A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

19/05/2014 18:10

Taxistas do aeroporto respondem por 66% das multas de radar portátil

Filipe Prado
Dos 18 carros multados, 12 eram táxis do aeroporto (Foto: Divulgação)Dos 18 carros multados, 12 eram táxis do aeroporto (Foto: Divulgação)

Em uma fiscalização de apenas duas horas, a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) autuou 18 veículos, através do radar portátil, por trafegar em excesso de velocidade pela Avenida Duque de Caxias, onde a máxima é 50km/h. Do total de carros, 66% são táxis do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Veja Mais
Agetran vai divulgar posição de radares móveis para frear velocidade
Pela 3ª vez, radar portátil vira arma da Agetran para reduzir mortes

A blitz, realizada das 14h até ás 16h, tinha o objetivo de identificar os motoristas que trafegam em alta velocidade por vias rápidas de Campo Grande. Através do radar portátil, eles conseguiram identificar os condutores, autuando 12 taxistas.

Conforme o chefe da divisão de fiscalização de trânsito José Arruda, a estratégia da blitz foi surpreender o motorista. “É uma blitz rápida, para que o motorista não possa perceber a fiscalização”, explicou.

Ele contou que muitos usuários dos táxis do aeroporto reclamaram do excesso de velocidade dos motoristas pela avenida. “Com essas autuações, nós conseguimos comprovar estas reclamações, por parte dos passageiros”, reconheceu Arruda.

Arruda admitiu que o excesso de velocidade “infelizmente é uma prática comum” na Capital e que o radar portátil irá ajudar na identificação destes condutores. “Nós teremos o fator surpresa, diferente dos radares fixos”, revelou.

De acordo o chefe da divisão, as blitz serão realizadas rotineiramente em vias rápidas, onde os condutores tendem a andar em alta velocidade.

Radar – Atualmente, Campo Grande disponibiliza dois radares portáteis para as fiscalizações de trânsito, porém somente um está apto para o uso. “Nós estamos fazendo alguns ajustes técnicos para que ele possa ser utilizado”, relatou Arruda. Os radares estão sendo utilizados há dois meses pelos agentes da Agetran.

Depois de sete anos, a prefeitura colocou em prática a fiscalização com os radares portáteis. Desde 2008 o equipamento vem sendo anunciado para o uso na Capital.




Sou de CGR, resido em Cuiabá a muitos anos, mas venho para CGR pelo menos 2 vezes por mês e não tenho coragem de andar com os taxistas do Aeroporto que além do excesso de velocidade e risco para a segurança do passageiro, são grosseiros e mal-educados, incluindo as mulheres motoristas que acreditava-se que dariam uma "depurada" no ambiente masculino e os influenciariam a melhorar a postura e comportamento, infelizmente, acabaram seguindo o mal caminho dos que lá estão a muito tempo, sem contar que é muito mais caro do que os demais táxis. Lógico que isso só ocorre pela falta de concorrência, total descaso da fiscalização e falta de treinamento, qualificação e substituição dos que não demonstram aptidão para a função.
 
Márcio Roberto de Araújo em 03/07/2014 09:55:28
Aleluia, até que enfim a AGETRAN resolver enquadrar esses taxistas. São uns abusados, além da alta velocidade fecham os outros condutores, buzinam sem necessidade e dirigem muito mal. Para ficar bom mesmo, a AGETRAN deveria acabar imediatamente com aquela faixa de exclusividade para eles e destiná-la somente para os coletivos. Campo Grande ainda não precisa dela. Essa faixa exclusiva é uma verdadeira "carta branca" para praticarem as barbárias que praticam. Fora isso, jamais serão multados pelos "amarelinhos", pois é notória a alta intimidade entre eles no aeroporto.
 
Hugo Alves em 20/05/2014 08:42:14
É necessário a implantação de TACÓGRAFOS nos taxis, VANS E ÔNIBUS que tambem transportam passageiros possuem o aparelho, por que TAXI não?
Importante a presença de agentes de trânsito na nossa cidade, motoristas estão abusados quanto a condução de veículos nas vias.

DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Luciano Silgueiro em 19/05/2014 20:09:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions