A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

26/05/2010 10:37

Investigação começou após prisão de policial do 5º DP

Redação

A investigação que culminou com a prisão de cinco pessoas, dentre elas três policiais, na "Operação Ali Babá" teve início após a prisão do policial civil Cleber Sebastião da Silva Magalhães.

Lotado no 5º Distrito Policial, ele foi preso por policiais federais em abril, na BR-262, quando transportava 14 quilos de cocaína em um Renault Logan, que tinha placas clonadas de um carro pertencente à Sejusp (Secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública).

A informação é do delegado Jefferson Luppe, assessor de imprensa da Polícia Civil. Ele não soube informar como agia a quadrilha, acusada de extorquir pessoas se valendo das funções públicas dos policiais.

Segundo ele, além do processo criminal também correrá o disciplinar que pode culminar, inclusive, da exclusão dos policiais.

Estão presos na sede do Gaeco ((Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), na rua Joaquim Murtinho, o investigador de polícia da 5ª DP da Capital, Mahmod da Silva Degaiche, apontado como líder da quadrilha, o investigador de polícia da 3ª DP, Delson Silva Silveira, o soldado da polícia militar da Companhia de Guarda e Escolta, Vilmo Vitor Chimenez e os civis Felipe Moreira Barreto e Juarez Pereira da Silva. Juarez já estava preso antes da operação.

A PM informou que Chimenez segue ainda hoje para o Presídio Militar e que determinou instauração de Conselho Disciplinar para apurar a conduta do policial, independente do processo criminal.

Os policiais civis serão levados para o 3º Distrito Policial e o militar segue para exame de corpo de delito e em seguida será levado ao presídio militar. As outras duas pessoas seguirão para presídios comuns.

A Operação "Ali Babá" é desenvolvida pelo Gaeco em conjunto com Corregedoria Geral da Polícia Civil e PM2, prestam depoimento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions