A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

05/01/2015 08:02

Dicas para dirigir com segurança durante dias chuvosos

Márcio Martins
Dicas para dirigir com segurança durante dias chuvosos

Durante as viagens de férias é muito comum ser surpreendido por pancadas de chuvas de verão na estrada, que podem prejudicar a visibilidade e ainda riscos de aquaplanagem. Fora as chuvas, as neblinas também podem surgir e dificultar ainda mais a vida de quem está dirigindo.

Veja Mais
Teste: L200 Triton Sport 2.4 Turbodiesel 2017
Telemetria – das pistas para o seu carro

Antes de pegar a estrada, recomenda-se que verifique se os faróis estão bem regulados. Nos veículos com regulagem interna, lembre-se de ajusta-lo ao carregar peso no porta-malas. Utilize sempre o farol baixo, obrigatório desde o pôr-do-sol até o amanhecer, alternando para luz alta apenas se não houver iluminação e não vier nenhum veículo vindo no sentido contrário. Sob neblina, mantenha o baixo (com o auxiliar específico, se houver), pois ele ilumina sob o nevoeiro e evita a reflexão nas gotículas de água. A limpeza também é importante, já que respingos de lama, por exemplo, reduzem em 70% a eficiência dos faróis e lanternas.

A formação do fenômeno conhecido como neblina, nevoeiro ou cerração pode acontecer em questão de minutos, e é comum nesta época do ano, no período entre a madrugada e amanhã, por causa do choque de temperaturas entre uma massa de ar quente e outra fria, especialmente em regiões de serra ou próximas ao mar.

Durante as chuvas a primeira diga é reduzir a velocidade quando há água na pista. Com a pista molhada, há uma situação de baixa aderência do pneu com relação ao solo. 

Confira algumas dicas para evitar problemas durante sua viagem em dias de chuva:

1) Verifique as condições dos pneus, rodas, freios amortecedores e suspensões. A mistura chuva e pneus "carecas" é um convite para um acidente grave, pois o sulcos do pneu são os responsáveis pela drenagem da água, garantindo a aderência. Com o pneu liso, o veículo fica com a estabilidade reduzida e pode derrapar facilmente, até mesmo em curvas feitas em baixa velocidade. Rodar com pneus desgastados (com sulcos abaixo de 1,6 mm) também pode render uma multa.

2) Você nunca sabe quando um acidente pode acontecer na sua frente ou mesmo o que os outros motoristas estão prestes a fazer. Uma regra de ouro para os dias de chuva é manter uma distância de três ou quatro segundos do automóvel que vai a sua frente.

3) Verifique o estado dos limpadores do para-brisas, nos períodos mais secos do ano, onde os limpadores são raramente usados, o sol pode danificar a borracha do equipamento. Uma limpeza periódica com um pano úmido pode ajudar no funcionamento das palhetas, tanto dianteiras, como traseiras. Outra dica importante para uma boa visibilidade, é ligar o ar-condicionado mesmo em dias frios. Além de servir para desembaçar o para-brisas, ele absorve a umidade interna da cabine. Quem não possui o equipamento deve ligar o ventilador ou deixar os vidros com uma pequena abertura para que o ar circule.

4) Chuvas de granizo podem danificar severamente a carroceria do seu carro, por isso se você for pego de surpresa nessa situação tente se proteger em um lugar coberto assim que possível. Postos de gasolina ou embaixo de viadutos podem ser a solução, mas nunca sob árvores pois elas atraem raios.

5) Tome muito cuidado com a chuvinha fina que também costuma aparecer. A fina camada de água sobre o asfalto também é capaz de causar deslizamentos. Por isso, a velocidade também deve ser menor que em dias normais, o risco de aquaplanagem do veículo está diretamente ligada a velocidade do carro. Fique atento, a misturada de poeira e restos de borracha e outros resíduos como o óleo dos ônibus e caminhões, deixam o asfalto escorregadio como sabão. Nessas condições o risco de derrapagens em frenagens bruscas e pequenas colisões no trânsito é ainda maior.

6) A visibilidade também é bastante prejudicada com a chuva, se o tempo fechar ou começar a chover forte, ligue os faróis. Com isso, os outros motoristas têm mais facilidade de enxergar seu carro no meio do spray d'água.

7) Tenha paciência, principalmente nos horários de pico, pois com a chuva os congestionamentos tornam-se inevitáveis. Em caso de algum compromisso procure sair mais cedo de casa. Segundo pesquisas, em dias chuvosos, um percurso de 15 minutos, por exemplo, chega a demorar até o triplo do tempo.

8)O motorista deve tomar muito cuidado ao transpor trechos alagados, pois a água pode entrar no motor e provocar o chamado "calço hidráulico", cujo conserto é caro e não tem garantia. O que ocorre é que a água entra pelo sistema de captação de ar do motor na câmara de combustão e no interior dos cilindros. Ao tentar subir, o pistão encontra a enorme resistência da água, que, diferentemente do ar, é pouco compressível. O enorme esforço do pistão provoca o empenamento das bielas, ocasionando o calço hidráulico e, consequentemente, o travamento do motor. Como o reparo geralmente inclui troca de pistões, bielas e válvulas, o serviço é muito caro (dependendo do carro, pode passar dos R$ 8 mil).

9) Outro cuidado importante é com os pedestres, em dias de chuva as pessoas atravessam ou andam sem os devidos cuidados. Para evitar atropelamentos dirija com extrema atenção e velocidade moderada, principalmente em locais nos quais há sinais visíveis da possibilidade de travessia de pedestres.

10) Vias inundadas devem ser evitadas, pois podem esconder obstáculos e nem sempre permitem estimar a profundidade da água. O excesso de água pode reduzir o desempenho do sistema de freios, se a chuva estiver muito forte, encoste seu veículo em algum lugar seguro, mas jamais pare sobre a via. Assim que parado, deixe o carro visível, ligando o pisca alerta enquanto aguarda a chuva diminuir ou passar.

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.