ao pedido da defesa.

Acidente - Richard dirigia um Fiat Punto pela avenida Afonso Pena e bateu na traseira da motocicleta pilotada por Davi. A moto estava parada no semáforo da rua Paulo Coelho Machado.

Segundo a acusação, Richard desrespeitou regras de trânsito – passou no sinal vermelho, estava em excesso de velocidade e dirigindo sob efeito de álcool. Para o MPE (Ministério Público Estadual), dirigindo nestas condições, o universitário assumiu o risco de provocar o acidente (dolo).

Com a colisão, o segurança foi arremessado a vários metros de distância e morreu no local.O estudante havia saído de um motel, onde tinha estado com um amigo e uma garota de programa. O segurança voltava para casa após ter passado a noite e a madrugada trabalhando.




O menino pode ter errado sim, mas ele não saiu com a intenção "hoje vou matar alguem". Infelizmente ocorreu essa fatalidade e ele ja começou a pagar desde o momento que foi preso! Quem deve ir a juri popular são os acusados de executar aqueles dois meninos do caso da pajero (breno e leonardo). Esses sim sairam com a intenção de matar alguem.
 
Thaissa Trindade em 30/11/2012 20:17:43
estamos acompanhando de perto..........
 
Vanderlei Peral Scarpelli em 17/10/2012 17:47:52
Que Deus tenha piedade de vocês, homem que julgam na terra, QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA QUEM NUNCA ERROU!
 
Miriam Castro em 04/10/2012 23:53:09
Gente pelo amor de Deus vc pegaram esse menino para Cristo henn
que absurdo tanta coisa acontecendo e vc querem fazer justiça somente com esse menino que trabalha estuda ele nao é bandido .Porque essa diferença toda entre esse caso e o caso do Rubinho que tambem cometeu o mesmo e dele ninguem fala nada
 
LUCIA BARBOSA em 01/10/2012 11:24:48
Vamos ver quanto tempo ficará preso....
 
Rodrigo Costa em 29/09/2012 12:56:22
Gente, desculpa, mais marginal o cara nao e, segundo eu soube o cara tem 21 anos de idade, trabalhava e tava curando a segunda faculdade, eu nao conheço o cara mais da pra ver q marginal ele nao e, errou sim, por dirigir apos engerir bebida alcoolica,e alta velocidade, mais ai o cara passar o resto da vida na cadeia, e demais, principalmente enquanto verdadeiros vagabundos estupram e nao da nada..
 
Elisabete Flauzino em 29/09/2012 11:36:12
somente esta dando este bafafa todo por causa da midia, quantos destes não acontecem diariamente e os responsaveis ou irresponsaveis estão por ai soltos cade a justiça para estes tambem? agora crucificar um somente não vai servir de exemplo para ninguem, logico que ele tem que pagar pelo seu erro.
 
Marcelo Marins em 29/09/2012 09:43:00
Gente!!! mas que absurdo, ainda existe defesa para este individuo??
tem que ir juri popular sim, ele assumiu o risco de matar, e matou!! um trabalhador
que estava parado no sinal, respeitando o transito. tem que ser feita a justiça!!!
 
Miguel Lustoza em 29/09/2012 09:03:15
Se este cara for condenado e cumprir pena, eu ando pelado na avenida Afonso Pena
 
ADAILTON QUEIROZ DE SOUZA em 29/09/2012 07:18:38
estamos acompanhando.... de perto.....
 
Ademir Rodrigues em 29/09/2012 07:00:00
Espero que o TJ mantenha da pronúncia, pois um sujeito que mata dirigindo acima do limite permitido, fura sinal de trânsito e dirige embriagado assumiu sim o risco de produzir o resultado, ou seja, matar alguém e portanto, deve responder por homicidio, com dolo eventual e ir ao tribunal do juri e quiçá condenado para não cometer mais estas atrocidades.
 
Mário Rosa em 28/09/2012 11:32:36
ah sim ele não teve intenção....passa naquela velocidade e ainda tem advogado cara de pau pra fazer apelação! vamos rezar para que o juiz tbm não seja cara de pau! sociedade precisa de uma resposta,vidas estão valendo menos q uma cesta básica!MARCELO LUIZ AMARAL PEREIRA JUSTIÇA JÁ!!!
 
aline amaral em 28/09/2012 10:09:00
A família e amigos jamais poderão rever em vida o trabalhador que este homem matou!
Nada mais justo que este homem que mata pessoas passar o resto de seus dias enjaulado sem que possa ver a mais ninguém...
É uma pena que a lei brasileira seja tardia, falha e injusta!
 
Wellington Sampaio em 28/09/2012 09:31:13
MARGINAL!
TEM QUE APODRECER NA CADEIA.
 
Joao Lopes Silva em 28/09/2012 08:29:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions