A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019

16/12/2018 11:51

Homem diz que foi alvo de atentado de PM por dívida e na fuga destruiu casa

O atentado ocorreu ontem (15), após perseguição na BR-163 e estradas vicinais em Dourados

Guilherme Henri

Homem que não teve o nome divulgado procurou a polícia para dizer que um policial militar tentou matá-lo a tiros. O atentado ocorreu ontem (15), após perseguição na BR-163 e estradas vicinais em Dourados – a 233 quilômetros da Capital. O motivo seria que a vítima deve R$ 7 mil ao militar.

Conforme o jornal Dourados Agora, o homem detalhou que seguia de carro sentido centro a BR-163, quando percebeu que era seguido por um HB20 branco. Em seguida, a vítima tentou fugir, pelo trevo do parque de exposição e residencial Vival Castelo - que liga ao anel viário de acesso a PED (Penitenciária Estadual).

Perto do asfalto, o homem notou que havia um carro estacionado na beira da estrada, o mesmo que o perseguiu. Neste momento, um ocupante do carro efetuou vários disparos contra o carro da vítima.

O homem fugiu e entrou na rodovia novamente, sentido ao trevo de Itaporã, chegando até a aldeia Jaguapiru. Lá, depois de alguns minutos circulando pela aldeia viu que o carro que o perseguia voltou a aparecer. Em nova fuga, a vítima perdeu o controle da direção e invadiu uma casa.

Quando saiu do carro, o homem estava ensanguentado e vários indígenas o cercaram, com facão, paus e pedras. Em seguida, o grupo de indígenas começou a danificar o veículo da vítima.

Um dos indígenas se apresentou como advogado. Ele socorreu o homem até o Hospital da Vida. Na unidade foi informado que a vítima foi ferida na cabeça por um tiro.

Suspeita – O homem contou a polícia que relatou há alguns meses teve desentendimento com um policial militar de Dourados. Além disso, ele afirma que o reconhece como sendo um dos homens que atiraram na estrada.

Disse ainda que tem uma divida no valor de R$ 7 mil com o militar e que há três meses recebeu uma ligação do PM, dizendo que queria acertar as contas. O caso foi registrada na delegacia de Dourados como tentativa de homicídio. Já o carro da vítima ficou na aldeia onde foi danificado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions