ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Energia voltou a 88%, mas ainda tem morador no escuro há 72h

Por Adriano Fernandes | 18/10/2021 22:10

O fornecimento de energia foi restabelecido em 88% das residências e comércios afetados em todo o Estado, pelo temporal de sexta-feira (15), segundo a Energisa. Apesar do avanço nas religações e das promessas políticas, centenas de moradores estão há mais de 72h no escuro na Capital.

Os últimos relatos de moradores enviados à redação, via Direto das Ruas, são de falta energia na Rua Antônio Ricardo de Arruda, na Mata do Jacinto; na Rua Grace Kelly, no Jardim Colibri e na Rua Londrina, no Jardim Panorama. Desde sexta-feira, também falta energia em algumas residências na Chácara das Mansões e no Parque do Lageado.

Na Vila Progresso, mesmo depois de inúmeras reclamações, o serviço ainda não foi normalizado, segundo a estudante Thalia Zortéa, que também se queixa do atendimento da concessionária.

"No sábado, tinha equipe arrumando e restabelecendo a energia nas outras quadras. Meu vizinho até perguntou se havia alguma previsão e eles disseram que não tinha chamado nosso, sendo que por telefone, só dava para falar com robô e também tentamos pelo WhatsApp. Ontem, consegui falar com um atendente e hoje, quando liguei para ver se tinha alguma previsão, me informaram que o chamado estava encerrado, mas que iriam colocar no sistema para agilizar o processo e deveria voltar ainda hoje", conta.

A Energisa não divulgou quantos bairros ainda sofrem com a falta de energia na noite desta segunda-feira na Capital. Também não há uma previsão por parte da empresa de quando o serviço será 100% restabelecido.

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), garantiu nesta segunda-feira (19), que o fornecimento estará normalizado amanhã. Já o prefeito da Capital deu prazo até quarta-feira (20).

A Energisa garante que há 1.500 colaboradores a serviço do restabelecimento e que já avança pelas zonas rurais a fim de restabelecer os clientes, "uma vez que a maior parte das ocorrências envolveram objetos lançados à rede pelos fortes ventos, como galhos e árvores, além da quebra de postes e torres".

Nesses casos, os reparos são de maior complexidade e devem obedecer a protocolos rígidos de segurança.

A Energisa orienta os consumidores a priorizarem o atendimento pelo WhatsApp (Gisa): (67) 9 9980-0698 e aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário