ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Assaltante morto por policial era suspeito de roubar caminhonete

Paraguaio de 18 anos chegou a disparar tiro na direção de policial, mas foi alvejado e morreu no hospital

Por Helio de Freitas, de Dourados | 22/06/2021 09:23
Alvejado, Ezequiel caiu no meio da rua e morreu no hospital (Foto: Direto das Ruas)
Alvejado, Ezequiel caiu no meio da rua e morreu no hospital (Foto: Direto das Ruas)

O assaltante morto a tiros por policial civil na noite desta segunda-feira (21) em Ponta Porã (a 323 km de Campo Grande) era suspeito de participar do roubo de uma caminhonete Toyota Hilux prata no dia anterior em frente a uma farmácia na área central.

Ezequiel Rolon (Foto: Reprodução)
Ezequiel Rolon (Foto: Reprodução)

Segundo testemunhas, Ezequiel Figueredo Rolon, 18, de nacionalidade paraguaia, e o comparsa dele, foragido, tinham as mesmas características dos assaltantes que levaram a caminhonete no domingo.

Outro detalhe que chama a atenção é que o policial civil, de 48 anos de idade, estava também em uma Toyota Hilux, mesmo modelo do veículo roubado no dia anterior. Caminhonetes, especialmente movidas a óleo diesel, têm alto valor no mercado clandestino da fronteira.

Veja o vídeo:

Conforme a ocorrência policial, por volta de 18h de ontem, o policial civil parou sua caminhonete para comprar em uma conveniência localizada na Rua Antônio João. Assim que estacionou, passou ao lado uma moto ocupada por dois homens.

A moto parou logo à frente. Sem retirar o capacete, o garupa desceu e foi em direção à caminhonete. Ao perceber a ação, o policial preparou sua arma, momento em que o suspeito também sacou uma arma da cintura e disparou tiro na direção da vítima, mas não acertou o alvo.

Em seguida o policial disparou e alvejou Ezequiel Rolon. O número de tiros que atingiram o suspeito e o calibre da arma usada pelo policial não foram informados no boletim de ocorrência.

Ezequiel Rolon caiu no meio da rua e chegou a ser socorrido ao Hospital Regional de Ponta Porã, mas morreu logo em seguida. Ao lado dele foi encontrada a arma do crime, revólver calibre 38. No hospital, os socorristas encontraram dez cartuchos de calibre 38.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário