A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

05/08/2013 17:19

Três motociclistas morreram em menos de 24 horas em Campo Grande

Evelyn Souza
Motocicleta da vítima que morreu na BR 262m ficou destruída. (Foto: Viviane Oliveira)Motocicleta da vítima que morreu na BR 262m ficou destruída. (Foto: Viviane Oliveira)
Capacete da vítima. Acidente aconteceu no bairro Taveirópolis. (Foto: Cleber Gellio)Capacete da vítima. Acidente aconteceu no bairro Taveirópolis. (Foto: Cleber Gellio)

Três motociclistas morreram entre a madrugada de domingo e segunda-feira, em acidentes de trânsito em Campo Grande.

Veja Mais
Pedreiro morre em acidente na saída para Sidrolândia; 2ª vítima em 24h
Adolescente de 17 anos morre ao bater moto em poste na Lúdio Coelho

A primeira vítima foi Renato Garais Chamorro, 17 anos. O jovem pilotava uma moto CG 150 por volta das 3h, quando perdeu o controle da direção e bateu em um poste, na avenida Lúdio Martins Coelho, no bairro Taveirópolis. Ele morreu na hora. 

Segundo a Ciptran (Companhia Independente de Trânsito), o passageiro que não teve o nome divulgado, foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande.

A segunda morte foi registrada por volta das 14h, na BR 262, entre as saídas para São Paulo e Sidrolândia. O pedreiro Nivaldo Amaro de Souza, 57 anos, que não tinha habilitação morreu no local.

Ele conduzia uma moto CG Titan, de cor verde e foi atingido por um Voyage preto quando saía da entrada de um pesqueiro que fica em uma estrada vicinal e tentava atravessar a via.

Com o impacto da batida, a vítima foi arremessada por 75 metros e teve a perna arrancada. A motocicleta em que ele estava ficou destruída.

Segundo testemunhas, o motorista do Voyage estava em alta velocidade. No carro estavam Douglas Peixoto de Carvalho, de 23 anos e Jaqueline Garcia Ricardo, de 24 anos. Eles tiveram ferimentos leves e foram encaminhados à Santa Casa. A Polícia investiga quem estava dirigindo o veículo. 

O último acidente aconteceu às 20h, na Rua Spipe Calarge, Jardim TV Morena. O motociclista Raimundo De Lima Silva, 35 anos, pilotava uma moto pela Rua Lupércio de Miranda, quando teria desrespeitado a sinalização e colidido com um Fiat Uno, que seguia pela Spipe Calarge.

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para Santa Casa, mas morreu por volta das 1h15 desta segunda-feira (5).




Pois é, os motociclistas estão perdendo a vida como moscas, no trânsito de Campo Grande. Veja no www.estrelanoasfalto.com.br, por exemplo, que tem todos os acidentes com vítimas fatais: são 6 mortes em 6 dias de agosto, isso significa 1 morte por dia, claro que tiveram alguns atropelamentos, mas a maioria é motociclista. E ainda a maioria, tb, sem CNH.
 
Priscila Charão em 07/08/2013 09:37:16
Um dos condutores era menor de idade, o outro não tinha habilitação, o terceiro desrespeitou a sinalização. Será que algum deles já foi parado pela polícia? Quantos mais terão que morrer até que exista fiscalização nas ruas?
 
Eloy Marques em 05/08/2013 18:23:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions