A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/01/2011 18:15

Mãe diz que "pé" de maconha era motivo de briga diária entre a família

Viviane Oliveira

O menino cultivava a maconha no fundo de casa há oito meses

O adolescente (ao lado direito) disse que maconha era para consumo próprio. (Foto: João Garrigó)O adolescente (ao lado direito) disse que maconha era para consumo próprio. (Foto: João Garrigó)

A Depiladora, 35, mãe do adolescente, 14, que foi apreendido na tarde desta quinta-feira por cultivar maconha no fundo de sua residência, disse que o pé de maconha era motivo de briga diária entre a família.

Em entrevista ao Campo Grande News, a depiladora contou que o menino cultivava a maconha há oito meses.

“Eu brigava com ele todos os dias, mas ele não me ouvia, a Irmã dele que não mora em casa já tentou arrancar o pé, mas ele não deixou”, disse.

Ainda de acordo com a mãe o menino fuma maconha no fundo de casa e que sempre soube da existência da planta cultivada na residência.

A dona de casa, 23 anos, casada com o adolescente comentou que ele é muito bravo por isso nunca tentou arrancar o pé de maconha. Porém, ela conta que escondida dele jogou um veneno e a planta estava secando.

O garoto disse que a maconha era para consumo próprio. O adolescente não estuda desde 2008, segundo ele parou no 6º ano e não pretende voltar a estudar.

O ano passado ele ficou internado um mês na Unei (Unidade Educacional de Internação) por assalto a mão armada.

O menino foi encaminhado para a Deaiji (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) para prestar depoimento.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba pode ser feita até o dia 29
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


Acho qu vc n entendeu Jorge. A dona de casa, 23 anos, n era mãe, e sim casada com o adolescente de 14 anos!!! foi isso que entendio do texto.
 
Pauoo Candido em 21/01/2011 11:49:49
O menor de idade ( 14 anos ), é casado com uma dona de casa de 23 anos??? Isso perante as "leis severas para pobres no Brasil" pode??? A família era bem pra frente mesmo, hein... Lamentável !!!
 
Carlos Henrique de S. Barbosa em 21/01/2011 09:02:37
Os pais criam marginais dentro de casa, pois o garoto tem 14 anos e manda na propria vida, a mãe não tem autoridade nehuma sobre o guri, este parou de estudar aos 12 anos, é casasdo com uma mulher de 23 anos e moram na casa da mãe, ja foi preso por assalto e planta maconha no quintal, os pais dão uma criação totalmente errada sem autoridade que um adolescente precisa, esse tido de criação vem de berço, certamente é mãe solteira e fez tudo que pôde para agradar o coitadinho do seu filho q não tem pai.
 
Neusa Carvalho em 21/01/2011 09:02:25
Menor cultivava maconha em casa para consumo pessoal.Vai ser punido com a pena "socio educativa".Se encontram produto roubado em minha casa logo serei preso por crime de receptação ou roubo.A mae do menor,que sempre faz a cabeça dos outros(cabelereira) disse que ele era bravo e por isso não destruia a planta de maconha,resolveu acoitar o criminosos e o crime.Chamesse a policia... Os pais deveria sofrer uma severa punição.O delegado se quiser pode indicia-los por algum tipo de crime.E o menor,coitado,com 15 anos e ainda na 5ª serie e plantador de maconha...! Esse já tem seu futuro garantido.Traficante.
 
Jorge neves-Campo Grande-MS em 20/01/2011 06:49:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions