A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

05/04/2016 11:54

Vazamento é contido, mas trecho da BR-163 segue parcialmente interditado

Natalia Yahn
Diesel vazou na pista e provocou a interdição da rodovia BR-163 - no macro-anel. (Foto: Fernando Antunes)Diesel vazou na pista e provocou a interdição da rodovia BR-163 - no macro-anel. (Foto: Fernando Antunes)
Fila de veículos para passar no local do acidente chega a 3 km. Espera pode durar 30 minutos. (Foto: Fernando Antunes)Fila de veículos para passar no local do acidente chega a 3 km. Espera pode durar 30 minutos. (Foto: Fernando Antunes)

Ainda sem previsão de liberar a rodovia BR-163, no anel rodoviário próximo ao Bairro Jardim Itamaracá, em Campo Grande, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que o óleo diesel continua na carreta e não foi transferido para um local seguro. Por isso, ainda há risco de incêndio e explosão no local, que continua monitorado pelo Corpo de Bombeiros. A interdição parcial da rodovia já dura quase quatro horas, mas o vazamento do combustível foi controlado.

Veja Mais
Risco de incêndio após acidente interdita trecho do anel viário
Contramão é a única rota em cruzamento esburacado

“Por demora no trabalho da empresa responsável, não temos previsão de liberar a rodovia. A situação ainda é a mesma, os veículos estão passando pelas laterias. E a remoção do óleo ainda não começou, a empresa é devagar”, afirmou o inspetor da PRF, André Freire.

A empresa responsável pela carga, o Posto Plantinão, informou que enviou outra carreta para transferir os 41 mil litros de óleo transportados no veículo envolvido no acidente. “Fizemos os tramites legais, acionamos o seguro do caminhão e o ambiental. Mas é preciso esperar a remoção correta, para evitar contaminação”, afirmou o responsável pela empresa, João Marcos Pinheiro.

Acidente - O acidente - que não deixou feridos - envolveu um veículo de passeio, um caminhão que transportava 15 mil litros de água e a carreta com combustível, no início da manhã de hoje (5), e provocou a interdição parcial do macro-anel. O motorista do carro, Airton Dellagnol, 55 anos, relatou que um caminhão frigorífico que trafegava na frente dele, sinalizou conversão à direita. "Ele deu sinal e ia entrar no bairro, deixar a rodovia. Eu reduzi, o caminhão também. Mas a carreta não. Foi excesso de velocidade do condutor, foi ele quem provocou o acidente".

Ainda assustado por conta do acidente, o motorista da carreta, Osmar Leandro Martins, 40 anos, negou estar acima da velocidade permitida e mostrou a única marca sofrida, um pequeno furo na calça - na altura do joelho. Já a o tanque da carreta conduzida por ele, ficou amassado com a batida, o que provocou o vazamento do diesel na pista. "Em vista do que aconteceu, posso dizer que só tivemos danos materiais e um pequeno furo na roupa".

A transferência do óleo diesel de uma carreta para outra deve durar aproximadamente 4 horas, porém ainda não começou, mesmo após quase três horas do acidente. A PRF informou que por isso a previsão é de que a rodovia fique interditada por 7 horas.

A rodovia está parcialmente interditada, a passagem é feita por uma via lateral - que não é pavimentada - e demora em média 30 minutos, pois a liberação é feita separadamente para veículos que trafegam em cada sentido.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions