A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

17/12/2014 11:07

Vectra bate em Celta e derruba muro de residência na Tamandaré

Renan Nucci e Viviane Oliveira
Vectra invadiu a calçada e derrubou muro de residência na Avenida Tamandaré. (Foto: Marcos Ermínio)Vectra invadiu a calçada e derrubou muro de residência na Avenida Tamandaré. (Foto: Marcos Ermínio)
Motorista do Vectra se comprometeu em arcar com todos os prejuízos. (Foto: Marcos Ermínio)Motorista do Vectra se comprometeu em arcar com todos os prejuízos. (Foto: Marcos Ermínio)

O muro de uma casa localizada no cruzamento da Avenida Tamandaré com a Rua Ovídeo Serra, no Bairro São Francisco, ficou destruído após ser atingido por um veiculo Vectra que forçou uma ultrapassagem. O acidente ocorreu por volta das 7h15 desta quarta-feira (17), em Campo Grande. Antes de atingir o muro, o carro bateu em um Celta.

Veja Mais
Acidente de moto que matou dono do Blues Bar é mistério para a polícia
Dois ficam feridos em acidentes ocorridos na mesma via com 200 m de distância

O condutor do Vectra, Eduardo Barbosa, 28 anos, o único ferido, sofreu escoriações leves na perna, chegou a ser encaminhado a uma unidade de saúde, mas  foi liberado. Ele relata que seguia pela Tamandaré rumo ao Centro, no mesmo sentido do Celta. O trânsito estava movimentado e logo após ultrapassar um caminhão, bateu na traseira do automóvel que dava seta para adentrar à Ovídeo Serra.

Com o impacto, Barbosa perdeu o controle da direção, invadiu a calçada e derrubou o muro de uma casa na esquina, ficando com a dianteira completamente destruída. Moradora na residência desde o último mês de agosto, Graciela Cristina Rego, 38 anos, trabalhadora do lar, disse que estava dormindo quando acordou assustada com um estrondo e, ao sair para ver o que havia acontecido, se deparou com o acidente.

Sem seguro, o motorista do Vectra alegou que está no prejuízo, mas se comprometeu em arcar com todos os danos causados. Cristiane está preocupada pois não sabe quanto tempo vai levar a reforma do muro, e até lá, terá que ficar com a casa aberta. Ela disse ainda que é comum veículos trafegarem em alta velocidade pela Tamandaré. Nem mesmo o semáforo é suficiente, por isso, ela sugere a instalação de uma lombada eletrônica. O motorista do Celta se recusou a falar com a imprensa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions