A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018


05/07/2018 10:13

Com Marcelo de volta ao time, Brasil está pronto para encarar a Bélgica

Além do retorno do lateral esquerdo, a novidade na Seleção será a entrada de Fernandinho no lugar de Casemiro, que cumprirá suspensão por cartão amarelo

De Moscou, Paulo Nonato de Souza
O lateral Marcelo retorna ao time de pois de se recuperar de um espasmo na coluna que o tirou do jogo diante do México (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)O lateral Marcelo retorna ao time de pois de se recuperar de um espasmo na coluna que o tirou do jogo diante do México (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Com Marcelo de volta para a condição de titular da lateral-esquerda, saindo Filipe Luís, e Fernandinho na cabeça da área no lugar de Casimiro, que cumprirá suspensão pelo segunda cartão amarelo que levou na partida diante do México pelas oitavas de final, a Seleção Brasileira está pronta para encarar o seu jogo de quartas de final, contra a Bélgica, nesta sexta-feira, em Kazan, às 14h (no horário de Mato Grosso do Sul).

Experiente e talentoso, Marcelo retorna ao time de pois de se recuperar de um espasmo na coluna, sofrida no último jogo da fase de grupos, contra a Sérvia, embora o seu substituto, Filipe Luís tenha jogada bem em grande parte da partida frente aos sérvios, quando o substituiu logo no início da partida, e também diante do México pelas oitavas de final.

Depois de confirmar o time, o técnico Tite falou que espera um jogo de alto nível técnico de duas equipes técnicas que primam pelo bom futebol, levando em conta a qualidade da seleção belga.
“A Bélgica tem um poder criativo muito forte, com qualidade. Será um grande jogo, duas equipes que primam por um futebol bonito, cada uma com suas características. A Bélgica tem valores individuais, um grande técnico”, afirmou o treinador brasileiro.

Apesar da pressão de parte da imprensa que deseja ver Roberto Firmino no comando do ataque, o técnico Tite manteve o ex-palmeirense Gabriel Jesus na frente, mais uma vez formando o quarteto de atacantes ao lado de Coutinho, Willian e Neymar.

“Não se abre mão de ter em campo um jogador com a capacidade técnica e tática do Gabriel. Ele é incansável, um touro. Não temos outro jogador para fazer o que ele faz em campo”, comentou o treinador. Assim, o Brasil deverá iniciar o jogo diante da Bélgica com Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

 



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.