A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/12/2010 12:02

Teste com radar móvel começa esta semana na Capital

Aline Queiroz

Locais serão definidos em reunião amanhã

 Teste com radar móvel começa esta semana na Capital

Esta semana o radar móvel será testado em Campo Grande. A data e local serão definidos em reunião amanhã na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Embora os locais não estejam escolhidos, a Agetran antecipa que serão nas principais avenidas.

Para o diretor da Agetran, Rudel Trindade Júnior, o radar móvel é uma ferramenta que tem auxiliado a fiscalização de diversas cidades brasileiras a combater o abuso de velocidade.

“Nas cidades onde este equipamento é utilizado, observou-se uma redução no desrespeito à velocidade. A presença dos agentes, munidos do radar e as vias adequadamente sinalizadas, levam o condutor a manter uma velocidade adequada a cada local, evitando atropelamento e colisões”, argumenta Rudel.




Sou totalmente contra a industria da multa, porque nao tem outro sentido a nao ser tomar mais um pouco do nosso dinheiro. A nova arma sao as blitz q vao tirar todas as motos que estao adulteradas esportivamente de circulacao. Por exemplo, motos c escape aberto,`com freio a disco, etc... Porque nao abrir uma campanha de legalizacao esportiva em q poderemos legalizar nossa situacao... Essa e mnha sugestao.
 
Diego Gomes em 15/12/2010 12:52:08
Mais uma vez a indústria da multa atuando...
Acharam mais uma forma de arrecadação, quando não havia essa estratégia de arrecadação, davam multa a quem passava o sinal amarelo, como tomei multa e não teve conversa.
Esse pessoal responsável pelo trânsito são todos preguiçosos pois não se "esforçam" para achar uma alternativa mais eficaz para o nosso trânsito ter fluidez. A idéia da onda verde foi realmente boa, mas não funciona, foi só conversinha, agora para implatar radares na cidade isso sabem fazer muito bem, claro!!! é dinheiro no caixa.
 
Marcelo Coutinho em 15/12/2010 10:52:10
Eu fico perplexa ao ver comentários de pessoas que criticam o fato de haverem radares nas vias públicas. Será que essas pessoas não dirigem? Ou será que são daquele tipo que dirige sem prestar atenção à sua volta? Tenho certeza que muitos sabem do que estou falando. Dirijo todos os dias, e a cada dia me sinto mais horrorizada com as imprudências que vejo nas ruas. Se as campanhas de conscientização não bastam...há que se tomar atitudes mais drásticas. O leitor Eduardo fez um comentário: "NORMALMENTE OS LOCAIS ESCOLHIDOS SÃO EM DECIDAS PARA QUE O MOTORISTA DESATENTO SEJA MULTADO, O ÚNICO OBJETIVO É O AUMENTO DA ARRECADAÇÃO". Hellow Eduardo!!! Desde quando um motorista deve ser desatento?? O leitor Antonio Jose de Oliveira Bastos comentou: "cada vez mais o transito em campo grande fica engessado. Alguns campograndense ja é lento de natureza.Cria-se semaforos a bel prazer, como se resolvesse o problema.Agora vem essa de radar movel para tartarugar ainda mais. Afinal velocidade não e sinonimo de acidente." Eu vejo que as pessoas usam muito o senso comum para fazer seus comentários... uma pesquisa realizada pela UNESP revela que por ordem de incidência o maior causador de acidentes no trânsito é velocidade excessiva e mais...revela que fatores determinantes das imprudêmcias são: Impunidade / legislação deficiente. Bom... realmente velocidade não é sinônimo de acidente e sim " a causa de acidente". Sobre o comentário do Renato garcia Ribeiro, gostaria de salientar que já existe um trabalho feito nas escolas com relação ao trânsito... Os professores devem trabalhar a questão do trânsito ...é lei. E existem trabalhos maravilhosos referentes a isto. é uma parceria da SED com o DETRAN. A cosncientização do adulto é difícil, mas trabalhar isto com crianças é muito válido. Educar crianças para futuramente punir menos adultos... Concordo que há muito a se melhorar nas vias públicas para que o fluxo seja adequado. Concordo de verdade! Bom...fica o meu comentário...que com certeza agradará os que pensam coletivamente....que saem de casa para seus trabalhos na hora certa sem pressa...sem atraso...agradará às pessoas conscientes de que uma vida...mesmo que não seja a minha, dos meus filhos ou de alguém da minha família é muito importante e deve ser preservada. E quem quizer correr que vá para uma pista de Kart!!
Shirley.




 
Shirley Rodrigues Costa. em 15/12/2010 09:03:18
Quem esta preocupado com isso?! Você? Você dirige sem atenção? Você não pratica a direção defensiva? Você não repara no que os outros estão fazendo a sua volta? Você não se preocupa em ajudar aos outros? Se você respondeu algum sim a essas perguntas, sinto muito!!! E entendo "um pouco" a sua preocupação! Mas na vida tudo tem um preço. Se você gosta de dirigir "à sua maneira", e lógico que você tem que pagar mais do que os outros!!!
 
Helio Andrekowisk em 15/12/2010 08:01:20
Será que vão fiscalizar nos fins de semana? Pois sábado e domingo não se vê uma autoridade de trânsito na cidade e os abusos correm solto.
 
Sandro Lima em 15/12/2010 07:47:19
Toda inicativa para se reduzir os acidentes no transito é ótimo, mas deve haver criterios responsaveis quando se fala em multas, pois existe muitos guardas metendo a caneta nos motoristas so para mostrar produtividade na fiscalizaçao, vamos ficar de olho.......
Qual sera o limite de velocidade nestes locais,gostaria de saber, pois é dificil se ver uma placa com o limite em nossas avenidas.
 
wenuzan medeiros em 14/12/2010 12:40:53
NORMALMENTE OS LOCAIS ESCOLHIDOS SÃO EM DECIDAS PARA QUE O MOTORISTA DESATENTO SEJA MULTADO, O ÚNICO OBJETIVO É O AUMENTO DA ARRECADAÇÃO.
 
eduardo c ampoe em 14/12/2010 12:39:23
Atenção, pessoal vem ai mais um artefato de arrecadação de 13º, 14º ,15º salários. Claro está que o órgão responsável tem que ter recursos para pagar seus colaboradores.
Apesar de contribuir minimamente com os cidadãos deste lindo município.
 
luiz carlos garcia em 14/12/2010 12:24:45
A prefeitura deveria se preocupar e investir em planejamento urbano objetivando a fluidez do trânsito. Mas as medidas adotadas, até então, demonstram que o intuito é parar o trânsito de uma vez e formar congestionamentos insuportáveis, que já fazem parte do cotidiano dos moradores de Campo Grande. Não temos faixas pintadas nas principais vias da cidade, a tão ovacionada onda verde não funciona, as ruas são cheias de buracos e já não atendem mais a demanda.
A prefeitura opta por gastar em excesso com novos radares, colocando-os ao lado de um traffic calming, por exemplo, o que é totalmente desnecessário. Grande parte do efetivo da AGETRAN é designada a fiscalizar os motoristas que estacionam e não pagam parquímetro, seria muito mais proveitoso se os funcionários fossem designados para auxiliar os motoristas nas vias mais movimentadas da cidade.
Engana-se quem pensa que os radares móveis são instrumentos que diminuem o índice de acidentes, eles são estratégicamente posicionados em vias mal sinalizadas com o único objetivo de gerar multas, cultivando a chamada "Indústria da Multa".
A instalação de radares por toda a cidade não é sinal de planejamento, pois como todos sabem a existência dos mesmos não melhora a fluidez do trânsito, pelo contrário, causa mais lentidão e transtorno aos motoristas,.
A maioria dos acidentes não são causados por excesso de velocidade, mas sim por desatenção dos próprios condutores, que cometem várias infrações ao longo de seus percursos. Ocorre que, apenas os acidentes advindos de excesso velocidade são divulgados pela mídia, e estes geralmente ocorrem nas madrugadas e são causados por motoristas embriagados, que não temem passarem por uma fiscalização, exatamente porque elas não existem.
Como se não bastasse, temos ainda o Projeto Tapa-Buraco, em que a prefeitura 'tapa' os buracos da cidade com pixe. Os funcionários responsáveis pela execução deste projeto interditam ruas sem comunicar a população (que é obrigada a desviar e seguir por outras rotas) e não compactam o pixe, que acaba danificando a pintura dos automóveis. Com certeza recapear o asfalto seria muito mais útil e viável, uma vez que todos os meses os mesmos buracos, das mesmas ruas são 'tapados' com pixe, basta chover para que o asfalto vire uma peneira.
A título de curiosidade posso dizer que o asfalto mais liso da cidade é de um trecho da Rua Joaquim Murtinho, pq será? Fica a dica...
 
Renaca C. Rosa em 14/12/2010 07:31:15
acredito q existem outras maneiras de começarmos a educar os cidadões colocando no curriculo escola,materias relacionadas as leis não só de transito,mas tmbm de cidadania e legislação pois o povo desconhece seus direitos.fica ai minha opinião.
 
renato garcia ribeiro em 14/12/2010 06:17:37
É, uma idéia boa, educativa e não causa poluição visual como os radares fixos, que além de feios esteticamente, não cumprem o papel de educação do cidadão. Agora, só resta às autoridades sinalizar adequadamente o trânsito de nossa capital. Só posso obedecer a sinalização se houver placas indicando, por exemplo, a velocidade máxima da via...
 
PAULO VALDECI JORGE em 14/12/2010 03:27:19
cada vez mais o transito em campo grande fica engessado. Alguns campograndense ja é lento de natureza.Cria-se semaforos a bel prazer, como se resolvesse o problema.Agora vem essa de radar movel para tartarugar ainda mais. Afinal velocidade não e sinonimo de acidente.
 
antonio jose de oliveira bastos em 14/12/2010 03:05:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions