A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

29/03/2014 19:44

Descarbonização do motor, você sabe o que é?

Confira o que é e como evitar

Márcio Martins
Descarbonização do motor, você sabe o que é?

Você já deve ter ouvido falar de descarbonização do motor por algum amigo ou mecânico, mas você sabe o que é exatamente esse processo?

Veja Mais
Telemetria – das pistas para o seu carro
Ford apresenta o Mustang Black Shadow E Blue Edition para A Europa

Descarbonizar o motor significa retirar o excesso de depósitos de carvão resultantes da queima de combustíveis fósseis (Gasolina/Diesel), mais acentuado em motores sem gerenciamento eletrônico de injeção de combustível. O etanol também gera carbonização, porém em menor grau.

O Processo de descarbonização é relativamente simples em todos os sistemas (Carburados e injetados). A limpeza interna do motor é geralmente feitas nas peças que estão em contato direto com a combustão interna. Para realizar a limpeza do sistema de lubrificação do motor, é utilizado um produto químico específico, com alta concentração de detergentes. Se o produto utilizado possuir a química correta, ele será eficaz na limpeza interna do motor.

Motor carbonizado. Foto: Márcio MartinsMotor carbonizado. Foto: Márcio Martins
Foto Márcio MartinsFoto Márcio Martins

 

 

 

 

 

 

 

 

Como identificar a necessidade de descarbonizar o motor.

• Estouros no escapamento;
• Marcha lenta irregular;
• Pouca potência, notada nas subidas ou nas ultrapassagens em que o motor solicita com frequência redução das marchas, o que não era notado antes.
• Falta de lubrificação no comando de válvulas;
• Travamento das válvulas;
• Batidas de tuchos;
• Formação pastosa no comando e prováveis entupimentos.
• Formação pastosa no cárter;
• Obstrução da bomba de óleo;
• Entupimento do pescador da bomba.

Descarbonização do motor, você sabe o que é?

Conversamos com alguns especialistas e consultamos sobre algumas dicas de como prevenir e qual a quilometragem ideal para fazer a descarbonização.

Não existe uma quilometragem ideal para se fazer a descarbonização do motor. A carbonização é decorrente do desgaste das peças móveis do motor , ou seja, o dito popular "queimando óleo" ou pelo tipo de combustível usado.
Uma dos principais sintomas é a falha na vedação nas válvulas, que faz o seu carro ter menor desempenho e maior consumo. Dependendo da gravidade, em alguns casos pode ocorrer à pré-detonação (chamado de batida de pino), que pode até furar o pistão.

Descarbonização do motor, você sabe o que é?

Um processo químico como os oferecidos no mercado pode até atenuar os efeitos de uma carbonização leve, mas não será capaz de propiciar uma limpeza interna totalmente eficaz, para uma limpeza completa só é possível com banho químico, durante a retífica do cabeçote ou motor, nos carros que rodam somente com gasolina esse problema é maior, para os carros flex o uso do etanol os efeitos são minimizados.

O desgaste de cada motor vai depender muito do uso e também pela qualidade do lubrificante. Em outras palavras, é só manter as trocas de óleo em dia e usar combustível de qualidade que dificilmente terá esse problema. Vale ressaltar que toda troca de óleo exige também a substituição do filtro de óleo.

Todos os processos citados acima, devem ser executados/supervisionados por profissionais competentes e habilitados para tal

Abaixo algumas recomendações para se evitar a carbonização do motor do seu carro:

• Trocar o óleo do motor e filtro do sistema de lubrificação no prazo determinado pelo seu fabricante, exemplos:
• Óleo para 5.000 km: trocá-lo dentro das recomendações.
• Para os veículos que percorrem trechos curtos, não alcançando a temperatura normal de trabalho, é aconselhável se efetuar a substituição do óleo do motor com tempo e quilometragem inferiores à recomendação do fabricante, pois a contaminação do óleo pelo combustível é maior.
• Fazer descarbonização aérea para limpeza das válvulas de admissão e cabeça do pistão.
• Utilizar combustível de boa qualidade.




Acontece muito com veículos que possuem sistema IGR e motores a DIESEL. Na Transit este problema acontece com freqüência... assim como poderá acontecer em alguns caminhões da Volks que possuem tal sistema!
 
Daniel Barbosa em 29/03/2014 20:46:36
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.