A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018


23/04/2018 09:12

Para o acesso aos estádios não basta o ingresso, é preciso ter o ID de FAN

Identificação do torcedor vai servir como visto de entrada na Rússia, dará direito a viagens grátis entre cidades sedes e uso do transporte público em dias de jogos

Paulo Nonato de Souza
Modelo de ingresso que será usado pela Fifa na Copa do Mundo da Rússia terá holograma e mapa do setor do estádio onde o torcedor irá sentar (Foto: Fifa/Divulgação)Modelo de ingresso que será usado pela Fifa na Copa do Mundo da Rússia terá holograma e mapa do setor do estádio onde o torcedor irá sentar (Foto: Fifa/Divulgação)

Faltando 52 dias para a partida de abertura da Copa do Mundo de 2018, entre Rússia e Arabia Saudita, a FIFA (Federação Internacional de Futebol) tem pronto o esquema que colocará em prática nos estádios escalados para receber jogos do Mundial no período de 14 de junho e 15 de julho.

Com o objetivo de inibir falsificações, os ingressos contém elementos de segurança, como um código de barras posicionado no lado direito e um holograma ao lado do mapa do setor do estádio onde o torcedor irá sentar.

São ingressos personalizados, o que significa que o nome do portador do bilhete estará impresso. Assim, o acesso ao estádio será concedido desde que seu detentor tenha um bilhete válido e seu ID de FAN (um cartão de espectador emitido após a compra do bilhete) devidamente registrados no sistema FIFA.com/tickets. O ID de FAN é um documento de identificação do torcedor que estreará em Copas do Mundo na Rússia.

Na chegada ao estádio os torcedores serão submetidos a um rigoroso esquema de verificações que incluem apresentar seu ID de FAN e ingresso com a validação do bilhete eletrônico por meio de um sistema de identificação por radiofrequência (RFID), capaz de identificar tickets cancelados ou falsificados.

Em nota oficial, a FIFA diz que não assume qualquer responsabilidade ou obrigação em relação à aplicação, emissão ou uso de IDs FAN. Ressalta que a pedido das autoridades russas, todos os compradores de ingressos terão que ter seu ID de FAN, emitido gratuitamente depois do recebimento do email de confirmação do bilhete.

Ter um ID de FAN dará aos torcedores benefícios e serviços adicionais fornecidos pelo país anfitrião, como a entrada sem visto na Rússia, viagens gratuitas entre cidades russas e o uso gratuito de transporte público em dias de jogos. Para mais detalhes, visite o site (https://www.fan-id.ru).

Preços - Os ingressos apresentam quatro categorias de preço. A mais barata atende apenas cidadãos russos. Na primeira fase, os valores para brasileiros vão de US$ 105 a US$ 210 (R$ 330 a R$ 650), exceto na partida de abertura, de US$ 220 a US$ 550 (R$ 680 a R$ 1.700). Os valores sobem a cada fase do mata-mata. Para a final, vão de US$ 455 a US$ 1.100 (R$ 1.400 a R$ 3.400).

Mapa do estádio da abertura da Copa com suas respectivas cores e categorias para facilitar identificação do assento pelo torcedor (Foto: Fifa/Divulgação)Mapa do estádio da abertura da Copa com suas respectivas cores e categorias para facilitar identificação do assento pelo torcedor (Foto: Fifa/Divulgação)

No site oficial da Fifa o torcedor pode conferir em que parte do estádio ficará conforme a categoria do seu ingresso: https://bit.ly/2HRvIel

Acesso aos jogos - Os portões dos estádios serão abertos três horas antes de cada jogo, com exceção da partida de abertura e da final, quando os portões serão abertos quatro horas antes do apito inicial do árbitro.

Nos ingressos os torcedores terão todas as informações relacionadas à partida, como show, dados do estádio, data, início do jogo e horário de abertura do portão.

Em inglês e russo, cada bilhete também contém detalhes sobre a categoria, indicação do local do assento, como o setor do estádio no qual está localizado. Além disso, traz uma lista de itens proibidos e uma versão abreviada de termos e condições para o uso do ingresso, impressos na parte de trás de cada bilhete, uma espécie de licença revogável que concede acesso ao estádio.

A segunda fase da venda de ingressos, iniciada no dia 13 de março, foi encerrada no dia 03 de abril com 1,7 milhão de tickets vendidos, conforme comunicado da Fifa. O Brasil aparece em quinto lugar na lista dos dez países que mais compraram bilhetes nesta segunda fase. Confira:

Estados Unidos (16.462),
Argentina (15.006),
Colômbia (14.755),
México (14.372),
Brasil (9.962),
Peru (9.766),
China (6.598),
Alemanha (5.974),
Austrália (5.905)
Índia (4.509).

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.