A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

01/07/2013 07:10

Vítimas de acidente são todas da mesma família e seguiam para o RS

Francisco Júnior e Paula Maciulevicius
Bombeiros durante o resgate a uma das vítimas do acidente. (Foto: Marcos Ermínio)Bombeiros durante o resgate a uma das vítimas do acidente. (Foto: Marcos Ermínio)
Voyage ficou destruído. (Foto: Marcos Ermínio)Voyage ficou destruído. (Foto: Marcos Ermínio)

São da mesma família as seis pessoas que ficaram feridas no acidente entre um carro, um ônibus e um caminhão ocorrido por volta das 6h10 de hoje (1), no cruzamento da Travessa Guavira com a Avenida Cônsul Assaf Trad, no bairro Coronel Antonio, em Campo Grande.

Veja Mais
Motociclista é atingida por ônibus ao tentar estacionar na Calógeras
Comerciantes pedem semáforo após acidente em que carro invadiu loja

A família estava em um Voyage branco. O veículo era conduzido por Jandir dos Santos, de 44 anos, e tinha como passageiros a mulher dele, Andreia Cristina dos Santos, de 39 anos, as filhas do casal, Jessica Thais dos Santos, de 16 anos, e Dalila Lais dos Santos, 13 anos, e os namorados das jovens, Francilei Cigognine, de 23 anos, e Junior Botim, de 24 anos.

Francilei sofreu apenas escoriações e pode contar detalhes do acidente. Segundo ele, a família é de Sinop e estava seguindo para o Rio Grande do Sul, onde iria passar férias. O rapaz afirma que o ônibus estava em alta velocidade. “Ele estava correndo muito, é inacreditável. Paramos perto do ponto para pedir uma informação de como chegar a Dourados. A gente deu seta, mas o ônibus veio com tudo”, relata.

Ônibus ficou com a parte da frente danifica com a colisão. (Foto: Marcos Ermínio)Ônibus ficou com a parte da frente danifica com a colisão. (Foto: Marcos Ermínio)
Caminhão envolvido no acidente. (Foto: Marcos Ermínio)Caminhão envolvido no acidente. (Foto: Marcos Ermínio)

O carro foi atingido pelo coletivo ao deixar a Travessa Guavira para entrar na avenida Cônsul Assaf Trad. Com o impacto, o Voyage foi lança para a outra pista e acabou atingindo um caminhão que carregava um trator.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, De Moraes, duas das vítimas, entre elas o motorista, sofreram politraumatismo.

Os bombeiros tiveram que usar um equipamento especifico para retirar o motorista das ferragens do veículo.
As vítimas mais graves foram encaminhadas para a Santa Casa. As outras levadas para o posto de Saúde do bairro Coronel Antonino.

Nenhum dos passageiros do coletivo sofreu ferimentos. O trânsito não chegou a ficar interrompido naquele trecho da Avenida.

Motociclista tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em bairro
O motociclista Osmar Constantino da Silva, 35 anos, foi socorrido após ter o pescoço cortado por linha de pipa com cerol, no final da tarde de ontem ...
Motociclista fica ferido em colisão com carro na avenida das Bandeiras
Um motociclista ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito na noite desta terça-feira (17) na Vila Carvalho - região sul de Campo Grande. No ...



e dai qual o problema da idade delas,e que estavam com seus namorados pelo menos estavam na presença dos pais não são qualquer uma que saem por ai com qualquer um.
fica a dica cada um cuida de sua vida que é melhor. e no caso de estarem em quatro atráz isso sim foi erro. mas quem nunca errou , até você que criticou ai vai dizer que é o melhor dos santos
.
 
graciele de lima em 04/07/2013 11:16:43
coitados forças amigos melhorem rapido...
 
Djordan wesley em 02/07/2013 18:54:45
Fiquem com Deus Dalila e todo o pessoal, e vocs ai que ficam falando mal da idade das meninas, cuidem da vida de vocs, deixem elas namorar em paz, nem conhecem elas direito e tão falando, falem so se forem perfeitos -'- , duvido se vocs nao pegarao alguem mais velho na vida de vocs, duvido se vcs nunca andaram em mais de 5 pessoas nun carro. Apartir de hoje vocês seram perceguidos pela morte u_u , bj e se cuidem ;*
 
Dieli Sandrin em 02/07/2013 13:52:24
FORÇA JÚNIOR, ESTAMOS ORANDO POR VOCÊS.
 
Ana Gomes em 01/07/2013 21:20:00
ao senhor LUCIANO MARQUES
o disco do tacógrafo estala para isso chegado foi requisitado e e averiguado o motorista do ônibus estava na velocidade da via 60 por hora
 
leandro de moura em 01/07/2013 20:25:42
Seis pessoas no carro: erro nº1.
A preferencial é do ônibus, e não do carro que saiu da Travessa Guavira (minha rua): erro nº2.
Logo, a culpa não é do motorista do ônibus, pelo menos não totalmente.
 
Maurílio Oshiro em 01/07/2013 19:10:38
legal né , duas crianças uma de 16 anos e outra de 13 anos com seus namorados de 23 e 24 anos , é cada coisa que agente anda lendo !!!
 
diego barreto em 01/07/2013 15:17:59
Se eu entendi bem os rapazes são namorados das meninas e eles tem 23 e 24 anos e as meninas 16 e 13 anos, é isso mesmo produção?
 
Francielly Coelho em 01/07/2013 13:34:27
Vocês leram mesmo o texto gente, o pessoal parou para pedir informação PERTO DO PONTO DE ÔNIBUS, o mesmo veio e bateu, provavelmente o carro parou em lugar inadequado e não observou o coletivo, é fácil criticar o motorista que anda sob pressão de uma agencia que não tem um pingo de inteligência para fazer a tabela de horários, pra quem não sabe se o motorista atrasar ele paga multa, e a Agetran não tem como eu disse inteligência para fazer os horários de forma adequada aos motoristas andarem em velocidade segura, com esse trânsito sem planejamento todos estamos a mercê da própria sorte, e junta a falta de educação dos condutores que não colaboram.
Vamos cobrar providências da Agetran ou vamos continuar achando que a culpa é sempre do motorista do ônibus?
 
Junior Ferreira em 01/07/2013 11:58:07
Na minha conta também deu quatro no banco de trás!!
 
Katyuce Chermouth em 01/07/2013 10:40:55
ESSES MOTORISTAS DE ÔNIBUS, PRECISAM SER CONTROLADOS DE QUALQUER MANEIRA. COM TANTA TECNOLOGIA QUE EXISTE, É INACREDITÁVEL QUE NÃO HAJA UMA MANEIRA VIA SATÉLITE DE CONTROLAR A VELOCIDADE DELES, QUE CERTEZA, ANDAM ACIMA DOS LIMITES. COM PRESSA DE ATENDER O ROTEIRO E VENDO OS VEÍCULOS PEQUENOS COMO INIMIGOS. ESSE MOTORISTA PRECISA SER PUNIDO-PRESO- EXEMPLARMENTE.
 
LUCIANO MARQUES em 01/07/2013 10:29:37
Só eu que contei 4 pessoas no banco de trás?
 
Etna Gutierres em 01/07/2013 10:18:34
Realmente esses motoristas correm muito mesmo e não respeitam ninguém, não costumam usar seta e quando as usam desrespeitam os veículos, saem sem nem olhar quem vem atrás deles como se a rua fosse só deles. E esse motorista do carro também já estava cometendo uma infração muito grave, como que ele pode levar 6 pessoas sendo que o número de passageiros é só 5 ocupantes? E a polícia por onde ele já havia passado que não parou e multou ele? Estava quase atravessando o país sem ser averiguado por qualquer órgão responsável pelo trânsito. E agora alguém tem razão?
 
Vania Maria em 01/07/2013 09:09:17
Pode isso, Arnaldo?? 6 pessoas no carro!!! De Sinop ao Rio Grande!!! Eita...
 
Filipe Alberto em 01/07/2013 08:23:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions