A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

11/08/2011 11:13

Uso de motos diminui 20% tempo de chegada dos bombeiros em locais de acidentes

Marta Ferreira
Bombeiros usando motocicletas chegam primeiro a locais de acidente e prestam os primeiros atendimento às vítimas. (Foto: Pedro Peralta)Bombeiros usando motocicletas chegam primeiro a locais de acidente e prestam os primeiros atendimento às vítimas. (Foto: Pedro Peralta)

O veículo que mais se envolve em acidentes com mortes em Campo Grande, as motocicletas, também está servindo para ajudar a salvar vidas. Implantado na cidade pelo Corpo de Bombeiros há 2 anos, o serviço de motossocorrismo diminuiu em 20% o tempo de chegada dos bombeiros aos locais de acidente.

Hoje, segundo a Corporação, as equipes chegam aos locais de acidente em no máximo 7 minutos. “É uma ferramenta essencial para a redução de tempo de resposta no atendimento e de gastos, além da facilidade de manter a estrutura”, analisa o chefe do Centro de Resgate e Atendimento Pré-Hospitalar, major Marcello Frahia.

Frahia explica que os bombeiros de motocicleta chegam primeiro aos lugares, para checar a veracidade e prestar os primeiros atendimentos. “Dependendo da situação, não há a necessidade do deslocamento de uma estrutura maior”, explica.

Dentro das mochilas das equipes há desfibriladores, equipamentos para respiração artificial, além de kits específicos para cada urgência como queimaduras, atendimento a gestantes, entre outros.

Cada equipe é formada por duas motocicletas, uma transportando material para emergência clínica e outra com material para emergência traumática. Em Campo Grande, o serviço tem seis motos, duas para cada equipe e uma de reserva para cada.

As motos são equipadas com rádio transmissor. Os motossocorristas atuam nos grupamentos do Centro de Campo Grande, na rua 14 de Julho e na avenida Costa e Silva. Dessa forma, cobrem as regiões norte e sul, onde ocorre maior número de ocorrências.

“Do total de atendimento dos Bombeiros, 70% são acidentes de trânsito. A cada dez acidentes, sete envolvem motociclistas”, revela Marcello Fraiha. Os militares que atuam como motossocorristas passaram por capacitação na Polícia do Exército.

Uma solenidade amanhã comemora os 2 anos do serviço. Segundo Fraiha, o objetivo é levar o serviço de Moto Operacional para o interior do Estado.

Devem ser beneficiados os municípios de Corumbá, Dourados e Três Lagoas, os três maiores do interior. Outra novidade é a intenção de utilizar o GPS nas motocicletas, como já acontece em algumas viaturas dos Bombeiros para facilitar o deslocamento das equipes no atendimento às ocorrências.




OS garotos são coisas lindas de Deus...Pessoas prontas à socorrer-nos sem saber nem mesmo quem somos ou até mesmo como estamos de verdade.Peço a Deus por todos.
 
Jonilza Alves em 20/08/2011 08:11:35
Parabéns para ô corpo de bombeiros , Só peço que eles tenhão muito cudado para não ser á proxima vita ,.
 
ORLANDO NERY DE OLIVEIRA em 13/08/2011 07:02:14
Parabéns!!!! Tá ai uma coisa boa!
 
Antonela Morales em 12/08/2011 08:15:41
Os bombeiros sao anjos que estao na vida de todos nós. Eles estao de parabens! Muita boa a ideia. Tenho muito orgulho dos bombeiros que Deus esteja sempre junto deles os protejendo a todos eles.
 
nereide filles em 11/08/2011 05:37:44
NO RITMO DO DESRESPEITO,JA PODEMOS PEDIR LECITAÇÃO PARA COMPRA DE MAIS MOTOS RESGATES E UM HELICÓPTERO.MOTO COM A LETRA R É = MO R TO,VAMOS MUDAR ESSA REALIDADE PORQUE A PRESSA NADA MAIS É QUE ESPERAR O RESGATE,POIS SE CORRER VAI SE ACIDENTAR.
 
luiz carlos em 11/08/2011 04:35:35
Muito boa a iniciativa... Parabéns aos bombeiros de Campo Grande e ao Maj. Marcello Frahia.
 
Wellington Reis em 11/08/2011 02:06:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions