A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

21/12/2011 12:15

"Vi a menina rodopiando no alto", diz testemunha de acidente com morte

Nadyenka Castro e Paula Vitorino

O mototaxista Rogério Araújo, 36 anos, chegava de uma corrida quando aconteceu o atropelamento que matou Alessandra Larrea Barcelos da Silva. Colegas de Rogério e outras pessoas que trabalham na região dizem que é preciso campanha para educar o pedestre

Alessandra foi atropelada no sentido Centro/Shopping da Afonso Pena.(Foto: João Garrigó)Alessandra foi atropelada no sentido Centro/Shopping da Afonso Pena.(Foto: João Garrigó)
Rogério ouviu a pancada e viu a vítima rodopiar. Abalado, ele voltou para casa mais cedo. (Foto: João Garrigó)Rogério ouviu a pancada e viu a vítima rodopiar. Abalado, ele voltou para casa mais cedo. (Foto: João Garrigó)

Era por volta das 22h30min dessa terça-feira. O mototaxista Rogério Araújo, 36 anos, tinha acabado de chegar ao seu ponto - na avenida Afonso Pena -, Centro de Campo Grande, quando, ao estacionar a motocicleta ouviu a pancada e ao olhar para trás viu a cena que o fez encerrar o expediente mais cedo. “Vi a menina rodopiando no alto e aí ela caiu”.

A menina a quem o trabalhador se refere é Alessandra Larrea Barcelos da Silva, 25 anos. A 17ª pedestre morta no trânsito da Capital neste ano, segundo dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Ela foi atropelada pelo táxi Fiat Siena conduzido por Aparecida Dantas dos Santos, 42 anos, que, de acordo com testemunhas, havia acabado de sair do ponto da rua 14 de Julho e não estava em alta velocidade.

Ao se dar conta da gravidade do que havia presenciado, Rogério decidiu ir para casa antes do horário de rotina. Abalado, enquanto se preparava para finalizar o trabalho, viu o socorro chegar rapidamente e a taxista aparentemente desesperada com a situação.

"Se ela [Aparecida] não tivesse jogado o carro para o lado teria passado por cima da menina”, fala a vendedora ambulante Ester Silva de Barros, 48 anos, que também viu quando Alessandra foi atingida. “Na hora, a menina rodopiou e caiu”, afirma.

Segundo Ester, ela e a taxista conversavam quando Aparecida foi chamada para uma corrida. Ao sair do ponto e virar na Afonso Pena atropelou Alessandra. “Ela não estava correndo. Não tinha distância para alcançar velocidade”, declara a vendedora.

Ela e o mototaxista Rodes Bentos da Silva, 42 anos, consideram o atropelamento uma fatalidade. “Certeza de que não foi de propósito. Ela [Aparecida] é uma profissional”, disse Rodes. Ele declara que estava no seu ponto de trabalho quando uma amiga de Alessandra chegou e perguntou se ele poderia testemunhar e contou que ambas estavam em um grupo de amigas seguindo para o ponto de ônibus e a jovem foi a última a atravessar a via.

Há manchas de sangue a alguns metros da faixa de pedestre. Rogério disse não ter notado se a vítima atravessava na faixa. Já Ester afirma que Alessandra estava no local destinado à travessia de pedestres.

Campanha - No mês de novembro, a Agetran e a Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito) fizeram campanha educativa para que o pedestre passe a ter vez no trânsito de Campo Grande. Desde o dia 1º de dezembro, os motoristas que param sobre a faixa ou não dão preferência para quem está a pé estão sendo punidos com multa.

Para o mototaxista Rodes Bentos, além de educar o motorista, é preciso orientar o pedestre. “É preciso campanha para educar o pedestre, porque, se ele vê o carro parado anda mais devagar”.

A mototaxista Neide de Freitas também tem a mesma opinião que o colega. “Os pedestres não respeitam a faixa. É preciso educar o pedestre. Eles estão se achando. Podem passar em qualquer lugar. Mas é claro que os motoristas precisam respeitar”.

Sinalização - Para Neide, para evitar mais atropelamentos é necessário também organizar o trânsito com melhorias na sinalização, como instalação de semáforo com tempo para quem estar a pé. “A Agetran vai esperar morrer mais quantos pedestres?”, questiona.

Números - Segundo informações da Agetran, 122 pessoas morreram no trânsito da Capital até a noite dessa terça-feira. Deste total, 77 eram motociclistas; cinco condutores de automóveis; cinco passageiros de carros; 17 pedestres e 18 ciclistas.

O Placar da Vida, inaugurado em maio para contar os dias em que não foram registradas mortes no tráfego urbano, já somava 10 dias. Ontem, voltou a ser zerado.

Na manhã desta quarta-feira, pelo menos dois pedestres já foram atropelados. Um deles, no cruzamento das ruas Rio Grande do Sul e Sete de Setembro.

Quem está a pé se arrisca fora da faixa de pedestres na avenida Afonso Pena. (Foto: João Garrigó)Quem está a pé se arrisca fora da faixa de pedestres na avenida Afonso Pena. (Foto: João Garrigó)
Atropelada na 7 de Setembro com a Rio Grande do Sul foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. (Foto: João Garrigó)Atropelada na 7 de Setembro com a Rio Grande do Sul foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. (Foto: João Garrigó)
Veja Também
Jovem morre após ser atropelada por táxi na avenida Afonso Pena
Alessandra Larrea Barcelos da Silva, 25 anos, foi atingida pelo Fiat Siena quando atravessava a avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho. Ela foi s...
Motorista invade pista contrária e mata motociclista no Coophavila II
Uma motociclista de 35 anos morreu na noite de ontem (28) depois de ser atingida por um carro conduzido por um homem de 53 anos. O acidente ocorreu n...


estou muito triste eu fikei sabendo da tragendia hoje por um amigo estou muito triste foi minha ex cunhada uma menina muito legal e com muitos sonhos para se realizar adeus alessandra
 
Rafael valentim em 03/02/2012 04:38:29
existe sim convivência pacificadora entre pedestre e motoristas até pq o motorista fora do carro vira pedestre e vice-versa... temos que pensar:essa menina não será a ultima a sofrer um acidente fatal no transito outros virão, principalmente pq sempre vamos culpar o outro para justificarmos algo...... fica a qui o meu sincero registro de alguém que indiretamente sofreu com esse acidente..
 
jone fagundes em 29/12/2011 07:20:13
meus sentimentos a família, neste período trágico que passam, duas mortes em menos de 2 meses é de uma tristeza imensa. cada um tem um ponto de vista e seguindo o mesmo acaba julgando esse ou aquele ..... o fato que uma se foi até o encontro do ser superior e a outra fica pra ser julgada ou defendida, já morei em queenstown-NZ e por lá o transito vive em função dos pedestres; aqui em gramado idem,
 
jone fagundes em 29/12/2011 07:13:45
Concordo realmente que foi uma fatalidade,conheço a motorista e ela seria incapaz de atropelar alguém de propósito.
Julgar é muito fácil.Mas tenho certeza a justiça de DEUS há de prevalecer e confortar
aos familiares.
 
MADALENA CRISTINA BELCHIOR DO CARMO em 28/12/2011 08:52:08
assinei o abaixo assinado a pedido da cunhada dela e espero que surta os efeitos legais, com relação a proibição de carros em alta velocidade nas ruas da cidade.
 
elsie nascimento em 27/12/2011 04:06:11
Sejamos prudentes ao julgar os outros, todos nós estamos sujeitos a esse tipo de situação, o que podemos fazer é lamentar o ocorrido e pedir que nosso bondoso Deus possa nos proteger a todos os momentos de nossas vida.
 
Orlando em 27/12/2011 02:07:06
Como pode fazer uma curva em altisssima velocidade? Ah sim mas a motorista estava devagar. Física: Como pode um corpo ser arremessado por vários metros e ainda assim a roda passar por cima da cabeça? E se fosse um familiar destas pessoas que estivessem fazendo investigação ou até mesmo um seu familiar? O fato é tudo acaba em pizza quando nao é do nosso convivio.
 
david josé pereira em 25/12/2011 07:42:06
Minha namorada, ela se foi. Alessandra Larrea foi antes de tudo uma pessoa feliz e amiga de todos. A taxista foi e continua sendo uma assassina. O próprio delegado, apesar dos fatos mais do que óbvios continua a acreditar em fantasias. Os fatos são claros. Existem pedestres que erram? Sim, existe, mas este não foi este o caso. O fato foi que a velocidade estava altissima em uma curva.
 
David José Pereira em 25/12/2011 07:36:56
Acredito que foi uma fatalidade, ela estava na hora errada, mesmo. Não houve culpa de ninguém. Infelizmente perdi uma querida prima, jovem, sonhadora, que tinha muitos planos e objetivos para realizar no novo ano. Mas tenho certeza que junto com o Pai Celestial, ela esta bem e feliz, Sentimos muito a sua falta, prima, mas tenho certeza que um dia nos nós encontraremos e ficaremos todos juntas.
 
sandra domingos em 23/12/2011 12:43:36
Como eu disse, é 3 tempos e pronto... se n for isso vai morre mais gente infelizmente.
 
Thiago Puci em 22/12/2011 11:31:58
Concordo com alguns cometários acima; porém tanto alguns motoristas quanto alguns pedestres ainda não tomaram consciência de fazer sua parte para que dê certo como em outros estados. Já vi hoje mesmo vi uma mulher atravessar pelo meio, entregaram um folheto da campanha do pedestre para ela e quando chegou na esquina, a mesma jogou o folheto no lixo. Desse jeito, haverá sim muitos acidentes.
 
soraya almeida em 22/12/2011 11:20:29
Do jeito que a coisa anda, acho melhor pintar toda a via com faixa de pedestre, pois continuam atravessando entre os carros, passando por cima de canteiros, o povo mal educado esse de Campo Grande viu... Nunca vi gente tão nervosa e mal educada desse jeito, e olha que já andei muito por este país!
 
Wellington Sampaio em 22/12/2011 11:14:08
Conforme disse Edson Trombine,a moça talves estivesse distraida não viu que o taxi estava saindo do ponto a esquerda da14 e com pressa de atender o cliente saiu em frente aos outros carros p subir a afonso pena.ouve descuido e pressa de parte da taxista,ali é uma travessia perigosa, deve ter relogio de tempo p os dois lados,e na foto tem 7 pessoas atravessando fora da faixa,será que é mais seguro?
 
Lucas da Silva em 22/12/2011 10:54:07
Tem muita gente errada no lugar errado com poder demais,com ideias estapafurdias,absurdas só pode dar nisso mesmo!! É daí pra pior!!
 
antonio garcia em 22/12/2011 10:52:20
Já vi a monobra que os taxisistas fazem ao sair do ponto, na pista da esquerda da quatorze: eles saem com o semáforo da quatorze fechado, cruzam três pistas de rolamento EM CIMA DA FAIXA DE PEDESTRE para entrarem na Afonso Pena sentido shopping , antes que o semáforo abra. Então não foi um "acidente", assumem o risco de matar quando fazem isso. Infratores e irresponsáveis, no mínimo.
 
Terezinha Martins em 22/12/2011 10:23:31
esta lei da faixa de pedestre ainda vai fazer mais vítimas, porque o pedestre é sem educaçao , já presenciei várias batidas de carro e moto na faixa de pedestre ,na avenida zahran é todo dia uma batida ; esses dias o motociclista ao se aproximar da faixa foi surpreendido por um pedestre que simplemente se jogou em frente a moto 3 carros se chocaram 1 deu perda total a moto ficou amassada atraz.
 
jonas alves em 22/12/2011 10:03:13
È um absurdo, tem motoristas que não respeitam pedestre achando que a pista é somente deles. Existe egoísmo da parte de alguns motoristas pois aonde não tem sinalização é quase impossivel o pedestre atravessar a faixa. Somente Deus mesmo para nos guardar. È preciso multar motoristas ~imprudentes acredito que dessa forma eles hajam com mais respeito.
 
Laura Pereira em 22/12/2011 09:47:41
SO QUEREM EDUCAR OS MOTORISTAS! !E OS PEDESTRES NINGUEM EDUCA NÃO!!! DEPOIS QUE SAIU ESTA LEI DA"FAIXA" GUENTA O POVO ATRAVESSANDO DE QUALQUER JEITO E ACHANDO QUE NOS TEMOS OBRIGAÇÃO DE PARAR, AI VOCE OLHA PRO LADO TA LÁ O "AMARELINHO " OLHANDO PRA SUA CARA COM PAPEL E CANETA NA MÃO....RIDICULO DEMAIS!!!
 
DeNISE Rolim em 22/12/2011 09:45:12
A regra básica para quem dirige é única: olhar para a frente e estar com a atenção voltada para o ato de dirigir, pois como se vê, o automóvel é uma arma em potencial.
 
edson f. chaves em 22/12/2011 09:32:15
Que bom seria se o prefeito lesse esses comentarios. Campo Grande faz tuz tudo errado. Educaçaõ no trânsito começa com antecedência através de educação e prevencão pelos meios de comunicação, assim como fizeram as cidades que ja adoram e deram certo(Brasilia, Curitiba e algumas outras). Mas a cidade tem por obrigatoriedade, fazer tudo corretamente, inclusive sinalização de transito.
 
rosa paim em 22/12/2011 05:53:50
Existe a faixa de pedestres, mas não existe o tempo c/ os 2 sinais fechados p/ travessia. O certo era o motorista esperar que atravessassem. Um sinal abre, o carro entra na rua seguindo em frente, aí ele fecha, o outro sinal abre, e uma fila de carros entra fazendo a curva na mesma rua. Não há opção p/ o pedestre. Chega a ser mais prudente atravessar longe da faixa, p/ ter tempo de sair correndo.
 
Patricia Lima Mira em 22/12/2011 01:24:08
Reportagem triste, talvez a taxista ñ seja culpada conforme relatos de testemunhas, mas há muitos taxistas que estão despreparados, precisam de 1 curso de reciclagem urgentemente. Tenho presenciado taxistas furando o sinal vermelho e c/ velocidade acima do permitido na via. Ontem estava estacionando e 1 taxista impacinte buzinava sem parar, isso pq minha seta estava ligada. Cadê o profissinalismo?
 
Ricardo mathias em 21/12/2011 12:53:14
Esses taxistas acham que sao profissionais do volante e abusam mesmo da velocidade, na faixa exclusiva pra eles na Duque de caxias eles voam a + de 100km , quando a velocidade maxima 'e de 60km. Aquela faixa deveria ser somente pra onibus e veiculos de emergência!
Sao abusados!!!
 
ygor bueno em 21/12/2011 12:48:00
tem uns cruzamentos a muito tempo no centro de campo grande em que o pedestre ao tentar a travessia,fica sujeito ao um carro virar a esquina nas costas do pedestre tendo que voltar a cabeça para trás para ver se vem algum veiculo,é assim ai onde ocorreu este acidente e imediações como barão com 14 e dom aquino com 14 por exemplo.
 
antonio costa em 21/12/2011 12:46:09
Tem que educar tanto os pedestres quanto os condutores, aí sim começar a multar. Porque uns pedestres saem correndo e sempre fica um pra trás, um motorista pára e outro que vem do lado não vê o pedestre e aí bate atrás do outro carro ou atropela o pedestre.
 
Cida Barros em 21/12/2011 12:44:05
O tempo de campanha educativa foi muito curto.sera que as autoridades nao observaram isso... aqui em campo grande ninguem tem o hábito de parar na via para pedestre atravessar ... cuidado pedestre nao confie ..pois pode custar sua vida...perdemos uma amiga....
 
Rogerio Lopes em 21/12/2011 12:42:00
Realmente, apos a campanha da AGETRAN e DETRAN os pedestres em Campo Grande estão achando que são donos da rua, atravessam em qualquer lugar. Nos sinaleiros, não respeitam o sinal. Nos locais onde existem sinalização semafórica, o pedestre tem que esperar o sinal abrir para ele e não atravessar nos meio dos carros. Se não houver fiscalização constante, o trânsito não vai funcionar.
 
Antonio João Pereira Figueiró em 21/12/2011 12:35:00
uma boa parte dos taxista correm pra caramba e cometem muitas infraçoes , e ainda se dizem profissionais do volante!
 
necime l peres em 21/12/2011 12:32:25
Atenção Agetran , tem pedestre atravessando na faixa qdo o sinal está aberto(verde)para os carros.Precisa ter sinal tb para o pedestre, pois há casos que a faixa está atrás do sinal. Será que o motorista tem que parar e provocar um engavetamento só para esperar o pedestre passar?Ex.faixa em frente a casa do Papai Noel , Afonso Pena.Está erradíssimo.
 
Lyka Rodrigues em 21/12/2011 11:17:24
Concordo com muitos aqui sobre a opinião de que o "Pedestre" tem que se policiar ao atravessar pela faixa sem semáforo. Todos os dias transito pela Av. Zahram, e já vi 2 casos quase acabarem em fatalidade na faixa de pedestre na esquina do Comper, pq o pedestre atravessa qdo um só carro para, mas não se certifica se o outro que vem ao lado tb vai parar, e dai é questão de segundos e sorte.
 
Robeson Oliveira em 21/12/2011 11:00:07
Infelizmente o transito so vai piorar. Com as facilidades de financiamento de carros e motos somado ao elevado numero de pessoas estressadas no transito, daqui a 5 anos teremos um caos na cidade.
 
JOSE PEREIRA FILHO em 21/12/2011 10:39:55
Lendo os comentários percebo as opiniões diversas a respeito concordo quando dizem que desde que foi falado que pedestre tem preferência virou uma bagunça mesmo. Sou motorista e muito mais pedestre. E percebi que os pedestres nao entenderam e estão abusados mesmo....Outro dia presenciei uma senhora (pedestre) passando no sinal vermelho pra ela....o motorista teve de businar para a madame parar
 
Maria Zavan em 21/12/2011 10:24:42
Sou motorista profissional, dirijo todos os dias pelo centro da capital, gostei muito da iniciativa da faixa preferencial para pedestre. Mas pude percebe que varios pedestre estão atravessando a faixa com sinalização tbm, mesmo estando em sinal verde para os motoristas, portanto o sinal pode ta verde , que eles atravessam na frente sem mais sem menos.....
 
Marcos Paulo em 21/12/2011 10:11:49
Só nos resta uma coisa REZAR ao sair para o trabalho, passeio ou qquer outro compromisso nas ruas da nossa querida capital morena. "Pai nosso que está no céu... levrai-nos do mal. Amém". Meus sentimentos de pesar à família e amigos da jóvem que faleceu, cujo irmão, tbém, pelo noticiado, morreu em um acidente de moto há pouco mais de um mês. Triste! Muito triste...
 
arthur donavann em 21/12/2011 09:55:12
Os órgãos regentes do transito devem olhar com maior intensidade para os taxistas, só esse mês tivemos pelo menos 3 ou 4 acidentes sérios com taxi, infelizmente esse foi fatal, agora não deu pra entender direito o que aconteceu.
 
Oswaldo Benites Junior em 21/12/2011 07:55:52
Incrivel a velocidade usada pelos motoristas de campo grande,até mesmo em ruas tranquilas de bairros correm como se estivessem em rodovias,será que é também pelo conforto dos amortecedores destes carros modernos de hoje? que ao passar por ruas cheias de remendos absorvem melhor o impacto que os carros antigos tipo fuscas,brasilias e corcéis. todos acham o máximo acelerar sentem-se poderosos .
 
antonio costa em 21/12/2011 06:15:15
CRIARAM A OBRIGATORIEDADE SEGUIDO DE MULTA PARA OS MOTORISTAS QUE AVANÇAR SOBRE OS PEDESTRES NAS FAIXAS DE SEGURANÇA. MAS , COMO QUE O PEDESTRE VAI ATRAVESSAR COM SEGURANÇA ? SEM SINALIZAÇÃO VAI FICAR DIFÍCIL.
INFELIZMENTE JÁ ACONTECEU UM ACIDENTE FATAL. VAI DEMORAR MUITO PARA TOMAREM AS PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS OU VÃO ESPERAR MAIS UM POUCO ?
 
joaquim cunha em 21/12/2011 06:08:54
Com a lei da faixa do pedestres ficou tudo ainda mais bagunçado, pedestre ficou abusado, não pensam no tempo de frenagem. Sou pedestre e motorista e respeito tudo como deve ser feito. CUSTA fazerem isso! Pedestre SÓ tem preferencia quando não existe sinalização Semaforica. Nas demais situações se o carro tem que parar no vermelho, eles também tem que parar no "homem" vermelho.
 
Joao Paulo em 21/12/2011 05:56:29
Outro detalhe acho que ajudaria e colocar no meio das quadras da afonso penna faixa de pedestre e outro detalhe estao esquecendo a faixa de retencao de veiculos...outra coisa na regiao do camelodromo existe muita movimentacao deveria colocar um semafaro naquela faixa com o mesmo tempo do semafaro que existe logo mais a frente esta muita bagunca ali naquela regiao...
 
Cesar Catunda em 21/12/2011 05:43:38
Percebam uma coisa: os taxistas do ponto da 14 de julho ficam em um local difícil de sair, porque eles ficam ali na frente da farmácia e precisam atravessar a 14 para chegar na Afonso Pena. Então, TODOS eles aproveitam o curto momento em que o sinal da 14 fecha e o da Afonso Pena abre, para aí eles saírem, sempre em alta velocidade. Eu passo por ali todo dia e todo dia vejo essa mesma cena.
 
Willian Jose em 21/12/2011 05:41:43
Não sou especialista em transito mas acho que deveria ter 3 tempos os semafaros do quadrilatero de ruas do centro da capital um tempo em especial para o pedestre moro em Campo Grande a mais de 15 anos e sou de Brasilia acho que deveriam adotar o metodo do Distrito Federal seria uma boa e evitaria a bagunca e os acidentes que ocorrem na capital principalmente neste fim de ano...
 
Cesar Catunda em 21/12/2011 05:40:18
se a manobra,que a motorista fez,é permitido, o que houve de fato mesmo .
 
Robson Dias da Silva em 21/12/2011 05:39:21
Como eu disse tem que fazer final, para carro e pedestres, de 3 ou 5 tempos... mas o povo n pensa.
 
Thiago Pucinelli em 21/12/2011 04:46:19
Pois é... Como disse o sr. Carlos Montes e Edson Trombine lá abaixo. Como que uma pessoa tá do lado esquerdo da 14 de Julho (ponto de táxi) e atravessa na diagonal pra pegar a Afonso Pena?! No mínimo ela deu uma pisadinha pra arrancar à frente dos muitos carros parados no sinal. Além do que, naquele ponto, a preferência é sempre do pedestre, visto que o sinal abre ao mesmo tempo para ambos.
 
arthur donavann em 21/12/2011 04:35:01
Lembrando que não falo do caso da moça, pq não é possível saber o que ocorreu. Apenas que foi uma imensa fatalidade e lamento muito pela família que já estava vivendo uma dor terrível.
O fato é que cada vez menos dirijo nessa cidade, porque a situação do nosso trânsito está caótica. E o pior é que por isso, não importam os culpados ou inocentes, vidas se perdem.
 
Mirian Costa em 21/12/2011 04:14:16
tem que educar os pedestres com certeza, mas os motoristas e motociclistas também, temos que ter mais atenção, ainda mais nessa época do ano, tudo isso é falta de atenção!
 
Cristina P. em 21/12/2011 04:08:34
É preciso educar melhor os pedestres, porque está muito difícil mesmo dirigir. Entenderam errado a condição da faixa e agora, até batem nos carros se puderem, revoltados quando não podem atravessam quando querem em locais que há sinalização semafórica. Não entenderam. E uma boa ideia transformou a cidade em um ringue ainda mais mortal...
O problema é educação mesmo. A básica. Tipo, letramento.
 
Mirian Costa em 21/12/2011 04:07:59
Realmente tem que haver uma campanha educativa mais ativa para os pedestres ou uma sinalização eficiente para que não haja mais mortes em campo grande.Não deu para entender esta esta campanha educativa para os motoristas se o proprio governo municipal não dá as devidas condições de usá-las.Os pedestres acham que podem passear nas faixas como estivessem em um parque de diversão.Façam uma pesquisa.
 
wanduildo silvestre em 21/12/2011 03:33:51
Acho todos nos devemos mudar e não ficar falando mal dos taxistas ,pedestres ou motoqueiros. Meus sentimentos a familia.
 
Rene de Azevedo Magalhães Filho em 21/12/2011 03:26:14
O que já estava ruim consegiu piorar, o trânsito desta capital. Pedestres não foram/ são bem orientados quanto a travessia de via pública sinalizada com semáforo!
 
Juliana Rodrigues em 21/12/2011 03:20:21
O problema está q o pedestre não entendeu a lei ainda, ele só tem a preferencia a onde não existe o sinal, em cruzamentos q existe á o sinal tem q respeitar, estão se achando, que a qualquer momento podem atravessar a rua sem olhar, e não é bem assim, ainda morrera muitas pessoas desvizadas, infelizmente, falta muita educação no nosso pais, de ambos os lados...
 
Antônio da Silva em 21/12/2011 02:21:50
Os pedestres estão muito abuzados...eles atravessão fora da faixa e ainda acha ruim quando algum carro buzina. Custa esperar um pouco antes de sair correndo no meio da avenida!?
 
Claudia Oliveira em 21/12/2011 02:16:22
Estava no carro de tras ao da taxista, ela nao estava correndo! Foi uma fatalidade, quando vi a menina ja estava voando para o chao, ainda bem que a policia estava la prestando os primeiros socorros, pena ter acabado com o falecimento. Realmente nao deu para ver se ela estava na faixa! Torci tanto pela melhora que coloquei a foto do acidente no facebook. Fatalidade, meus pesames aos familiares!
 
Elisangela cavalcante em 21/12/2011 02:13:44
Foi feita a lei que diz que o motorista deve respeitar a faixa de pedreste, houve orientação, e há multas. Agora e o pedreste, andam, correm, atravessam fora da faixa, não olham e ainda acham ruim quando levam buzinada. Acho que os governantes tinha é que instituir uma lei para os pedrestes terem mais respeito, afinal estamos falando de vidas humanas.
 
Maria silos em 21/12/2011 02:10:37
não estou aqui pra julgar se a taxista foi culpada pelo acidente,mas sim para deixar meu protesto pelos maus taxistas em principal pelos do aeroporto q não respeitam ninguem e não é somente na av duque de caxias,outro dia eu fui fechado por um desses "taxistas"do aeroporto na via morena,dali pra frente eu fui seguindo de longe pois trabalho na saida de aquidauana eu o q presenciei foi só barbaries
 
marcos suxza em 21/12/2011 02:08:22
Todos tem sua parcela de culpa.Infelizmente em Campo Grande a população não sabe conviver e respeitar as leis de trânsito.É errado o motorista q dirige em alta velocidade e não utiliza a seta, é errado o motociclista q pilota costurando o trânsito e nem sabe o q é o sinal d seta, é errado o ciclista q tb quer dividir as faixas c/ outros condutores e é errado o pedestre q não respeita a sinalização
 
Katia Sousa em 21/12/2011 02:05:03
Tambem presenciei o acidente, fatalidade mesmo, estava com mais duas amigas no carro de tras ao taxi, que nao estava correndo, quando vimos a menina ja estava no chao!!! realmente nao deu para ver se a menina estava na faixa de pedrestre.. =/
Ate postei uma foto no Facebook do acidente, desejando melhoras, que triste!

 
Elisangela Cavalcante em 21/12/2011 01:52:11
Esses taxistas na maioria são abusado... correm muito mesmo!!!! que Deus conforte os corações dos familiares da vitima!!
 
Pedro Henrique em 21/12/2011 01:50:21
Estes dias atraz,o sinal tava aberto pra mim e um pedestre pulou na frente do carro e falou que ele tinha preferencia,concordei com ele mas disse pra ele que naquele caso ali ele tinha que esperar o sinal fechar pra ele passar.Pelo que sei a preferencia dele é onde não tem sinal só a faixa.O que falta é uma melhor explicação aos pedestre.O cidadão ainda me olhou feio.
 
alessandro dos santos em 21/12/2011 01:41:56
Triste muito triste o que aconteceu. Mas está difícil tanto para os motoristas quanto para os pedestres. Existem cruzamentos que a faixa de travessia é muito perto da esquina, dai o motorista tem que parar para o pedestre passar e fica aquela fila enorme de carro buzinando atrás. Tem também pedeste que passa fora da faixa e quer que o motorista pare para dar passagem. Paciência e muita atenção!
 
Genilaine Araujo em 21/12/2011 01:35:43
Acontece que tem que educar os pedestres, eles estão achando q tem a preferencia em todos os lugares, esses dias eu vinha pela 14 o sinal estava aberto, eu tive q parar no cruzamento da via pra esperar as bunitas atravessarem a 14...e se vem um carro atras de mim...
 
pedro ramos em 21/12/2011 01:19:05
Eh uma lastima estar comentando uma coisa dessas, mas o transito de Campo Grande está cheio de MAUS motoristas , que uma vez atraz do volante eles se esqueçem que são humanos, o pedestre não tem direito nenhum!Do que adianta aquela faixa?Concordo com o sr.Antonio Costa sobre aqueles cruzamentos.E não é só o taxista que deve ser julgado; todos os motoristas devem passar por uma reciclagem(educação)
 
Rosa Marlene da Silva em 21/12/2011 01:18:49
Todos sabem onde fica este ponto de táxi: na esquina da 14 com afonso pena, no LADO ESQERDO. Com certeza, para NÃO ter que fazer a VOLTA na afonso pena (descer, retornar e subir, como seria o correto) ela saiu direto do ponto QUANDO O SINAL ABRIL cruzando na frente dos carros parados no sinal vermelho, já subindo a afonso pena, imprimindo FORÇA E VELOCOCIDADE para fazer a manobra rapidamente.Pena.
 
Carlos Montes Fernando em 21/12/2011 01:12:44
Pelo que entendi, a taxista estava em seu ponto na 14 de julho e saiu para atender uma chamada, sendo que o atropelamento ocorreu, segundo a reportagem inicial, na faixa de pedestres (ou perto dela) da pista da Afonso pena, sentido centro/shopping. Sem ser perito, mas baseando-me no reportado e em 46 anos de CNH, penso que a profisssional foi, no mínimo, descuidada, ao fazer aquela manobra.
 
EDSON TROMBINE LEITE em 21/12/2011 01:09:20
Quero saber quando os policiais vão multar os pedestres q atravessam fora da faixa??
pq os pedestres acham q podem tudo, e ainda xingam, ficam olhando com a cara feia falando um monte de barbaridade, quero saber quando a lei irá ser aplicada à eles??
 
sandra oliveira em 21/12/2011 01:02:12
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions