A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

14/11/2017 13:10

Confira quem são alvos da 5ª fase da Lama Asfáltica nesta 3ª-feira

Anahi Zurutuza
Policias participantes da operação ao chegarem à sede da PF (Foto: Marcos Ermínio)Policias participantes da operação ao chegarem à sede da PF (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia Federal, em conjunto com a CGU (Controladoria Geral da União) e a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira (14) a 5ª fase da Operação Lama Asfáltica, batizada de Papiros de Lama.

O ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB), considerado o principal alvo desta etapa da operação, foi preso preventivamente. Confira os nomes dos outros investigados:

Puccinelli Júnior em entrevista ao Campo Grande News em 2013, quando lançou um livro (Foto: Arquivo)Puccinelli Júnior em entrevista ao Campo Grande News em 2013, quando lançou um livro (Foto: Arquivo)
André Luiz Cance, ao deixar o Centro de Triagem, em maio (Foto: André Bittar/Arquivo)André Luiz Cance, ao deixar o Centro de Triagem, em maio (Foto: André Bittar/Arquivo)
Micherd Jafar (de camiseta), ao deixar prisão (Foto: André Bittar/Arquivo)Micherd Jafar (de camiseta), ao deixar prisão (Foto: André Bittar/Arquivo)

Presos

André Puccinelli Júnior – advogado e filho do ex-governador

Jodascil Gonçalves Lopes – advogado ligado ao Instituto Ícone e portanto, a André Júnior

João Paulo Calves - advogado ligado ao Instituto Ícone e portanto, a André Júnior 

Levados para depor (conduções coercitivas)

André Luiz Cance – ex-secretário adjunto de Estado de Fazenda, apontado pela investigação como operador de Puccinelli nas negociações para recebimento de propina

João Maurício Cance - apontado como integrante do “núcleo de Puccinelli” no esquema

João Amorim – empresário dono da Proteco Construções, alvo de Lama Asfáltica desde a 1ª fase

João Baird – empresário do ramo de informática, alvo de Lama Asfáltica desde a 1ª fase

Mirched Jafar Jr – empresário dono da Gráfica Alvorada, também investigado em outras etapas da operação

Antonio Cortez – empresário ligado a João Baird 

Papiros de Lama - Além das prisões e conduções, a PF foi às ruas de Campo Grande, Aquidauana e Nioaque vasculhar 24 endereços.

Conforme a PF, a operação tem como alvo uma organização criminosa que teria causado R$ 235 milhões em prejuízos aos cofres públicos.

Bens das pessoas investigadas, que somam R$ 160 milhões, foram bloqueados.

Policiais federais chegando na prédio onde mora André Puccinelli, nesta terça-feira (Foto: André Bittar)Policiais federais chegando na prédio onde mora André Puccinelli, nesta terça-feira (Foto: André Bittar)

Lama Asfáltica - A quarta fase da Lama Asfáltica, que também teve o ex-governador como principal alvo, foi deflagrada no dia 11 de maio. A Polícia Federal saiu às ruas de Campo Grande e mais cinco cidades para prender três pessoas, levar outras nove para depor e vasculhar 32 endereços em busca de provas contra suposta organização criminosa investigada por desvio de dinheiro público.

A primeira etapa da operação foi em 2015, com base em investigações que começaram em 2013 e sobre o período de 2011 a 2014.

A quarta etapa da operação foi batizada de Máquinas de Lama porque investigadores apuraram que parte dos pagamentos de propina era feito por meio do aluguel de maquinário. Outras fases foram nomeadas Fazendas de Lama e Aviões de Lama.



TENHO NOJO; de olhar na cara desses Políticos Podres, quem assassinam friamente nossas crianças, nossos idosos e toda a gente trabalhadora de nosso País, pois roubam o dinheiro que seria para construção de creches, escolas, e de investimento na saúde e segurança pública. O dia em que nosso tive a legalização de PENA DE MORTE para esse tipo de criminoso, deixará de faltar o básico para quem trabalha.
 
Ezequiel em 14/11/2017 14:52:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions