A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/04/2013 12:25

Rodovias federais têm sete mortes, o saldo mais trágico em quatro anos

Aline dos Santos
Logan invadiu pista contrária na BR-163. (Foto: Sarah Zamar)Logan invadiu pista contrária na BR-163. (Foto: Sarah Zamar)

Com sete mortos, a operação Semana Santa de 2013 teve o saldo mais trágico dos últimos quatro anos nas rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul. A ação foi realizada entre quinta-feira e domingo. Logo no começo da operação, às 4 horas de quinta-feira, veio o primeiro acidente fatal.

Veja Mais
Acidente mata 3 pessoas e deixa 4 feridos na BR 163, perto de Anhanduí
Número de mortes nas rodovias durante feriadão já supera as de 2012

Três mulheres, ocupantes de um Peugeot, morreram após colisão frontal com um caminhão na BR-262, entre Ribas do Rio Pardo e Água Clara. O acidente matou Edna Cristina Mathias Prestes, de 55 anos, Maria Victoria Mathias Prestes Bignardi, de 16 anos, e Katerine Pereira Prestes, de 27 anos. A família saiu de Campo Grande para passar o feriadão no interior de São Paulo.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), só a perícia pode definir a causa do acidente, mas, aparentemente, o condutor do caminhão dormiu e invadiu a pista contrária. Na madrugada de ontem, um homem morreu em acidente na BR-267 em Porto Murtinho.

Na tarde de domingo, na BR-163, entre o distrito de Anhanduí e Campo Grande, nova tragédia. A colisão frontal entre um Siena e um Logan matou Zenaide Fátima Mancoello Portilho, de 47 anos, Livrado Portilho, de 70 anos, e Maria Beatriz Mancoello Portilho, de 65 anos. Todos ocupantes do Siena.

Testemunhas contaram aos bombeiros que viram parte do pneu do Logan se soltar e, com isso, o motorista perdeu o controle. No trecho, havia faixa contínua, onde é proibida a ultrapassagem.

A morte em números – No ano de 2010, foram cinco morto nas rodovias federais durante a operação Semana Santa. Em 2011, duas pessoas perderam a vida em acidentes. No ano passado, uma pessoa morreu no período do feriadão da Semana Santa.

Inspetor da PRF, José Ramão Mariano Filho salienta que não aumentou o total de acidentes, mas que a natureza das colisões, por ser frontal, resultou nas tragédias.

Neste ano, foram 47 acidentes e 41 feridos. De quinta-feira a domingo, 17 pessoas foram presas por dirigir sob efeito de álcool nas rodovias federais.

O resultado mostra que muitos ainda fazem pouco da Lei Seca. Em 2013, a legislação ganhou reforço, determinando tolerância zero para mistura de álcool e direção, além de dobrar o valor da multa de R$ 957 para R$ 1.915.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions