A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

05/03/2012 16:27

Resgate demora para chegar a acidente e mecânico assiste a agonia de vítimas

Francisco Júnior

Colisão com 3 mortes aconteceu na última sexta-feira (2), na BR-262, região de Água Clara e bombeiros conseguiram chegar só 1h40 depois

Uma viagem que poderia ter terminado tranquila acabou se tornando traumática para o mecânico Marcelo Lopes de Freitas, 43 anos. No início da noite da última sexta-feira (2), ele voltava de Brasília pela BR-262 quando presenciou um grave acidente próximo ao município de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande. Três pessoas morreram na colisão de três veículos de passeio.

Abalado, Marcelo diz que ainda não conseguiu esquecer a cena que viu naquele dia. “Eram pessoas agonizando dentro dos carros. Uma coisa terrível. Todo mundo desesperado para tentar ajudar. Foi uma situação que nunca vou conseguir esquecer”.

Na avaliação do mecânico, se o socorro tivesse chegado mais rápido, “talvez tantas pessoas não tivessem morrido”. “O que aconteceu ali foi omissão de socorro. O acidente foi por volta das 19 horas, os bombeiros foram chegar quase duas horas depois. Tinha uma senhora que estava toda machucada, inchada, quase morrendo e a espera de socorro. Isso é um absurdo”, reclamou.

O mecânico relata que o condutor de um dos veículos ficou agonizando preso nas ferragens. “Ele estava prensado no volante. A gente via que ele estava agonizando. Vi tudo aquilo sem poder fazer nada e socorro que nunca chegava”. A vítima citada por Marcelo é Antônio Carvalho Nascimento. Ele morreu no local.

Ele conta que com a ajuda de outras pessoas arrombou o porta-malas para que uma vítima fosse resgatada.

Diante de tudo o que viu, Marcelo acredita ser de utilidade pública uma unidade do Corpo de Bombeiros em Água Clara. “Se tivesse bombeiros no município o socorro teria sido rápido e a chance das vítimas sobreviverem seria bem maior”.

No acidente ainda morreram mais duas pessoas, Berenice Pereira Barbosa, de 63 anos, e Antônia da Silva Oliveira do Nascimento, de 50 anos. Elas chegaram a ser socorridas com vida, mas não resistiram aos ferimentos.

Ariel Uilles de Oliveira, de 16 anos e Cecília de Oliveira, de 49 anos, sofreram ferimentos graves. Eles foram socorridos e encaminhados ao Hospital de Água Clara.

Um terceiro jovem, Wesley Pereira de Oliveira, de 21 anos, também ficou ferido. Ele foi encaminhado ao Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas.

Bombeiros – Segundo o coronel do Corpo de Bombeiros, Joilson de Paula, a partir do momento em que foi acionada a equipe de socorro se deslocou imediatamente para o local do acidente.

O coronel explica que como Água Clara não tem um batalhão do Corpo de Bombeiros, equipes dos municípios mais próximos foram deslocadas para lá. “As equipes de salvamento chegaram no tempo previsto. O local era distante. O acidente foi em uma rodovia. A equipe tem que se deslocar com segurança”.

Questionado sobre a possibilidade da criação de um batalhão na região de Água Clara, o coronel informa que para isso acontecer é necessário um entendimento entre a Prefeitura e o Governo Estadual. “Isso é uma questão política. O Governo do Estado entra com o pessoal e a infraestrutura. A Prefeitura tem que ceder um terreno ou um local para a instalação do Corpo de Bombeiros”, explicou.

Colisão entre carros deixa três mortos e três feridos na BR-262
Acidente grave aconteceu a cerca de 25 quilômetros de Água ClaraColisão entre carros de passeio deixou três mortos e três feridos na noite desta sex...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Por que eh que quando situacoes como essa acontece, o povo sempre condena o governo. Por ser uma cidade pequena, a comunidade deveria pedir que voluntarios sejam treinados em primeiro socorros e a prefeitura deveria deixar uma viatura disponivel para emergencias como essa. "Nao e o que o governo por nos, e sim, o que nos poderemos fazer pelo governo" J. Kennedy.
 
maria qualey em 05/03/2012 10:42:46
É lamentavel o relato do sr. Marcelo, que presenciou esta situação, não é facil ver pessoas sofrendo, mas podem ter certeza senhores leitores, que os Bombeiros não medem esforços para chegarem no local do sinistro, a agonia que sentem enquanto não chegam, pois sabem que dependem deles para serem socorridos, vão orando o tempo todo para chegarem no logo, mas isso não esmorecem em sua missão, SALVAR
 
Air Lopes em 05/03/2012 10:41:37
CONTINUEM CORRENDO FEITO LOUCOS!
Agonizando por 2 horas...morte horrível...PELO AMOR DEUS!

Vale ressaltar a necessidade da criação de unidades do Corpo de Bombeiros a cada 10 km de estrada. Como nunca pensaram nisso? A culpa realmente é dos Bombeiros, com certeza! Motorista não tem obrigação de ser prudente. (irônico ao extremo)

Viva esse trânsito de muitos suicidas (infelizmente).
 
Filipe Alberto em 05/03/2012 09:59:00
Pena que nas cidades do interior os votos sao comprados por uma micharia, população de Aguas Clara, ajudem a instalar uma unidade do corpo de bombeiros na cidade, pelo amor de Deus.
 
Claudemilson Pereira em 05/03/2012 07:34:26
se eh uma questão ´política' então está facil resolver, ou será, que terá morrer mais gente para que a situação seja resolvida? se fosse pra rachar dinheiro dos cofres publicos ja estaria resolvido. quanta barbaridade, acorda srs. MAGISTRADOS AUTORIDADES COMPETENTES OAB, MINISTÉRIO PÚBLICO,ETC, vamos chacoalhar o bambusal
 
MATEUS COSTA em 05/03/2012 06:57:49
Aos contra a privatização das estradas.
Vejam um dos piores problemas. A falta de uma estrutura logística ao longo do trecho.
Sabemos que ficar dependente de assistência pública de socorro é ruim.
Privatizando-se, pode diminuir consideravelmente esse tempo, além de que com pistas duplas a segurança seria melhor.
Para se pensar
 
Orlando lero em 05/03/2012 05:00:29
é lamentavel, que ainda hoje, vemos este tipo de reportagem, e falam em, reeleição, qual o valor que tem uma vida em um ano de eleição, um voto ou um sacolão, talvez uma dentadura! vamos aprender a votar, dar valor ao nosso poder, pois o poder é do povo nao do politico, papeis trocados neste país.
 
mario roque em 05/03/2012 05:00:07
Fica a dica para a população da cidade reivindicar junto a prefeitura e aos candidatos na próxima eleição!
 
Oswaldo Benites em 05/03/2012 04:37:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions