A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

13/06/2018 14:13

Procura por bolo de Santo Antônio foi maior neste ano, dizem organizadores

No início da tarde desta quarta-feira (13) fieis terminavam de comprar os últimos pedaços na esperança de encontrar uma das 1100 alianças

Izabela Sanchez
Bolo já chega ao fim no início dessa tarde (13) (Paulo Francis)Bolo já chega ao fim no início dessa tarde (13) (Paulo Francis)

Na esperança de encontrar uma das 1100 alianças escondidas no bolo de Santo Antônio, fieis ainda lotavam uma sala ao lado da Igreja de Santo Antônio, onde um miolo do doce ainda pode ser visto. Este ano, apontaram organizadores, o evento atraiu um público maior, já que o bolo está acabando antes do que o esperado.

Quem explica é a voluntária e responsável pelo preparo do bolo, a confeiteira Ana Paula Navarro, 40. “Eu fui desafiada pelo padre”, brinca ela. “O ano passado acabou era 21h da noite, então graças a Deus esse ano foi um sucesso”, afirma. “Eu acredito que a gente divulgou bastante. E é a esperança que depositam no Santo”, explica.

A auditora Cristina Rodrigues, 44, deu um grito de alegria ao deixar a Igreja no início dessa tarde. Isso porque ela achou uma das alianças. A auditora é devota do santo e da tradição. Agora, riu ela, a procura pelo marido começa.

 

 

A auditora Cristina procura há anos pela aliança (Paulo Francis)A auditora Cristina procura há anos pela aliança (Paulo Francis)

“Faz anos que estou atrás dessa aliança. Todo ano vinha para cá. A sensação é boa, é ótima. Ele [santo] representa tudo”, conta. Cristina tem uma história de superação envolvendo o santo, e por isso a devoção é grande.

“Tem uma passagem no livro de Santo Antônio, quando ele começa a chamada, tem uma mensagem. Eu estava em um dia horrível”, conta ela, afirmando que nunca compartilhou a história com ninguém. “Quando eu abri tinha a seguinte mensagem: eu sabia que uma dia você viria me procurar. O que eu faria por outros que eu não faria por ti”, confidenciou, emocionada. “Eu vim no finalzinho, mas ainda bem que durou um pouco”, afirma, sobre o bolo que já chega ao fim.

Mariane Oliveira, tem apenas 17 anos mas já espera o casório. “Vim pelo bolo e pela vontade de casar”, conta ela, que já tem pretendente. “Comprei 3 pedaços”. A funcionária pública Kelly Oliveira, 28, comprou 6 pedaços na esperança de encontrar uma aliança. “É a primeira vez, vim mais por curiosidade”, conta.

Além das 1100 alianças, três imagens do padroeiro da cidade, que também é conhecido por desenrolar relacionamentos amorosos, foram escondidas no meio da massa de pão-de-ló, com recheios de baunilha, chocolate e muito chantilly.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions