A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

24/06/2014 14:30

Freios e suspensão: sistemas devem ser revisados antes das férias

Importantes para ajudar a garantir a segurança do veículo nas estradas, os sistemas de freios e suspensão devem ser incluídos no check-up antes das férias escolares. Defeitos e até mesmo o desgaste natural dos componentes podem provocar graves acidentes.

Márcio Martins
 Freios e suspensão: sistemas devem ser revisados antes das férias

O mês de julho está próximo e junto com ele chega o período de férias escolares. É hora, além de planejar o roteiro de viagem e despesas, fazer uma manutenção preventiva no veículo para evitar inconvenientes e diminuir risco de acidentes na estrada. “Além de itens tradicionais checados na revisão, como nível de óleo e do líquido do radiador, calibragem e desgaste de pneus, iluminação, filtro de combustível, de óleo e de ar, outros componentes, especialmente, relacionados à segurança devem ser revisados”, adverte Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

Veja Mais
Teste: L200 Triton Sport 2.4 Turbodiesel 2017
Telemetria – das pistas para o seu carro

É recomendável conferir o sistema de freios e de suspensão do veículo, itens fundamentais que quando em boas condições colaboram com a segurança no trânsito. Composto por vários componentes, entre eles, discos, pastilhas, lonas, servo freio, cilindros mestre e de rodas, pinça e sapata, o sistema de freio requer atenção na hora da manutenção. “O ideal é analisar todo o conjunto para verificar o estado das peças. Ao verificar desgaste nos componentes, como lonas ou pastilhas, ou ranhuras nos discos é preciso efetuar a substituição”, comenta Silva.

O nível de fluido de freio e os vazamentos também devem ser verificados, bem como o freio de estacionamento. “Pedal muito duro pode ser indício de problemas com o servo-freio. Já se estiver macio demais, encostando no assoalho, pode ter ar no sistema ou estar sem pressão hidráulica devido à vazamentos”, ressalta.

Outro sistema que deve ser revisado é o de suspensão a começar pelo alinhamento e balanceamento das rodas. “Vibrações no volante pode ser sinal de roda desbalanceada e veículo puxando para um dos lados, alinhamento fora das especificações”, explica o gerente.

O amortecedor é um dos principais componentes do sistema de suspensão, que tem como o objetivo o objetivo ajudar, juntamente com a mola, a absorver os impactos gerados na condução do automóvel. “Os amortecedores garantem a estabilidade do veículo e quando desgastados podem ocasionar acidentes”, alerta.

Entre os sinais que indicam o momento da troca de amortecedores estão o aumento de distância da frenagem, desgaste de pneus, sensação de oscilação da carroceria, vazamento de fluido, balanço excessivo nas arrancadas e, tendência de aquaplanagem em solo alagado e do veículo sair para o lado de fora nas curvas.

A revisão periódica pode ser feita a cada 10 mil km em oficina especializada para avaliar as condições dos amortecedores ou a qualquer mudança de comportamento do veículo. Para assegurar a eficiência do veículo deve-se instalar peça nova. Desde janeiro de 2013, já começaram a ser fabricados amortecedores para o mercado de reposição com o selo do Inmetro e, a partir de julho de 2014, a comercialização com a certificação passa a ser obrigatória.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.